(769) – O DEUS VERDADEIRO

1.  Iahweh, o Deus dos hebreus, deu uma herança eterna para a descendência de Abraão: “E te darei a ti, e à tua semente depois de ti, a terra das tuas peregrinações, toda a terra de Canaã em perpétua possessão, e ser-lhes-ei o seu Deus” (Gn.17:8). O Deus Pai revelado por Jesus Cristo tem uma herança para os seus filhos: “Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que, segundo a sua grande misericórdia, nos gerou de novo para uma viva esperança, pela ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos, para uma herança incorruptível, incontaminável, e que se não pode murchar, guardada nos céus para vós” (1 Pd.1:3-4).

2.  Iahweh tem alma; e ele revela que os animais e as bestas feras também tem alma: “Disse eu no meu coração: É por causa dos filhos dos homens, para que Deus possa prová-los, e eles possam ver que são em si mesmos como os animais. Porque o que sucede aos filhos dos homens, isso mesmo também sucede aos animais; a mesma coisa lhes sucede; como morre um, assim morre o outro, todos têm o mesmo fôlego; e a vantagem dos homens sobre os animais não é nenhuma, porque todos são vaidade. Todos vão para um lugar; todos são pó, e todos ao pó tornarão. Quem adverte que o fôlego dos filhos dos homens sobe para cima, e que o fôlego dos animais desce para baixo da terra?” (Ec.3:18-21). “Corrige-te, ó Jerusalém, para que a minha alma não se aparte de ti, para que não torne em assolação e terra não habitada” (Jr.6:8). “E destruirei os vossos altos, e desfarei as vossas imagens do sol, e lançarei os vossos cadáveres sobre os cadáveres dos vossos deuses; a minha alma se enfadará de vós” (Lv.26:30). “Assim, pôs a descoberto as suas devassidões, e descobriu a sua vergonha; então, a minha alma se apartou dela, como já se tinha apartado a minha alma da sua irmã” (Ez.23:18). O Deus Pai, revelado por Jesus, não tem alma, pois é Espírito: “Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade” (Jo.4:24).

3.  Deus nunca foi visto por ninguém: “Deus nunca foi visto por alguém. O Filho unigênito, que está no seio do Pai, este o fez conhecer” (Jo.1:18). Iahweh foi visto pelos homens: “E subiram Moisés e Arão, Nadabe e Abiú, e setenta dos anciãos de Israel, e viram o Deus de Israel, e debaixo dos seus pés como que uma obra de pedra de safira e como o parecer do céu na sua claridade (Ex.24:9-10). Iahweh declara que foi visto pelos homens: “E disse: Ouvi agora as minhas palavras; se entre vós houver profeta, eu, Iahweh, em visão a ele me farei conhecer, ou em sonhos falarei com ele. Não é assim com meu servo Moisés, que é fiel em toda a minha casa. Boca a boca falo com ele, e de vista, e não por figuras, pois ele vê a semelhança de Iahweh; por que, pois, não tivestes temor de falar contra o meu servo, contra Moisés?” (Nm.12:6-8).

4“E esta é a mensagem que dele ouvimos, e vos anunciamos: que Deus é luz, e não há nele treva nenhuma” (1 Jo.1:5). Iahweh habita nas trevas: “E o povo estava em pé de longe. Moisés, porém, se chegou a escuridade, onde Deus estava” (Ex.20:21). “Fez das trevas o seu lugar oculto; o pavilhão que o cercava era a escuridão das águas e as nuvens dos céus” (Sl.18:11).

5.  “Este é o que esteve entre a congregação no deserto, com o anjo que lhe falava no monte Sinai, e com nossos pais, o qual recebeu as palavras de vida para no-las dar” (At.7:38). “Vós, que recebestes a lei por ordenação dos anjos, e não a guardastes” (At.7:53). Paulo confirma isto: “Logo, para que é a lei? Foi ordenada por causa das transgressões, até que viesse a posteridade a quem a promessa havia sido feita, e foi posta pelos anjos na mão de um mediador” (Gl.3:19). Portanto, Iahweh é anjo. No Novo Testamento lemos: “Porque isto é bom e agradável diante de Deus, nosso Salvador, que quer que todos os homens se salvem, e venham ao conhecimento da verdade. Porque há um só Deus, e um só mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo, homem” (1 Tm.2:3-5). Moisés foi mediador entre Iahweh e Israel. Jesus é mediador entre Deus Pai e a Igreja. Paulo afirma que só há um mediador. Quem crê que Iahweh é Deus, crê que Moisés é o Mediador. Mas Paulo afirma que há um só Mediador. Assim, ele descarta Moisés como mediador, e descarta Iahweh como Deus, descarta portanto, o concerto do Velho Testamento.

Quem crê em Cristo, tem que rejeitar Moisés.

Autoria: Pr. Olavo Silveira Pereira

3 thoughts on “(769) – O DEUS VERDADEIRO

    • Algumas apontavam para o Messias e grande parte delas se for levada no sentido literal, realmente elas não aconteceram o que prova que Jeová errou, exemplo:

      1º Jesus como Messias de Israel teria que se assentar no trono de Davi *Segundo A CARNE, mas não se assentou:

      (Atos 2:29,30) Homens irmãos, seja-me lícito dizer-vos livremente acerca do patriarca Davi, que ele morreu e foi sepultado, e entre nós está até hoje a sua sepultura.
      Sendo, pois, ele profeta, e sabendo que Deus lhe havia prometido com juramento que do fruto de seus lombos, segundo a carne, levantaria o Cristo, para o assentar sobre o seu trono,

      Jesus deveria vir como ditador para reinar sobre este mundo, porém ele rejeitou esse mundo:

      (Salmos 2:5-9) Então lhes falará na sua ira, e no seu furor os turbará.
      Eu, porém, ungi o meu Rei sobre o meu santo monte de Sião.
      Proclamarei o decreto: o Senhor me disse: Tu és meu Filho, eu hoje te gerei.
      Pede-me, e eu te darei os gentios por herança, e os fins da terra por tua possessão.
      Tu os esmigalharás com uma vara de ferro; tu os despedaçarás como a um vaso de oleiro.

      Jesus graças a Deus não se assentou no trono de Davi, e por isso mesmo grande parte das pessoas chegaram a duvidar se Jesus era o messias:

      (Mateus 11:2-6) E João, ouvindo no cárcere falar dos feitos de Cristo, enviou dois dos seus discípulos,
      A dizer-lhe: És tu aquele que havia de vir, ou esperamos outro?
      E Jesus, respondendo, disse-lhes: Ide, e anunciai a João as coisas que ouvis e vedes:
      Os cegos vêem, e os coxos andam; os leprosos são limpos, e os surdos ouvem; os mortos são ressuscitados, e aos pobres é anunciado o evangelho.
      E bem-aventurado é aquele que não se escandalizar em mim.

      Os discípulos chegaram a ficar em dúvida:

      (João 14:6-11) Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.
      Se vós me conhecêsseis a mim, também conheceríeis a meu Pai; e já desde agora o conheceis, e o tendes visto.
      Disse-lhe Filipe: Senhor, mostra-nos o Pai, o que nos basta.
      Disse-lhe Jesus: Estou há tanto tempo convosco, e não me tendes conhecido, Filipe? Quem me vê a mim vê o Pai; e como dizes tu: Mostra-nos o Pai?
      Não crês tu que eu estou no Pai, e que o Pai está em mim? As palavras que eu vos digo não as digo de mim mesmo, mas o Pai, que está em mim, é quem faz as obras.
      Crede-me que estou no Pai, e o Pai em mim; crede-me, ao menos, por causa das mesmas obras.

      Porém grande parte dos grandes homens do velho testamento, chegaram a conclusão de que Jeová era um impostor.

      Atenciosamente,
      Pr. Abner Pereira Dancuart.

Deixe uma resposta