(371) – ABISMO

ABISMO

Que é um abismo? O dicionário diz que é grande profundidade; vórtice medonho; fosso sem fundo, sem saída. Do ponto de vista espiritual, o pecador se lança no abismo. Antes da criação feita por Deus, segundo a Bíblia já havia abismo: “E a terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo; e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas” (Gn. 1:2). No verso três começa a narrativa da criação. Observamos este ponto: Antes da narrativa da criação já havia o abismo.

E o abismo é referido muitas vezes na Bíblia, de Gênesis a Apocalipse. Nos Salmos, falando da criação da terra, onde vivemos, está escrito: “Lançou os fundamentos da terra, para que não vacile em tempo algum. Tu as cobres com o abismo, como com um vestido; as águas estavam sobre os montes” (Sl. 104:5-6). É óbvio que o texto se refere a Jeová, pois no verso um está escrito JEOVA, que cobriu a terra com o abismo.

O sábio Salomão disse: “Antes que os montes fossem formados, antes dos outeiros, eu fui gerada. Ainda ele não tinha feito a terra, nem os campos, nem sequer o princípio do pó do mundo. Quando ele preparava os céus, aí estava eu; quando compassava ao redor a face do abismo” (Pv. 8:25-27). Salomão se refere a Jeová (Pv. 8:13), e o capítulo oito inteiro fala da sabedoria de Jeová. A sabedoria disse: “Desde a eternidade fui ungida, desde o princípio, antes do começo da terra. ANTES DE HAVER ABISMOS, FUI GERADA” (Pv. 8:23-24). Este texto revela que há muitos abismos, todos criados por Jeová. Quando ele compassava ao redor a face do abismo, refere-se à terra onde vivemos, feita pela sabedoria de Jeová.

Salomão continua a revelação acerca da sabedoria de Jeová, dizendo: “Então eu estava com ele e era seu aluno; e era cada dia as suas delícias, folgando perante ele em todo o tempo. FOLGANDO NO SEU MUNDO HABITÁVEL, E ACHANDO AS MINHAS DELÍCIAS COM OS FILHOS DOS HOMENS” (Pv. 8:30-31). A sabedoria de Jeová declara que vive folgando no mundo habitável de Jeová? E acha as delícias deste mundo com os filhos dos homens? Mas Tiago, na sua Epístola Universal, diz pelo Espírito Santo do Pai:“ADÚLTEROS E ADÚLTERAS, não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto qualquer que quer ser amigo do mundo constitui-se em inimigo de Deus” (Tg. 4:4). A sabedoria de Jeová, isto é, Jeová, acha suas delícias com os filhos dos homens deste mundo, e a sabedoria de Deus Pai, que é Jesus, chama de adúlteros os que buscam as delícias deste mundo?

Como Jeová, pela sua sabedoria, folga neste mundo, e acha suas delícias com os filhos dos homens, Jeová põe o mundo no coração dos homens. Isto está em Ec. 3:11. Mas João, o apóstolo do amor, declara: “Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo. E o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre” (I Jo. 2:15-17).

Jeová declara que este mundo lhe pertence: “De Jeová é a terra e a sua plenitude; o mundo e aqueles que nele habitam” (Sl. 24:1). Pois Jeová os criou (Sl. 89:11). João, entretanto, declara, dizendo:“Sabemos que somos de Deus, e que todo o mundo jaz no maligno” (I Jo. 5:19). Jaz quer dizer: deitado, prostrado, morto ou como morto, sepultado, etc.

Jeová declara que o mundo está firmado e que não se abala: “Dizei entre as nações: Jeová reina; o mundo também se firmará para que nunca se abale” (Sl. 96:10). Mas o apóstolo Pedro declara que vai ser destruído: “Mas os céus e a terra que agora existem, pela mesma palavra se reservam como tesouro, e se guardam para o fogo, até o dia do juízo, e da perdição dos homens ímpios” (II Pd. 3:7).

Este mundo, no qual Jeová, pela sua sabedoria anda folgando. O salmista diz que ele formou o leviatã para nele folgar (Sl. 104:26). Que é o leviatã? O jacaré. Jeová anda folgando com jacarés? Isaías declara que Jeová vai castigar com sua grande espada a leviatã, a serpente veloz, e a leviatã, a serpente tortuosa, e matará o dragão que está no mar (Is. 27:1). Leviatã é figura de Satanás; e Jeová formou Satanás para nele folgar?

Vejamos agora o que o Novo Testamento revela sobre o abismo de Jeová, isto é, este mundo, pela boca do grande apóstolo Paulo: “Mas a justiça que é pela fé diz assim: Não digas em teu coração: Quem subirá ao céu? (isto é, a trazer do alto a Cristo). Ou: Quem descerá ao abismo? (isto é, a tornar a trazer dentre os mortos a Cristo)” (Rm. 10:6-7). O abismo é o lugar aonde vão todos os que morrem. É a morada dos mortos. Davi declarou, dizendo: “Jeová, fizeste subir a minha alma da sepultura; conservaste-me a vida para que não descesse ao abismo” (Sl. 30:3). É fantástico! Antes de este mundo ser criado, já existia o abismo, como se os homens estivessem todos predestinados para a morte.

Mas ainda há algo mais terrível que a Bíblia fala sobre o abismo, e que nós precisamos saber: Quando Satanás se exaltou pela soberba, e disse: “Eu subirei ao céu, acima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono, e no monte da congregação me assentarei, da banda dos lados do norte. Subirei acima das mais altas nuvens, e serei semelhante ao altíssimo. E CONTUDO LEVADO SERÁS AO INFERNO, AO MAIS PROFUNDO DO ABISMO” (Is. 14:13-15). O abismo que é este mundo em que vivemos, é o lugar dos mortos onde Jesus entrou para de lá arrancar os mortos, é também o inferno, e a morada de Satanás. Sendo assim, em Gn. 1:2 o inferno já existia antes da narrativa da criação.

Quando Jacó, no leito de morte, abençoou seus doze filhos, quando abençoou José, assim falou: “Pelo deus de teu pai, o qual te ajudará, e pelo Todo-poderoso, o qual te abençoará com bênçãos dos céus de cima, com bênçãos do abismo que está debaixo, com bênçãos dos peitos e da madre” (Gn. 49:25). As bênçãos do céu de cima são sol e chuva na estação certa para a terra produzir fruto. As bênçãos do abismo são as bênçãos do inferno, que são: o poder, a glória, as riquezas, as propriedades, servos e servas, palácios, fama, status, e etc. Mas Jesus diz: “Aquele que não renuncia a tudo quanto tem, não pode ser meu discípulo” (Lc. 14:33).

Uma coisa para intrigar qualquer leitor da Bíblia, é a seguinte: “Porque o reino é de Jeová, e ele reina sobre as nações” (Sl. 22:28). Jeremias declara também: “Quem te não temeria a ti, ó rei das nações? pois isto só a ti pertence; porquanto entre todos os sábios das nações, e em todo o seu reino ninguém há semelhante a ti” (Jr. 10:7). Se Jeová é o rei das nações é o rei deste mundo, e se é o deus deste mundo é o rei do abismo, pois este mundo é o abismo. E é também o rei do inferno, pois o abismo é o inferno. E reina junto com Satanás, que é também o rei deste mundo (Lc. 4:5-8). E Jeová reina sobre os mortos, pois Jesus declara que todos neste mundo estão mortos (Mt. 8:21-22; Jo. 5:24).

Só Jesus reina sobre vivos, por isso declarou: “Na verdade, na verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida” (Jo. 5:24).

Há um detalhe que precisamos falar para finalizar: Jeová disse que vai criar céus novos e nova terra, e toda carne irá adorá-lo de sábado a sábado, e verão os corpos mortos dos que pecaram contra Jeová, onde o bicho não morre, e o fogo nunca se apaga (Is.66:22-24). E Jesus, em Mc.9:42-48, revela que esse novo céu e nova terra criados por Jeová é o inferno. Sendo assim, a criação de Jeová é precedida pelo inferno em Gn.1:2, e é o fim da sua criação, segundo a profecia do último capítulo de Isaías.

 

Autoria: Pastor Olavo Silveira Pereira

Deixe uma resposta