(695) – HERANÇA

Quem criou este mundo?

A Bíblia responde: “No princípio criou Deus os céus e a terra” (Gn.1:1).

Santo Agostinho, falando da criação, disse: ‘Por céus entendam-se todas as coisas espirituais, e por terra, todas as coisas materiais’.

Mas a narrativa da criação começa em Gn.1:3: “E disse Deus: Haja luz. E houve luz”. Mas essa não é a luz do Sol, porque o Sol só foi criado no quarto dia. Então, é outra luz que foi criada no primeiro dia: “Porque o mandamento é uma lâmpada, e a lei, uma luz, e as repreensões da correção são o caminho da vida” (Pv.6:23). Então, esta luz apagou-se quando Jesus veio ao mundo. João disse: “Ali estava a luz verdadeira, que alumia a todo o homem que vem ao mundo” (Jo.1:9). O mesmo João disse: “A lei foi dada por Moisés; a graça e a verdade vieram por Jesus Cristo” (Jo.1:17). Então, se a verdade só veio com a graça, a lei que veio antes, não era a verdade. Se a lei não é a verdade, o autor também não é. Por isso, a lei foi tirada. Paulo diz para os cristãos: “Pois o pecado não terá domínio sobre vós, pois não estais debaixo da lei, mas debaixo da graça” (Rm.6:14).

“Oh, vinde, adoremos e prostremo-nos! Ajoelhemos diante de Jeová que nos criou” (Sl.95:6). “Envias o teu Espírito; e são criados, e assim renovas a face da terra” (Sl.104:30). No Velho Testamento, todos os filhos dos israelitas acreditavam que Jeová era o único Deus. Jeová mesmo proclamava: “Assim diz Jeová, Rei de Israel e seu Redentor, Jeová dos exércitos: Eu sou o primeiro e eu sou o último, e fora de mim não há Deus” (Is.44:6). “Vede, agora, que eu, eu o sou, e mais nenhum deus comigo; eu mato e eu faço viver; eu firo e eu saro; e ninguém há que escape da minha mão” (Dt.32:29). “Eu formo a luz e crio as trevas; eu faço a paz e crio o mal; eu, Jeová, faço todas as coisas” (Is.45:7). “Tocar-se-á a buzina na cidade, e o povo não estremecerá? Sucederá qualquer mal à cidade, e Jeová não o terá feito?” (Am.3:6). “Eu fiz a terra e criei nela o homem; eu o fiz; as minhas mãos estenderam os céus, e a todos os seus exércitos dei as minhas ordens” (Is.45:12). “Eis que eu criei o ferreiro, que assopra as brasas no fogo, que produz a ferramenta para a sua obra; também criei o assolador, para destruir” (Is.54:16). “De Jeová é a terra e a sua plenitude, o mundo e aqueles que nele habitam” (Sl.24:1). “Eu fiz a terra, o homem, e os animais que estão sobre a face da terra, pelo meu grande poder, e com o meu braço estendido, e a dou a quem me agrada. E, agora, eu entreguei todas estas terras nas mãos de Nabucodonosor, rei da Babilônia, meu servo; e até os animais do campo lhe dei, para que o sirvam. E todas as nações servirão a ele, até que também venha o tempo da sua própria terra, quando muitas nações e grandes reis se servirão dele. E acontecerá que, se alguma nação ou reino não servirem o mesmo Nabucodonosor, rei da Babilônia, e não puserem o pescoço debaixo do jugo do rei da Babilônia, visitarei com espada, e com fome, e com peste essa nação, diz Jeová, até que as consumas pelas suas mãos” (Jr.27:5-8).

Satanás levou Jesus a um alto monte: “E o diabo, levando-o a um alto monte, mostrou-lhe num momento de tempo, todos os reinos do mundo. E disse-lhe Satanás: Dar-te-ei a ti todo este poder e a sua glória, porque a mim me foi entregue, e dou-o a quem quero. Portanto, se tu me adorares, tudo será teu. E Jesus, respondendo, disse: Vai-te, Satanás, porque está escrito: adorarás o Senhor, teu Deus, e só a ele servirás” (Lc.4:5-8).

Como provar que Jeová deu todos os reinos do mundo a Satanás? “Pede-me, e eu te darei as nações por herança, e os confins da terra por possessão. Tu os esmigalharás com uma vara de ferro; tu os despedaçaras como a um vaso de oleiro.” (Sl.2:8-9). Também foi feita uma profecia contra Nabucodonosor: “Então, proferirás este dito contra o rei da Babilônia e dirás: Como cessou o opressor! A cidade dourada acabou!” (Is.14:4). E Nabucodonosor é figura de Satanás: “Já foi derribada no inferno a tua soberba, com o som dos teus alaúdes; os bichinhos debaixo de ti se estenderão, e os bichos te cobrirão. Como caíste do céu, ó estrela da manhã, filha da alva! Como foste lançado por terra, tu que debilitavas as nações! E tu dizias no teu coração: Eu subirei ao céu, e, acima das estrelas de Deus, exaltarei meu trono, e, no monte da congregação me assentarei, da banda dos lados do norte. Subirei acima das mais altas nuvens e serei semelhante ao Altíssimo. E, contudo, levado serás ao inferno, ao mais profundo do abismo” (Is.14:11-15).

Se Jeová é o dono deste mundo e ele é o ‘Todo-Poderoso, El Shaddai’, Satanás não podia dizer a Jesus que todos os reinos deste mundo lhe foram entregues, se não fosse verdade. E Jesus não o desmentiu.

Deixe uma resposta