(545) – DEUS FAZ O MAL? – II

DEUZ FAZ O  MAL?   2

Deus, o Pai, não faz o mal, porque Tiago diz: “Ninguém, sendo tentado, diga: De Deus sou tentado; porque Deus não pode ser tentado pelo mal, e a ninguém tenta” (Tg.1:13). Se Deus não pode ser tentado pelo mal, e a ninguém tenta, Jeová não é Deus porque foi tentado pelo mal. O caso deu-se assim: “E vindo um dia em que os filhos de Deus vieram apresentar-se perante Jeová, veio também Satanás entre eles. Então disse Jeová a Satanás: Donde vens? Então Satanás respondeu: De rodear a terra, e passear por ela. E disse Jeová a Satanás: Observaste tu a meu servo Jó? Porque ninguém há na terra semelhante a ele, homem sincero e reto, temente a Deus, e desviando-se do mal. Então respondeu Satanás a Jeová, e disse: Porventura teme Jó a Deus debalde? Porventura não o cercaste tu de bens a ele, e a sua casa, e a tudo o quanto tem? A obra de suas mãos abençoaste e o seu gado está aumentando sobre a terra. Mas estende a tua mão, e toca-lhe em tudo quanto tem, e verás se não blasfema de ti na tua face!” (Jó.1:6-11 – maiúsculo nosso). Aqui Satanás tentou Jeová! E Jeová caiu em pecado porque disse a Satanás: “Eis que tudo quanto tem está na tua mão; somente contra ele não estendas a tua mão. E Satanás saiu da presença de Jeová” (Jó.1:12).

Jó tinha sete filhos e três filhas (Jó.1:2). Satanás matou os dez filhos de Jó (Jó.1:13-15). Ao entregar os filhos de Jó na mão de Satanás, Jeová fez o mal a eles, pois Satã é perverso e os matou, sendo eles inocentes (Jó.1:2-5).

Quando Jeová entrega seu povo na mão dos maus, está fazendo o mal, porque os maus vão torturar e corromper. Ezequiel, o profeta, falou, dizendo da parte de Jeová: “E os rios farei secos, e venderei a terra, entregando-a na mão dos maus, e assolarei a terra e a sua plenitude pela mão dos estranhos; eu, Jeová, falei” (Ez.30:12). Ora, quem entrega na mão dos maus, faz o mal que os maus vão fazer. Jeová ao entregar aos maus, assola pela mão dos estranhos (Jr.49:37).

Jeová cegou o seu povo (Is.6:10). E Jesus revela que Jeová cegou para que não cressem em Jesus para serem curados e salvos. Jesus disse: “E, ainda que tinha feito tantos sinais diante deles, não criam nele; para que se cumprisse a palavra do profeta Isaías, que diz: Senhor, quem creu na nossa pregação? E a quem foi revelado o braço do Senhor? Por isso não podiam crer, pelo que Isaías disse outra vez: Cegou-lhes os olhos, e endureceu-lhes o coração, afim de que não vejam com os olhos, e compreendam no coração, e se convertam, e eu os cure” (Jo.12:37-40). Ao cegar o seu povo, Jeová fez um mal sem limite, porque os judeus cegos não conheceram a Cristo, e por isso não creram, e o mataram como impostor, e estão sendo condenados ao inferno (I Co.2:7-8). Jeová faz o mal quando promete e não cumpre. Jeová prometeu a terra de Canaã por possessão eterna aos filhos de Israel (Gn.17:8). Os povos que habitavam em Canaã eram perversos e corruptos. Então Jeová faz uma promessa: “Eu enviarei um anjo diante de ti, e lançarei fora os cananeus, e os amorreus, e os heteus, e os perizeus, e os heveus e os jebuseus” (Ex.33:2). Repete a promessa em Ex.34:24 eDt.7:1. Repete em Josué 23:5. Quando Israel entrou em Canaã Jeová mudou, e disse: “Do Egito vos fiz subir, e vos trouxe à terra que a vossos pais tinha jurado, e disse: Nunca invalidarei o meu concerto convosco. E quanto a vós, não fareis concerto com os moradores desta terra, antes derrubareis os seus altares; mas vós não obedecestes à minha voz. Por que fizestes isto? Pelo que também eu disse: Não os expelirei de diante de vós; antes estarão nas vossas ilhargas, e os seus deuses vos serão por laço” (Jz.2:1-3). E o povo levantou a sua voz e chorou.

Deixar os povos corruptos na terra foi um terrível mal, pois o povo de Israel se misturou com eles e se corrompeu. Então Jeová os entregou na mão de Cusam-Rizataim, rei da Mesopotâmia, para se corromper ainda mais (Jz.3:1-8). Dizer que esse Deus corrupto é o Pai de Jesus é blasfemar.

 

Autoria: Pastor Olavo Silveira Pereira

Deixe uma resposta