(488) – O DEUS DE TODA A CARNE – II

O  DEUS  DE  TODA  A  CARNE  2

Para saber quem é o deus da carne, temos de analisar, pela Bíblia, o que é a carne, e qual a sua natureza:

  1. A carne é fonte de todo tipo de concupiscências de imundícia. O apóstolo Pedro diz: “Aqueles que, segundo a carne andam em concupiscências de imundícia, e desprezam as dominações; atrevidos, obstinados, blasfemos” (II Pd.2:10).

Jeová declarou: “Eu sou o deus de toda a carne” (Jr.32:27). Só os cegos não vEem que Jeová é o deus de todo tipo de desejo pecaminoso e injusto.

  1. O PECADO HABITA NA CARNE. Paulo diz: “De maneira que agora já não sou eu que faço isto, mas o pecado que habita em mim. Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem algum; e com efeito, o querer está em mim, mas não consigo realizar o bem. Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero, esse faço” (Rm.7:17-19). Se Jeová é o deus de toda a carne, é o deus do mal e do pecado. Jesus declarou que a carne não serve para nada. Como Jeová pode dizer que é o deus de toda a carne? (Jr.32:27; Jó 6:63).
  2. A carne e o sangue são corrupção por natureza. É Paulo quem revela isso: “E agora digo isto, irmãos: que a carne e o sangue não podem herdar o reino de Deus, nem a corrupção herda a incorrupção”       (I Co.15:50). Paulo aqui revela muita coisa:
    1.  – Que o deus da carne é o deus de toda corrupção.
    2.  – A carne e o sangue não herdam o reino de Deus, logo o deus da carne não faz parte do reino celestial.
    3. Pedro diz: “Amados, peço-vos, como a peregrinos e forasteiros, que vos abstenhais das concupiscências carnais que combatem contra a alma” (I Pd.2:11). A carne tem vida própria. Ela tem instintos; e tem dois apetites poderosos: A gula e o desejo sexual. Estes dois apetites não obedecem à razão. O apóstolo Paulo relata quais as obras da carne: “Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas, não herdarão o reino de Deus” (Gl.5:19-21). Ora, se Jeová é o deus de toda a carne, é o deus de todo este lixo humano que faz parte do mundo em que vivemos, e que destrói nossas almas.
    4. Paulo continua falando: “Porque os que são segundo a carne inclinam-se para as coisas da carne; mas os que são segundo o espírito, para as coisas do espírito. Porque a inclinação da carne é morte, mas a inclinação do espírito é vida e paz. Porquanto a inclinação da carne é inimizade contra Deus, pois não é sujeita à lei de Deus, nem em verdade o pode ser. Portanto, os que estão na carne não podem agradar a Deus” (Rm.8:5-8). Paulo diz que a carne não tolera o espírito, pois a carne é morte e o espírito é vida e paz; e a inclinação da carne é inimizade contra Deus, e não se sujeita à lei de Deus.

Se a carne não se submete à lei de Jeová, não se submete a Jeová. Por que diz ele que é o deus de toda a carne? Em segundo lugar, se a carne não é sujeita à lei de Jeová, por que deu ele a lei? A lei foi dada como provocação com o intuito de matar os homens? Se ele destruiu a humanidade no dilúvio, quando não havia lei, dando a lei tornou o homem pecador condenado. Jeová faz a seguinte afirmação:“Na verdade, que não há homem justo sobre a terra, que faça o bem e nunca peque” (Ec. 7:20). Como a carne não é sujeita a lei de Jeová, por mais que alguém queira ser justo, vai pecar um dia. E nesse dia é condenado sem apelação, pois Jeová diz: “Mas, desviando-se o justo da sua justiça, e cometendo a iniqüidade, fazendo conforme todas as abominações que faz o ímpio, porventura viverá? De todas as suas justiças que houver feito não se fará memória; na sua transgressão com que transgrediu, e no seu pecado com que pecou, nele morrerá” (Ez.18:24). Na verdade Jeová elaborou um plano maquiavélico com o único fim de destruir o ser humano.

Por isso é importante nascer de novo. Jesus cria um novo homem para habitar no Seu reino que não é deste mundo.

 

Autoria: Pastor Olavo Silveira Pereira

 

Deixe uma resposta