(416) – POR QUE JEOVÁ ENTREGOU JÓ A SATÃ?

POR QUE JEOVÁ ENTREGOU JÓ A SATÃ?

O próprio Jeová deu testemunho da fidelidade de Jó, dizendo a Satanás: “Observaste tu a meu servo Jó? Porque ninguém há na terra semelhante a ele, homem sincero e reto, temente a Deus, e desviando-se do mal” (Jó 1:8).

Satanás, adversário e acusador dos homens, respondeu e disse: “Porventura não o cercaste tu de bens a ele, e a sua casa, e tudo quanto tem? A obra de suas mãos abençoaste e o seu gado está aumentando na terra. Mas estende a tua mão e toca-lhe em tudo quanto tem, e verás se não blasfema de ti na tua face!” (Jó 1:9-11).

Se Jeová considerava Jó fiel e reto, por que disse a Satã? “Eis que tudo quanto tem está na tua mão; somente contra ele não estendas a tua mão. E Satanás saiu da presença de Jeová” (Jó 1:12).

O resultado deste diálogo entre deus e Satã, foi a morte dos filhos de Jó, e a destruição de tudo o que Jó tinha, casas, rebanhos, etc. (Jó 1:13-18). “Jó se levantou, e rasgou o seu manto, e rapou a sua cabeça, e se lançou em terra, e adorou; e disse: Nu sai do ventre de minha mãe, e nu tornarei para lá; Jeová o deu, e Jeová o tomou; bendito seja o nome de Jeová” (Jó 1:20, 21).

Pela segunda vez Jeová elogia a fidelidade de Jó para Satã; este incita Jeová dizendo: Toca-lhe no corpo e verás se não blasfema de ti na tua face (Jó 2:1-5). E novamente Jeová disse a Satã: “Eis que ele está na tua mão; poupa, porém, a sua vida” (Jó 2:6). “E Satanás feriu Jó duma chaga maligna, desde a planta do pé até ao alto da cabeça” (Jó 2:7).

A pergunta se repete: Por que Jeová entregou Jó à Satanás? Não aceitamos a explicação esfarrapada dos adeptos de Jeová, que dizem: Jeová deus não entregou, mas permitiu. Por duas vezes Jeová disse:“EIS QUE ELE ESTÁ NA TUA MÃO” (Jó 1:12; 2:6). Jeová confiou a Satanás a missão de levar Jó a blasfemar. Isso não é permitir, mas trabalhar em parceria.

Parece-nos mais coerente a explicação de Elifaz, um dos três amigos de Jó. Ele disse: “Seria porventura o homem mais justo do que Deus? Seria porventura o varão mais puro do que o seu criador? Eis que nos seus servos não confia, e nos seus anjos encontra loucura” (Jó 4:17-18). INCRÍVEL! Jeová não confia mais nos anjos e nem nos servos. Jeová entregou Jó à Satanás, porque não confiava na pureza e retidão de Jó. E por que não confiava? Porque está escrito: “Na verdade, que não há homem justo sobre a terra, que faça o bem, e nunca peque” (Ec. 7:20). E Salomão, na oração de consagração do templo recém construído, diz:“Quando pecarem contra ti (pois não há homem que não peque)” (I Rs. 8:46). Na primeira prova de Jó, está escrito: “EM TUDO ISTO JÓ NÃO PECOU” (Jó 1:22). Na segunda prova, quando Jó foi ferido de lepra, sua mulher o incitou, dizendo: “Ainda reténs a tua sinceridade? Amaldiçoa teu deus e morre” (Jó 2:9). E pela segunda vez Jó não pecou (Jó 2:10). No fim do livro, Jeová testemunha novamente de Jó, para seus amigos, dizendo: “A minha ira se acendeu contra vós, porque não dissestes de mim o que era reto, como o meu servo Jó” (Jó 42:7). Fica assim provado que Jó não pecou do princípio ao fim do livro.

Vamos ver agora o que pensa Jeová dos homens, para que entregasse Jó na mão de Satanás: “QUE É O HOMEM, PARA QUE SEJA PURO? E O QUE NASCE DA MULHER, PARA QUE FIQUE LIMPO?” (Jó 15:14). “Quem do imundo tirará o puro? Ninguém” (Jó 14:4). “Como, pois, seria justo o homem perante deus, e como seria puro aquele que nasce da mulher? Olha, até a lua não resplandece, e as estrelas não são puras aos seus olhos. E quanto menos o homem, que é um verme, e o filho do homem, que é um bicho”! (Jó 25:4-6). O verme referido neste texto é o verme do esterco do homem. A consideração que Jeová tem pelo homem, é a mesma que sente por um verme. É por isso que entregou Jó na mão de Satanás. Para Jeová é impossível que um verme não mergulhe no esterco pútrido. Não interessava portanto, resistir a Satanás em favor de Jó.

Mas o livro de Jó tem mais revelações sobre Jeová em relação aos homens: “Porventura o homem será de algum proveito para Deus? Antes a si mesmo o prudente será proveitoso. Ou tem o Todo-poderoso prazer em que tu sejas justo, ou lucro algum em que tu faças perfeitos os teus caminhos”? (Jó 22:2-3). Jeová consome o reto e o ímpio (Jó 9:22), pois não há diferença entre o verme reto e o verme ímpio: “Desde manhã até à tarde são despedaçados; e eternamente perecem sem que disso se faça caso” (Jó 4:20). Vejamos agora o que Jó fala do deus Jeová:

1.  “Sabei agora que Deus é que me transtornou, e com sua rede me cercou. Eis que clamo: Violência! mas não sou ouvido; grito: Socorro! mas não há justiça. O meu caminho ele entrincheirou, e não posso passar; e nas minhas veredas pôs trevas. Da minha honra me despojou, e tirou-me a coroa da minha cabeça. Quebrou-me de todos os lados, e eu me vou; e arrancou a minha esperança, como a uma árvore. E fez inflamar contra mim a sua ira, e me reputou para consigo como a um de seus inimigos” (Jó 19:6-11).

2.  “Entrega-me deus ao perverso, e nas mãos dos ímpios me faz cair” (Jó 16:11). Quando Jeová disse: “Eis que Jó está nas tuas mãos” (Jó 1:12), Jeová o entregou ao perverso. Os três amigos de Jó são os ímpios que acusavam Jó.

3.  “Porque deus desatou a sua corda, e me oprimiu” (Jó 30:11). Jó reputou a Jeová todos os males que o afligiam, vindos do mesmo deus, que o entregou à Satanás. E disse mais Jó: “Direi a deus: Não me condenes; faze-me saber por que contendes comigo. Parece-te bem que me oprimas, que rejeites o trabalho das tuas mãos e resplandeças sobre o conselho dos ímpios”? (Jó 10:2-3).

4.  Os cristãos pensam que foi Satanás que afligiu Jó, mas Jó atribui tudo à Jeová, como vimos acima. E Jó clamou dizendo: “Compadecei-vos de mim, amigos meus; compadecei-vos de mim, porque a mão de deus me tocou” (Jó 19:21). Logo, a mão de deus, isto é, de Jeová, é Satanás. Mas a mão do Pai é Cristo (At. 11:21)

 

Autoria: Pastor Olavo Silveira Pereira

2 thoughts on “(416) – POR QUE JEOVÁ ENTREGOU JÓ A SATÃ?

  1. a paz do Senhor Jesus Pr a biblia versão João de Almeida Revista e corrigida aparecem SENHOR em todas Maisculas vemos tmb SENHOR Dos Exercitos esses nomes estão empregoados erroneamente pela tradução original que não é o Deus Pai de nosso senhor Jesus Cristo ?

    • O velho testamento, tem muitas vezes as palavras YHWH, ELOHIM, ADONAI.
      Por uma influência forte do judaísmo já na tradução feita por volta de 300 anos A.C. a Septuaginta a pedido de Alexandre o grande que construíra a maior biblioteca de todos os tempos em Alexandria (uma das 7 maravilhas do mundo antigo).
      Os 72 anciãos Judeus que traduziram a Septuaginta já no período interbíblico e cansados de serem entregues para os cativeiro por proclamarem o nove de YHWH em vão ( Os Judeus pararam de falar o nome de YHWH desde 587 A.C. cativeiro babilônico) Traduziram todo o velho testamento e substituíram o nome de YHWH em sua maioria por Kurios que em grego quer dizer Senhor, e Elohim que em hebraico significa Deuses/Divindades/Anjos por Téos que em grego significa Deus.

      Isso acaba muitas vezes dificultando a leitura das pessoas do velho testamento, porque tem dificuldade de identificar se é Deus o Pai de Jesus Cristo ( porque ele vê escrito Deus) ou se é Jeová.

      A bíblia João Ferreira De Almeida, sofre grande parte de sua tradução essa forte influência.
      Uma tradução que não sofre essa influência seria a tradução da bíblia católica a Bíblia de Jerusalém.
      Na bíblia de Jerusalém onde está escrito YHWH eles traduziram certinho só que onde esta escrito Elohim e Adonai, continua sendo Deus e Senhor.

      Atenciosamente,
      Pr. Abner Pereira Dancuart.

Deixe uma resposta