(704) – CORRUPÇÃO 2

Davi estava na sacada do seu palácio. De repente ele viu uma mulher tomando banho. Ela se chamava Bate-Seba e o nome de seu marido era Urias, o heteu, um dos 37 valentes que Davi tinha: “Estes são os nomes dos valentes que Davi teve” (2 Sm.23:8). Urias, o heteu, foi o último dos valentes. Bate-Seba era de extrema beleza: “E aconteceu, à hora da tarde, que Davi se levantou do seu leito, e andava passeando no terraço da casa real, e viu do terraço a uma mulher que se estava lavando; e era esta mulher mui formosa à vista” (2 Sm.11:2). “Então, enviou Davi mensageiros e a mandou trazer; e, entrando ela a ele, se deitou com ela (e já ela se tinha purificado da sua imundície); então, voltou ela para sua casa. E a mulher concebeu, e enviou, e fê-lo saber a Davi, e disse: Pejada estou. Então, enviou Davi a Joabe, dizendo: Envia-me Urias, o heteu. E Joabe enviou Urias a Davi. Vindo, pois, Urias a ele, perguntou Davi como ficava Joabe, e como ficava o povo, e como ia a guerra. Depois, disse Davi a Urias: Desce à tua casa, e lava os teus pés. E, saindo Urias da casa real, logo saiu atrás dele iguaria do rei. Porém Urias se deitou à porta da casa real, com todos os servos do seu senhor, e não desceu à sua casa. Então, disse Davi a Urias: Não vens tu de uma jornada? Por que não desceste a tua casa? E disse Urias a Davi: A arca, e Israel, e Judá ficam em tendas, e Joabe, meu senhor, e os servos de meu senhor, estão acampados no campo; e hei de eu entrar na minha casa, para comer e beber com minha mulher? Pela tua vida e pela vida de tua alma, não farei tal coisa. Então, disse Davi a Urias: Fica cá, ainda hoje aqui, e amanhã te despedirei. Urias, pois, ficou em Jerusalém aquele dia e o seguinte. E Davi o convidou, e comeu e bebeu diante dele, e o embebedou; e, à tarde, saiu a deitar-se na sua cama, com os servos de seu senhor; porém, Urias não desceu a sua casa. E sucedeu que, pela manhã, Davi escreveu uma carta a Joabe, e mandou-lha por mão de Urias. Escreveu na carta, dizendo: Ponde Urias na frente da maior força da peleja; e retirai-vos de detrás dele, para que seja ferido e morra” (2 Sm.11:4-15). “E morreu Urias, o heteu” (2 Sm.11:17). Este foi um ato de extrema corrupção.

Então, Iahweh falou a Davi: “Eu te ungi rei sobre Israel, e eu te livrei das mãos de Saul, e te dei a casa de teu senhor, e as mulheres de teu senhor, em teu seio, e também te dei a casa de Israel e de Judá; e, se isto é pouco, mais te acrescentaria tais e tais coisas. Por que, pois, desprezaste a palavra de Iahweh, fazendo o mal diante de seus olhos? A Urias, o heteu, feriste à espada, e a sua mulher tomaste por tua mulher; e a ele mataste com a espada dos filhos de Amnom. Agora, pois, não se apartará a espada jamais da tua casa, porquanto me desprezaste, e tomaste a mulher de Urias, o heteu, para que te seja por mulher. Assim diz Iahweh: Eis que suscitarei da tua mesma casa o mal sobre ti, e tomarei tuas mulheres perante os teus olhos; e as darei a teu próximo, o qual se deitará com tuas mulheres perante este sol. Então, disse Davi a Natã: Pequei contra o Iahweh. E disse Natã a Davi: Também Iahweh traspassou o teu pecado; não morrerás. Todavia, porquanto com este feito deste lugar sobremaneira a que os inimigos de Iahweh blasfemem, também o filho que te nasceu certamente morrerá” (2 Sm.12:7-14). Esta maldição de Iahweh se cumpriu no capítulo 13 de 2 Samuel.

Amnom foi tomado de violenta paixão por sua irmã Tamar: “E, … , para que ele comesse, ele pegou dela, e disse-lhe: Vem, deita-te comigo, minha irmã. Porém ela disse: Não, irmão meu, não me forces, porque não se faz assim em Israel; não faças tal loucura. Porque aonde iria eu com a minha vergonha? E tu serias como um dos loucos de Israel. Agora, pois, peço-te que fales ao rei; porque me não me negará a ti. Porém ele não quis dar ouvidos à sua voz; antes, sendo mais forte do que ela, a forçou e se deitou com ela. Depois, Amnom a aborreceu com grandíssimo aborrecimento, porque era maior o aborrecimento com que a aborrecia do que o amor com que a amara. E disse-lhe Amnom: Levanta-te, e vai-te. Então, ela lhe disse: Não há razão de me despedires assim; maior seria este mal do que o outro que já me tens feito. Porém ele não lhe quis dar ouvidos. E chamou ao seu moço que o servia, e disse: Deita a esta fora e fecha a porta após ela” (2 Sm.13:11-17).

Desde quando um ato de corrupção se conserta com outro ato de corrupção? Este ato de corrupção foi feito por Iahweh de acordo com o que ele disse antes em 2 Sm.12:11: “Assim diz Iahweh: Eis que suscitarei da tua mesma casa o mal sobre ti, e tomarei tuas mulheres perante os teus olhos, e as darei a teu próximo, o qual se deitará com tuas mulheres perante este sol”.

Autoria: Pr. Olavo Silveira Pereira

Deixe uma resposta