(712) – DEUSES EM COLISÃO 5

1)   Iahweh plantou uma vinha: “Tua mãe era como uma videira na tua inquietação, plantada à borda das águas; ela frutificou, e encheu-se de ramos, por causa das muitas águas. E tinha varas fortes para cetros de dominadores, e elevou-se a sua estatura entre os espessos ramos, e foi vista na sua altura com a multidão dos seus ramos. Mas foi arrancada com furor, foi abatida até a terra, e o vento oriental secou o seu fruto: quebraram-se e secaram-se as suas fortes varas, e o fogo as consumiu. E, agora está plantada no deserto, numa terra seca e sedenta. E de uma vara dos seus ramos saiu fogo que consumiu o seu fruto, de maneira que não há nela nenhuma vara forte, cetro para dominar. Esta é a lamentação, e servirá de lamentação” (Ez.19:10-14).

2)   Iahweh mandou água da morte para todos: “Porque eis que trago um dilúvio de águas sobre a terra, para desfazer toda a carne em que há espírito de vida debaixo dos céus: tudo o que há na terra expirará” (Gn.6:17).

       Jesus trouxe água da vida para todos: “E o Espírito e a esposa dizem: Vem! E quem ouve diga: Vem! E quem tem sede venha; e quem quiser tome de graça da água da vida” (Ap.22:17).

3)   No Velho Testamento Iahweh mandou o dilúvio da ira. No Novo Testamento, o Deus Pai mandou o dilúvio do amor: “isto é, Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não lhes imputando os seus pecados; e pôs em nós a palavra da reconciliação” (2 Co.5:19).

4)   Iahweh mandou Noé para condenar o mundo: “Pela fé, Noé, divinamente avisado das coisas que ainda não se viam, temeu, e, para salvação da sua família, preparou a arca, pela qual condenou o mundo, e foi feito herdeiro da justiça que é segundo a fé” (Hb.11:7).

      No Novo Testamento: “Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (Jo.3:16). “Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele” (Jo.3:17).

5)   Iahweh é o juiz deste mundo, ele julga e mata: “Er, porem, o primogênito de Judá, era mau aos olhos de Iahweh, pelo que Iahweh o matou” (Gn.38:7). “Esta, pois, é a escritura que se escreveu: Mene, Mene, Tequel, e Ufarsim. Esta é a interpretação: MENE: Contou Deus o teu reino, e o acabou. TEQUEL: Pesado foste na balança, e foste achado em falta. UFARSIM: Dividido foi o teu reino, e deu-se aos medos e aos persas. Então mandou Belsazar que vestissem a Daniel de púrpura, e que lhe pusessem uma cadeia de ouro ao pescoço, e proclamassem a respeito dele que havia de ser o terceiro dominador do reino. Naquela mesma noite, foi morto Belsazar, rei dos caldeus” (Dn.5:25-30). Belsazar era o filho de Nabucodonosor.

       O Deus que o mandou matá-lo foi Iahweh, porque o Deus Pai revelado por Jesus Cristo, não julga ninguém: “E também o Pai a ninguém julga, mas deu ao Filho todo o juízo” (Jo.5:22). “Mas Deus, não tendo em conta os tempos da ignorância, anuncia agora a todos os homens, e em todo lugar, que se arrependam, porquanto tem determinado um dia em que com justiça há de julgar o mundo, por meio do varão que destinou; e disso deu certeza a todos, ressuscitando-o dos mortos” (At.17:30-31).

6)   Iahweh criou um povo que era trevas: “Trazei o povo cego, que tem olhos; e os surdos, que tem ouvidos” (Is.43:8).

       Jesus criou um povo que é luz: “Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte” (Mt.5:14). “Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus” (Mt.5:16).

7)   “E dize-lhes: Assim diz Adonai Iahweh: No dia em que escolhi a Israel, levantei a mão para a descendência da casa de Jacó, e me dei a conhecer a eles na terra do Egito, e levantei a mão para eles, dizendo: Eu sou Iahweh vosso Deus” (Ez.20:5). Os fariseus perguntaram a Jesus: “Onde está teu Pai? Jesus respondeu: Não me conheceis a mim, nem a meu Pai; se vós me conhecêsseis a mim, também conheceríeis a meu Pai” (Jo.8:19). “Tudo por meu pai me foi entregue; e ninguém conhece quem é o Filho, senão o Pai, nem quem é o Pai, senão o Filho, e aquele a quem o Filho o quiser revelar” (Lc.10:22). Como os judeus mataram Jesus antes dele revelar claramente quem era o Pai, estão em trevas até hoje, e também os cristãos estão em trevas até hoje, pois não conhecem o verdadeiro Pai de Jesus. Se Iahweh se deu a conhecer e só Jesus pode revelar quem é o Pai, então Iahweh não é o Pai: “Deus nunca foi visto por alguém. O Filho unigênito, que está no seio do Pai, este o fez conhecer” (Jo.1:18). Se só o Filho revela quem é o Pai, só o Pai revela quem é o Filho.

Autoria: Pr. Olavo Silveira Pereira

Deixe uma resposta