(615) – O MELHOR PARA O HOMEM

Paulo disse que seria bom que o homem não tocasse em mulher (1 Co.7:1).

Estará Paulo certo? Parece que sim, porque o casamento impõe dívida. Diz a escritura: “O marido pague à mulher a devida benevolência, e da mesma sorte, a mulher ao marido” (1 Co.7:3). 

Mas a Palavra de Deus declara que todos pecaram e destituídos foram da glória de Deus (Rm.3:23). Como o homem está moralmente caído, ele não tem defesa contra o pecado. Se o homem não casa cai em prostituição. Por isso Paulo aconselha a casar: “Mas, por causa da prostituição, cada um tenha a sua própria mulher, e cada uma tenha o seu próprio marido” (1 Co.7:2).

Além da dívida há um outro ponto. O casamento obriga a uma escravidão: “A mulher não tem poder sobre o seu próprio corpo, mas tem-no o marido; e também da mesma maneira, o marido não tem poder sobre o seu próprio corpo, mas tem-no a mulher” (1 Co.7:4). Se a mulher se nega ao marido, leva-o a buscar outra mulher. De igual modo, se o marido não satisfaz a mulher, leva-a a buscar a companhia de outro homem. Muitas mulheres se tornam adúlteras por serem desprezadas. O homem que se nega à esposa peca contra Deus, pois o seu corpo pertence à esposa. Paulo recomenda: “Não vos defraudeis um ao outro, senão por consentimento mútuo, por algum tempo, para vos aplicardes à oração; e depois ajuntai-vos outra vez, para que Satanás não vos tente pela vossa incontinência” (1 Co.7:5).

Este texto prova que o sexo afasta de Deus, por isso, os cônjuges, para orar, se abstêm do prazer carnal. Perigo: Se a abstinência é muito prolongada, Satanás tenta, isto é, ele tem participação na intimidade do casal cristão. Então o casal cristão não está livre das investidas do demônio, pois o sexo não faz parte do reino de Deus, mas sim do reino de Satanás. É por isso que Paulo diz: “Bom seria que o homem não tocasse em mulher” (1 Co.7:1). Paulo diz que se o homem não consegue se livrar do sexo, ele é presa fácil de Satanás.

Como exemplo citamos o rei Davi que não conseguiu dominar a cobiça carnal, e esse pecado o levou a outros maiores.

Paulo recomenda que o cristão abra os olhos para entender que a vida espiritual é tão superior à vida física, e que ganhar almas para o reino de Deus é tão urgente, que os que têm mulher sejam como se não as tivessem (1 Co.7:29). “Os solteiros cuidam das coisas de Deus, em como há de agradar ao Senhor; mas o que é casado cuida das coisas do mundo, em como há de agradar a mulher” (1 Co.7:32-33). Há diferença entre a mulher solteira e a mulher casada: “A mulher solteira cuida das coisas de Deus para ser santa, tanto no corpo como no espírito. A casada cuida das coisas do mundo, em como há de agradar ao marido” (1 Co.7:34). Está claro neste texto que a mulher que casa, deixa de ser santa no corpo, e fica provado com isto que Deus tolera o sexo, mas não o aprova.

Autoria: PASTOR OLAVO SILVEIRA PEREIRA

2 thoughts on “(615) – O MELHOR PARA O HOMEM

  1. CONTRADIÇÃO – O AMOR VEM DE DEUS LOGO O AMOR É PERFEITO. NO DIABO O AMOR É ÓDIO. ATRAVÉS DE JEOVÁ O HOMEM NÃO TEM AMOR PORQUE NÃO É PERFEITO E A PAIXÃO SE CONFUNDE COM AMOR E O PRAZER DA VIDA ESTA EM JESUS NA PAZ QUE ELE NOS DA NA SUA PALAVRA E NA VERDADE QUE VEM DA SUA LUZ, AMEM. O PRAZER VEM DA MENTE E DEUS NOS PERDOA. O AMOR A DEUS VEM DO NOSSO ESPÍRITO

    • O Amor de Deus não tem nenhuma ligação com o sexo, tanto que no reino de Deus não existe união carnal nem macho nem fêmea:
      (Gálatas 3:27-28) Porque todos quantos fostes batizados em Cristo já vos revestistes de Cristo.
      Nisto não há judeu nem grego; não há servo nem livre; não há macho nem fêmea; porque todos vós sois um em Cristo Jesus.

      (1 Coríntios 13:4-7) O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.
      Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;
      Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;
      Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.

      E mesmo o amor conjugal diante de Deus não tem nada com o sexo e sim com com a santificação mútua:
      (Efésios 5:25-28) Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela,
      Para a santificar, purificando-a com a lavagem da água, pela palavra,
      Para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, mas santa e irrepreensível.
      Assim devem os maridos amar as suas próprias mulheres, como a seus próprios corpos. Quem ama a sua mulher, ama-se a si mesmo.

      O Sexo mesmo dentro do casamento diminui a intimidade com Deus e a incontinência sexual e instigada por Satanás e nunca pelo Amor de Deus ou Pelo Espírito Santo:
      (1 Coríntios 7:1-5) Ora, quanto às coisas que me escrevestes, bom seria que o homem não tocasse em mulher;
      Mas, por causa da fornicação, cada um tenha a sua própria mulher, e cada uma tenha o seu próprio marido.
      O marido pague à mulher a devida benevolência, e da mesma sorte a mulher ao marido.
      A mulher não tem poder sobre o seu próprio corpo, mas tem-no o marido; e também da mesma maneira o marido não tem poder sobre o seu próprio corpo, mas tem-no a mulher.
      Não vos priveis um ao outro, senão por consentimento mútuo por algum tempo, para vos aplicardes ao jejum e à oração; e depois ajuntai-vos outra vez, para que Satanás não vos tente pela vossa incontinência.

      A separação de Corpos dentro do casamento é um sacrifício vivo e racional aceitável diante de Deus e aumenta o poder da oração do casal, porém Satanás pode tentá-los pela incontinência sexual e por isso Paulo aconselha que o casal volte a se unir.

      (1 Coríntios 7:8-9) Digo, porém, aos solteiros e às viúvas, que lhes é bom se ficarem como eu.
      Mas, se não podem conter-se, casem-se. Porque é melhor casar do que abrasar-se.

      (1 Coríntios 7:27-28) Estás ligado à mulher? não busques separar-te. Estás livre de mulher? não busques mulher.
      Mas, se te casares, não pecas; e, se a virgem se casar, não peca. Todavia os tais terão tribulações na carne, e eu quereria poupar-vos.

      Quanto aos casados, Paulo afirma que Jesus está voltado e bom seria que o amadurecimento espiritual os desse condições de viver sem união de corpos:

      (1 Coríntios 7:29) Isto, porém, vos digo, irmãos, que o tempo se abrevia; o que resta é que também os que têm mulheres sejam como se não as tivessem;

      Dentro do casamento se o sexo for desordenado é considerado por Deus como Prostituição:
      (Hebreus 13:4) Venerado seja entre todos o matrimônio e o leito sem mácula; porém, aos que se dão à prostituição, e aos adúlteros, Deus os julgará.

      (Mateus 19:10-12) Disseram-lhe seus discípulos: Se assim é a condição do homem relativamente à mulher, não convém casar.
      Ele, porém, lhes disse: Nem todos podem receber esta palavra, mas só aqueles a quem foi concedido.
      Porque há eunucos que assim nasceram do ventre da mãe; e há eunucos que foram castrados pelos homens; e há eunucos que se castraram a si mesmos, por causa do reino dos céus. Quem pode receber isto, receba-o.

      (Lucas 20:34-36) E, respondendo Jesus, disse-lhes: Os filhos deste mundo casam-se, e dão-se em casamento;
      Mas os que forem havidos por dignos de alcançar o mundo vindouro, e a ressurreição dentre os mortos, nem hão de casar, nem ser dados em casamento;
      Porque já não podem mais morrer; pois são iguais aos anjos, e são filhos de Deus, sendo filhos da ressurreição.

      (Mateus 5:8) Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus;

      (Mateus 5:27-32) Ouvistes que foi dito aos antigos: Não cometerás adultério.
      Eu, porém, vos digo, que qualquer que atentar numa mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela.
      Portanto, se o teu olho direito te escandalizar, arranca-o e atira-o para longe de ti; pois te é melhor que se perca um dos teus membros do que seja todo o teu corpo lançado no inferno.
      E, se a tua mão direita te escandalizar, corta-a e atira-a para longe de ti, porque te é melhor que um dos teus membros se perca do que seja todo o teu corpo lançado no inferno.
      Também foi dito: Qualquer que deixar sua mulher, dê-lhe carta de divórcio.
      Eu, porém, vos digo que qualquer que repudiar sua mulher, a não ser por causa de fornicação, faz que ela cometa adultério, e qualquer que casar com a repudiada comete adultério.

Deixe uma resposta