(629) – DOIS MINISTÉRIOS 36

Jeová declara: “Porque, como os céus novos e a terra nova que hei de fazer, estarão diante da minha face, diz Jeová, assim há de estar a vossa posteridade e o vosso nome. E será que, desde uma festa da lua nova até a outra, e de um sábado até ao outro, virá toda a carne a adorar perante mim, diz Jeová. E sairão, e verão os corpos mortos dos homens que prevaricaram contra mim; porque o seu verme nunca morre, nem o seu fogo se apagará; e serão um horror para toda carne” (Is.66:22-24).

Este é fim do ministério do Velho Testamento, cuja cabeça é Jeová. Ele afirma que no novo céu e na nova terra que ele vai criar, virá toda carne adorá-lo. No ministério do Novo Testamento a carne e o sangue não entram no Reino de Deus nem a corrupção herda a incorrupção (1 Co.15:50). Se a carne e o sangue herdam o Reino de Deus, a corrupção também vai herdar o Reino de Deus.

É por isso que no novo céu e na nova terra de Jeová, haverá pecado, maldições e morte (Is.65:20). Jeová declara que ele é o Deus de toda carne, logo ele é o Deus de toda corrupção (Jr.32:27). Paulo diz: “Porque os que são segundo a carne inclinam-se para as coisas da carne; mas os que são segundo o Espírito, para as coisas do Espírito. Porque a inclinação da carne é morte; mas a inclinação do Espírito é vida e paz. Porque a inclinação da carne é inimizade contra Deus, pois não é sujeita à lei de Deus, nem em verdade o pode ser. Portanto, os que estão na carne não podem agradar a Deus” (Rm.8:5-8). Jeová é o Deus da morte: “A inclinação da carne é morte”, “Do Senhor Javé são as portas da morte” (Sl.68:21) (Bíblia de Jerusalém).

A carne é inimizade contra o Deus Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, mas não é inimizade contra Jeová, porque Jeová disse: que toda carne adora Jeová: “Virá toda a carne adorar perante mim, diz Jeová” (Is.66:23). “E as obras da carne são: prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem estas coisas não herdarão o reino de Deus” (Gl.5:19-21). Mas herdarão o Reino de Jeová, onde haverá maldição, pecado e morte: “Não haverá mais nela criança de poucos dias, nem velho que não cumpra seus dias; porque o jovem morrerá de cem anos, mas o pecador de cem anos será amaldiçoado” (Is.65:20). A carne que vai adorar a Jeová verá uma montanha de cadáveres putrefatos dos que pecaram contra ele, cujo bicho não morre e o fogo nunca se apaga; serão um horror para toda carne (Is.66:24).

Jesus, porque ama os cristãos e por quem morreu na cruz, revela este mistério: “E qualquer que escandalizar um destes pequeninos que creem em mim, melhor lhe fora que lhe pusessem ao pescoço uma grande pedra de moinho, e que fosse lançado no mar. E, se a tua mão te escandalizar, corta-a; melhor é para ti entrares na vida aleijado do que, tendo duas mãos, ires para o inferno, onde o bicho não morre, e o fogo nunca se apaga. E, se teu pé te escandalizar, corta-o; melhor é para ti entrares coxo na vida do que, tendo dois pés, seres lançado no inferno, no fogo nunca se apaga, onde seu bicho não morre. E, se o teu olho te escandalizar, lança-o fora; melhor é para ti entrares no Reino de Deus com um só olho do que, tendo dois olhos, ser lançado no fogo do inferno, onde o seu bicho não morre, e o fogo que nunca se apaga…” (Mc.9:42-48).

Jesus revela que o novo céu e a nova terra de Jeová é o próprio inferno. Escape dele enquanto pode, só Jesus revela o verdadeiro novo céu e a verdadeira nova terra, onde não haverá lágrima, nem morte, nem pranto, nem clamor, nem dor (Ap.21:4).

 

Autoria: Pastor Olavo Silveira Pereira

Deixe uma resposta