(095) – OS SERVOS DE JEOVÁ

Pode alguém servir a Deus? Parece que não, ainda que as pessoas creiam que servem. Os cristãos dizem: Eu sou servo de Deus. Paulo, porém diz o seguinte: “O Deus que fez o mundo e tudo o que nele há, sendo Senhor do céu e da terra, não habita em templos feitos por mãos de homens, NEM TAMPOUCO É SERVIDO POR MÃOS DE HOMENS, como que necessitando de alguma coisa” (At.17:24-25). Paulo esclarece que os cristãos servem a Jesus Cristo. “Paulo e Timóteo, servos de Jesus Cristo, a todos os santos em Cristo Jesus” (Fp.1:1). “Sabendo que recebereis do Senhor o galardão da herança, porque a Cristo, o Senhor, servis” (Cl.3:24). Quem serve a Jesus está indiretamente servindo a Deus, pois Jesus disse: “Ninguém vem ao Pai, senão por mim” (Jo.14:6). Ninguém pode servir a Deus diretamente, sem a mediação de Cristo por causa do pecado. Para servirmos a Deus temos de ser libertados do pecado. “Mas agora, libertados do pecado, e feitos servos de Deus, tendes o vosso fruto para santificação, e por fim a vida eterna” (Rm.6:22). O homem carnal e pecador não pode servir a Deus. Para servir a Deus o homem tem de nascer de novo e ser uma nova criatura em Cristo. Essa nova criatura, entretanto, sem Jesus, não pode servir a Deus, pois Jesus é a porta para o Pai. Paulo apóstolo disse: “Mas quero que saibais que Cristo é a cabeça de todo o varão, e o varão é a cabeça da mulher, e Deus é a cabeça de Cristo” (1 Co.11:3).  Paulo está revelando três coisas:

1. Deus não é cabeça dos homens, mas sim Cristo, por isso o homem não pode servir a Deus diretamente, mas indiretamente através de Jesus.

2.  Cristo não é cabeça de mulher, mas sim o varão, por isso a mulher não serve a Cristo diretamente, mas através do varão (marido, pai, ou pastor). Na sequência, Paulo afirma que a mulher que ora ou  profetiza com a cabeça descoberta desonra a sua própria cabeça, isto é o marido, pai, ou pastor (1 Co.11:5).

3.  Por último, Deus é cabeça de Cristo, isto é, Jesus é o servo do Deus vivo e verdadeiro, e o serve, por isso que Cristo nunca pecou (1 Pd.2:21-22). João descreve o serviço de Jesus Cristo com as seguintes palavras: “E a vida eterna é esta; que te conheçam, a ti só, como único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo a quem enviaste. Eu glorifiquei-te na terra, tendo consumado a obra que me deste a fazer” (Jo.17:3-4).

A respeito dos homens, a Bíblia diz: “Sempre seja Deus verdadeiro e todo o homem mentiroso” (Rm.3:4). “Como está escrito: Não há um justo, nem um sequer” (Rm.3:10).  Sendo assim, dá para entender, agora, o que Paulo diz: “Deus não é servido por mãos de homens” (At.17:24, 25).

Encontramos no Velho Testamento um quadro totalmente inverso ao do Novo Testamento. Moisés serviu a Jeová quarenta anos, desde a saída do Egito, com as pragas que Jeová enviou por seu intermédio, até o momento de entrar em Canaã (Js.1:2; Dt.34:5).  No entanto Moisés pouco sabia a respeito de Jesus (Hb.7:12-14). As igrejas cantam nos seus hinos que vão entrar na Canaã celestial. Se Canaã é figura do céu, Moisés lá não vai entrar, como lemos em Dt.1:34-37; 4:21. Jesus disse que o que for desligado na terra será desligado no céu (Mt. 18:18).  Quem condenou Moisés foi Jeová, e esta não é a nossa posição. O profeta Samuel servia a Jeová no templo desde criança (1 Sm.2:11; 7:15-17). Mas Samuel não conheceu Jesus, e servia a Jeová sem nascer de novo!!!

Salomão servia a Jeová (1 Cr.28:9). Era amado por Jeová (2 Sm.12:24). Foi predestinado por Jeová (1 Rs.8:17-21). Adotado como filho de Jeová  (1 Cr.28:6). Até o nome foi dado por Jeová (1 Cr.22:9-10). E no entanto Salomão foi um homem lascivo e carnal, pois teve 700 mulheres e 300 concubinas (1 Rs.11:3). E eram todas abomináveis a Jeová, pois eram idólatras e impuras (1 Rs.11:1-2).   E este exército de sensualidade corrompeu Salomão, que se tornou o maior idólatra da história de Israel. Pois este homem servia a Jeová, e lhe construiu o templo. Salomão não conheceu a Jesus Cristo. Cristo nunca foi cabeça de Salomão, mas Jeová era, contrariando 1 Co.11:3.

Os sacerdotes levitas serviam no templo, pois foram escolhidos por Jeová para esse ministério glorioso (Nm.1:47-53). Foram separados, purificados, e consagrados para o serviço de Jeová no templo (Nm.8:5-14). Os levitas pertenciam a Jeová. Mas como Jeová podia ser cabeça dos levitas se eles não conheceram a Cristo? Lemos na Carta aos Hebreus: “Porque mudando-se o sacerdócio, necessariamente se faz mudança de lei. Porque aquele de quem estas coisas se dizem pertence a outra tribo, da qual ninguém serviu no altar. Visto ser manifesto que nosso Senhor Jesus Cristo procedeu de Judá, e concernente a essa tribo nunca Moisés falou em sacerdócio” (Hb.7:12-14). Está escrito nestes versos que os levitas não serviram a Jesus, logo Jesus não era sua cabeça. Mas serviam a Jeová, e eram todos propriedade particular de Jeová, sem passarem pelas mãos de Jesus (Jo.1:12-13). As obras de Jeová no Velho Testamento não se coadunam com a obra do Pai no Novo Testamento. Disse Jesus: “A obra de Deus é está. Que creiais naquele que ele enviou” (Jo.6:29).

Jeová não era servido apenas por Salomão, Davi, Gideão, Sansão e os levitas, mas era servido por estranhos. Era servido pelos Assírios, um povo corrupto e abominável (Is.8:7-8; 10:12-15). Jeová era também servido pelos caldeus, pois chama Nabucodonosor de servo. “E agora eu entreguei todas estas terras na mão de Nabucodonosor, rei da Babilônia, meu servo” (Jr.27:6). E diz porque entregou: “Eu fiz a terra, o homem, e os animais que estão sobre a face da terra, pelo meu grande poder, E A DOU AQUELE QUE ME AGRADA AOS OLHOS” (v.5). Nabucodonosor agradava aos olhos de Jeová? Mas Nabucodonosor não se converteu a Jesus Cristo e não nasceu de novo. Nabucodonosor destruiu Judá, queimou o templo de Deus, e destruiu Jerusalém, e agradou aos olhos de Jeová? (2 Cr.36:17-20).

Nabucodonosor, o ímpio perverso, servia a Jeová; mas o Pai não é servido por mãos de homens, nem nunca será. Os cristãos nascidos do Espírito Santo, esses servem a Jesus Cristo, mas nunca ao Pai de Jesus. A conclusão que se pode chegar é que Jeová entrou no projeto de Deus, cegou os profetas do Velho Testamento e também o povo de Israel para que não enxergassem que estavam sendo enganados. Os verdadeiros cristãos, entretanto sabem que o Pai nunca se revelou aos homens, a não ser através de Jesus que disse: “Estou a tanto tempo convosco, e não me tendes conhecido? Quem me vê a mim vê o Pai; como dizes tu: Mostra-nos o Pai?” (Jo.14:9). Disse mais Jesus aos religiosos do seu tempo: “Não me conheceis a mim, nem a meu Pai; se vós me conhecêsseis a mim, também conheceríeis a meu Pai” (Jo.8:19).

Autoria: Pr. Olavo Silveira Pereira

Deixe uma resposta