(520) – DEUS JÁ FOI VISTO?

DEUS   JÁ   FOI   VISTO ?

O apóstolo João declarou: “Deus nunca foi visto por ninguém. O Filho unigênito, que está no seio do Pai, esse o fez conhecer” (Jo.1:18). O apóstolo Paulo concorda com João, dizendo que Deus habita na luz inacessível; a quem nenhum dos homens viu nem pode ver (I Tm.6:16). Examinando as Escrituras, lemos que Jeová declara que apareceu a Abraão, a Isaque e a Jacó (Ex.6:2-3). Moisés viu Jeová pelas costas (Ex.33:18-23). Em outra ocasião, subiram ao monte Moisés, Arão, Nadabe e Abiú, filhos de Arão, e mais setenta dos anciãos de Israel, e viram o deus de Israel, e debaixo de seus pés havia como uma obra de pedra de safira, e como o parecer do céu na sua claridade (Ex.24:9-10).Numa reunião em que estavam três pastores, da Argentina e Chile entre eles, afirmei que o deus do Velho Testamento foi visto, mas o Deus Pai de Jesus Cristo nunca foi visto. Os três pastores afirmaram que foram teofanias. A Escritura Sagrada não pode ser entendida literalmente, pois o Velho Testamento é todo escrito em figuras e alegorias, e o Novo Testamento é todo escrito em parábolas, alegorias e mistérios (Sl.78:2; Gl.4:21-25; Rm.5:14; I Co.10:1-6; Mt.13:34-35).

Hoje, passados onze anos, dou a resposta àqueles três queridos pastores, a seguir:

  1. O deus da guerra foi visto muitas vezes (Ex.15:3).
  2. Como Jeová é o deus das guerras, seu nome é Senhor dos Exércitos (Is.47:4; 48;2; 51:15). Na guerra, Jeová extermina ímpios e justos (Ez.21:1-4).
  3.   O deus do ódio foi visto. Jeová que declarou amar a Israel (Os.11:1; Dt.23:5), mais tarde odiou Israel e a destruiu (Sl.78:58-59; II Rs.23:27).
  4. O deus das vinganças foi visto (Dt.32:35; Sl.94:1; Lv.26:25). Como onde impera a vingança não há perdão, não foi visto no Velho Testamento o Deus que salva a todos os homens (I Tm.4:10).
  5. O deus sem piedade foi visto (Ez.7:9; 8:18; Jr.13:14). Jeová não tem piedade nem das crianças de peito (Dt.32:22-25).
  6. O deus da ira e do furor foi visto. Quando Moisés estava no monte recebendo a lei de Jeová, Arão fez o bezerro de ouro. Jeová então clamou a Moisés: “Deixa-me, que o meu furor se acenda contra eles, e os consuma; e eu farei de ti uma grande nação” (Ex.32:10). Em outra ocasião, a ira acendeu, e o fogo de Jeová consumiu uma parte do arraial (Nm.11:1). Em outra ocasião o fogo de Jeová acendeu mais do que o inferno (Dt.32:22).
  7. O deus que se deleita em matar e destruir foi visto (Dt.28:63).
  8. O deus zombador foi visto (Sl.2:1-4; Pv.1:23-28).
  9. O deus que ordena a bênção e depois troca em maldição foi visto (Ml.2:1-2).
  10. O deus que manda a peste na frente para anunciar sua chegada foi visto (Hc.3:5).

Mas o Deus que é amor nunca foi visto no Velho Testamento. Por que não foi visto? Porque o amor de Deus só foi revelado em Jesus Cristo: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele” (Jo.3:16-17). E sabemos que não havia amor no Velho Testamento porque Jesus disse: “Um novo mandamento vos dou: Que vos ameis uns aos outros; como eu vos amei a vós” (Jo.13:34). Se o mandamento do amor é do Novo Testamento, não havia amor de Deus no Velho Testamento. E o amor ágape está expresso em Mt.5:43-48, que só passou a existir no Novo Testamento. Fica assim provado que o Deus que é amor nunca foi visto no Velho Testamento, e só pode ser visto em Jesus Cristo, que revelou na sua vida o amor de Deus Pai (Jo.1:18).

 

Autoria: Pastor Olavo Silveira Pereira

Deixe uma resposta