(593) – OS DOIS MINISTÉRIOS 29

 

1)    Jeová promete criar céus novos e nova terra: “Porque, eis que eu crio novos céus e nova terra; e não haverá lembrança das coisas passadas, nem mais deles se recordarão” (Is.65:17). No Novo Testamento é visto um novo céu e uma nova terra, e o mar já não existe (Ap.21:1).

2)    Jeová promete criar para Jerusalém alegria, e para o seu povo gozo (Is.65:18).

Em 1948 foi criado o Estado de Israel. Onde era o templo de Salomão, está hoje a fabulosa mesquita de OMAR, construída pelo califa Omar no ano 1600. O que sobrou para Israel foi o muro das lamentações, onde os judeus tem orado e clamado por 2010 anos (Is.65:19).

3)    “Não haverá mais crianças de poucos dias, nem velho; porque o mancebo morrerá de cem anos, o pecador de cem anos será amaldiçoado” (Is.65:20). Na Jerusalém celestial onde vão habitar os ressuscitados por Jesus, todos terão vida eterna, e não haverá mais morte (Jo.3:36). E também não haverá mais maldições contra ninguém, pois Cristo nos resgatou das maldições da lei, fazendo-se maldição por nós (Gl.3:13).

4) “Os herdeiros de Jeová edificarão casas e habitaram nelas, e plantarão vinhas e comerão do seu fruto. Não edificarão para que outros habitem; nem plantarão para que outros comam; porque os dias do meu povo serão como os dias da árvore, e os meus eleitos gozarão das obras das suas mãos até a velhice” (Is.65:22).

Abraão, o pai da fé, já sabia que no céu ninguém vai usar enxada e arado. No livro de Hebreus lemos: “Pela fé habitou na terra da promessa, como em terra alheia, morando em cabanas com Isaque e Jacó, herdeiros com ele da mesma promessa, porque esperava a cidade da qual o artífice e construtor é Deus” (Hb.11:9-10). Abraão não creu na promessa de Jeová. E Paulo diz: “Porque sabemos que, se a nossa casa terrestre deste tabernáculo se desfizer, temos de Deus um edifício, uma casa não feita por mãos, eterna, nos céus” (2 Co.5:1). O Apocalipse declara que Deus provê alimento para os salvos: “No meio da sua praça, e de uma e da outra banda do rio, estava a árvore da vida, que produz doze frutos, dando seu fruto de mês em mês. E as folhas da árvore são para a saúde das nações” (Ap.22:2). Então lá no céu não haverá dentista, psiquiatra, psicólogos, nem terapeutas. A árvore da vida resolve tudo.

5)    A escritura diz que no novo céu e na nova terra de Jeová os herdeiros de Jeová não trabalharão debalde, nem terão filhos para perturbação; porque são a semente dos benditos de Jeová e seus descendentes com eles (Is.65:23).

No Novo Testamento está escrito: “Os que forem havidos por dignos de alcançar o mundo vindouro, e a ressurreição dos mortos, nem hão de casar, nem ser dados em casamento; porque já não podem mais morrer; pois são iguais aos anjos, e são filhos de Deus, sendo filhos da ressurreição” (Lc.20:35-36). Logo não haverá descendência.

6)   Jeová diz: “E será que antes que clamem, eu responderei; estando eles ainda falando, eu os ouvirei. O lobo e o cordeiro se apascentarão juntos, e o leão comerá palha como o boi, e pó será a comida da serpente” (Is.65:24-25).

Incrível, mas a serpente de Gn.3:14 está no novo céu e na nova terra de Jeová, para se alimentar dos mortos, porque na nova terra de Jeová não haverá ressurreição dos mortos.

7)   Diz mais Jeová: “Porque, como os céus novos e a terra nova que hei de fazer, estarão diante da minha face; assim há de estar a vossa posteridade e o vosso nome. E será que de uma lua nova até à outra, e desde um sábado até ao outro, virá toda a carne a adorar perante mim” (Is.66:22-23).

Paulo diz que a carne e o sangue não podem herdar o reino de Deus, nem a corrupção herda a incorrupção (1 Co.15:50), e Jeová aceita a adoração da carne, logo aceita a adoração da corrupção. Jeová é o Deus da corrupção. É por isso que Ec.7:20 diz: “Na verdade não há homem justo sobre a terra, que faça o bem, e nunca peque”.

1 Rs.8:46 diz: “Quando pecarem contra ti (pois não há homem que não peque)”.

Quando em Is.6:3 ele diz: “Santo, Santo, Santo é o Jeová dos Exércitos”, Isaías estava enganado porque Jeová é o deus de toda carne, e carne é corrupção, mas a carne e a corrupção não herdam o reino de Deus, nem a corrupção herda a incorrupção, mas Jeová aceita a adoração da carne, logo, aceita a adoração da corrupção (Jr.32:27).

É por isso que no novo céu e na nova terra de Jeová existe a serpente que come pó, e existe uma montanha de cadáveres putrefatos onde o bicho não morre e o fogo não apaga, que será uma visão eterna de horror para os que creem em Jeová (Is.66:24). Esta visão Jesus chama de inferno (Mc.9:42-50).

 

Autoria: PASTOR OLAVO SILVEIRA PEREIRA

Deixe uma resposta