(736) – ESPÍRITO DE SACRIFÍCIO

Que é espírito de sacrifício? É amor: “Ninguém tem maior amor do que este: de dar alguém a sua vida pelos seus amigos” (Jo.15:13). É o sentimento mais elevado, mais nobre, mais puro, mais divino, mais cristão. Uma esposa consagrada ao lar, ao esposo, aos filhos, tem o espírito de sacrifício. Um filho obediente, disciplinado, dedicado aos estudos e a Deus, tem o espírito de sacrifício. Um esposo pronto a dar a vida pela esposa e filhos, tem o espírito de sacrifício: Vós, maridos, amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela, para a santificar, purificando-a com a lavagem da água, pela palavra” (Ef.5:25-26). 

Onde o amor de Cristo está existe o Espírito de Sacrifício – Rejeitar este mundo é tão difícil, que exige Espírito de Sacrifício. Existem dois tipos de sacrifício: os ÚTEIS, e os INÚTEIS: “Então, disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz e siga-me; porque aquele que quiser salvar a sua vida perdê-la-á, e quem perder a sua vida por amor de mim achá-la-á” (Mt.16:24-25). Carregar a cruz para me salvar, é sacrifício INÚTIL – egoísmo. O sacrifício ÚTIL está em 1 Jo.3:16-18: “Conhecemos a caridade nisto: que ele deu a sua vida por nós, e nós devemos dar a vida pelos irmãos. Quem, pois, tiver bens do mundo e, vendo o seu irmão necessitado, lhe cerrar o seu coração, como estará nele a caridade de Deus? Meus filhinhos, não amemos de palavra, nem de língua, mas por obra e em verdade”. “E os que são de Cristo, crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências” (Gl.5:24). O sacrifício perfeito sempre beneficia alguém ou todos: “Ninguém tem maior amor do que este: de dar alguém a sua vida pelos seus amigos” (Jo.15:13). O Espírito de Sacrifício aperfeiçoa a caridade, a misericórdia, a justiça e a virtude. 

a) O Espírito de Sacrifício produz: Renuncia total: Uma vez Jesus estava em Jericó e viu um homem muito rico trepado numa figueira para vê-lo. E Jesus olhando para cima, disse: “Zaqueu, desce depressa, porque, hoje, me convém pousar em sua casa”. E, ele desceu e recebeu-o com júbilo. E Zaqueu disse ao Senhor: “Senhor, eis que dou aos pobres metade dos meus bens; e, se em alguma coisa tenho defraudado alguém, o restituo quadruplicado”. E Jesus disse: “Hoje veio salvação a esta casa. Porque o Filho do Homem veio buscar e salvar o que se havia perdido” (Resumo de Lc.19:1-10). 

b) O Espírito de Sacrifício produz: Perdão: “Então, Pedro, aproximando-se de Jesus disse: Senhor, até quantas vezes pecará o meu irmão contra mim, e eu lhe perdoarei? Até sete? Jesus lhe disse: Não te digo até sete, mas até setenta vezes sete” (Mt.18:21-22). 

c) O Espírito de Sacrifício produz: Liberdade: Um jovem rico perguntou a Jesus: “Que bem farei, para conseguir a vida eterna?” (Mt.19:16). E Jesus respondeu: “Se queres entrar na vida, guarda os mandamentos?” (Mt.19:17). E o moço disse: “Tudo isso tenho guardado desde a minha mocidade; que me falta ainda? Vai, vende tudo o que tens, dá-o aos pobres, e terás um tesouro no céu; e vem, e segue-me. E o jovem, retirou-se triste. E Jesus disse: É mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha, do que entrar um rico no Reino de Deus” (Mt.19:20-23). O homem sacrifica tudo, menos o dinheiro. 

E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para o sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse caridade, nada disso me aproveitaria” (1 Co.13:3).

Autoria: Pr. Olavo Silveira Pereira

Deixe uma resposta