(547) – LEI IMPERFEITA – I

LEI  IMPERFEITA  1

 

Existem dois Testamentos: O Velho e o Novo.

  1. Existem dois concertos: O velho concerto e o novo. Paulo explica: “Dizei-me vós, os que quereis estar debaixo da lei; não ouvis vós a lei? Porque está escrito que Abraão teve dois filhos, um da escrava e outro da livre. Todavia o que era da escrava nasceu segundo a carne, mas o que era da livre, por promessa, o que se entende por alegoria; porque estes são os dois concertos. Um, do monte Sinai, gerando filhos para a escravidão, que é Agar. Ora, esta Agar é Sinai, um monte da Arábia, que corresponde à Jerusalém que agora existe, pois é escrava com seus filhos. Mas a Jerusalém que é de cima é livre; a qual é mãe de todos nós” (Gl.4:21-26). Está claro neste texto que Agar é o concerto da lei, e Sarah é o concerto da graça. Está claro também que os da lei são escravos. Foram castrados mentalmente.

Existem duas heranças: Uma na terra, para os de Jeová, outra no céu, para os livres. E o texto diz em seguida: “Mas que diz a Escritura? Lança fora a escrava e seu filho, porque de modo nenhum o filho da escrava herdará com o filho da livre” (Gl.4:30). Caro amigo, se você quer ficar com o concerto da lei, será lançado fora como Ismael e Agar, e nunca verá o reino de Deus.

        2.      Quer que eu prove esta verdade? Lá vai: “Estai pois firmes na liberdade com que Cristo nos libertou, e não torneis a meter-vos debaixo do jugo da servidão. Eis que eu, Paulo, vos digo que, se vos deixardes circuncidar, Cristo de nada vos aproveitará. E, de novo protesto a todo homem que se deixa circuncidar, que está obrigado a guardar toda a lei. Separados estais de Cristo, vós os que vos justificais pela lei: da graça tendes caído” (Gl.5:1-4).

        3.      Você sabe por que a lei é tão maligna assim? Porque Jeová deu a lei, não para ajudar Israel, mas deu a lei para ser contra (Dt.31:26; Ne.9:34). E Jeová declara: “Pelo que lhes dei estatutos que não eram bons, e juízos pelos quais não haviam de viver” (Ez.20:25).

        4.      Paulo diz: “Sabendo isto, que a lei não é feita para o justo, mas para os injustos e obstinados, para os ímpios e pecadores, para os profanos e irreligiosos, para os parricidas e matricidas, para os homicidas, para os fornicários, para os desobedientes, para os roubadores de homens, para os sodomitas, para os mentirosos, para os perjuros, e para os que forem contrários à sã doutrina” (I Tm.1:9-10).

É uma pena que muitos, por não ter olhos abertos, se ponham entre os pecadores e anormais, só para honrar a lei de Jeová.

5. Paulo declara que Cristo aboliu o Velho Testamento em II Co.3:14, e o Velho Testamento inclui a lei de Jeová.

É claro que a lei está em pleno vigor para os pecadores perdidos, e também para os judeus, que não creram em Cristo e crucificaram o Senhor da glória (At.2:36; 5:30-31).

Nós, os cristãos nascidos da água e do Espírito não somos mais deste mundo, por isso não estamos mais debaixo da lei (Rm.6:14).

 

Autoria: Pastor Olavo Silveira Pereira

Deixe uma resposta