(627) – MENTIRAS SAGRADAS 5

Mentiras sagradas são as mentiras dos deuses, porque os deuses são soberanos:

1)    “Deus não é homem para que minta; e nem filho do homem para que se arrependa; porventura diria ele e não o faria? Ou falaria e não confirmaria?” (Nm.23:19). Ele prometeu a Abraão que a sua semente seria como as estrelas do céu e como a areia que está na praia do mar, isso com juramento (Gn.22:16-18). Quarenta anos depois, Jeová desdisse tudo porque o juramento de Jeová não tem nenhum valor. Diz hoje e desdiz amanhã: “Nenhum dos homens desta maligna geração verá esta boa terra que jurei dar a vossos pais, salvo Calebe, filho de Jefoné; ele a verá, e a terra que pisou darei a ele e a seus filhos; porquanto perseverou em seguir a Jeová” (Dt.1:35-36). 

2)  Ele não guardou Davi de cair em adultério, nem de cometer homicídio (2 Sm.1:1-17). E Davi era um homem que tinha o coração segundo o coração de Jeová: “E, quando este foi retirado, lhes levantou como rei a Davi, ao qual também deu testemunho, e disse: Achei a Davi, filho de Jessé, varão conforme o meu coração, que executará toda a minha vontade” (At.13:22). Jeová não guardou Davi e cobrou a morte de quatro filhos, de dez mulheres (2 Sm.16:21-23), do seu recém-nascido, de Amnon, seu primogênito, que violentou sua irmã Tamar (2 Sm.13:1-16), de Absalão, irmão de Tamar, porque matou Amnon por vingança (2 Sm.13:23-19) e de Absalão que foi morto por Joabe, capitão do exército.

3)  Jeová não guardou Jó, o homem mais fiel de toda a terra. Veja o que Jeová preparou para ele. Jó tinha sete filhos e três filhas, e Jeová os entregou na mão de Satanás que matou a todos (Jó.1:13-21). Vejam como reagiu Jó: “Nu saí do ventre de minha mãe, e nu tornarei para lá. Jeová o deu e Jeová o tomou; bendito seja o nome de Jeová” (Jó.1:21). E a história continua: “E, vindo outro dia, em que os filhos de Deus vieram apresentar-se perante Jeová, veio também Satanás entre eles apresentar-se perante Jeová. Então Jeová disse a Satanás: De onde vens? Respondeu Satanás a Jeová e disse: De rodear a terra, e passear por ela. E disse Jeová a Satanás: Observaste a meu servo Jó? Porque ninguém há na terra semelhante a ele, homem sincero e reto, temente a Jeová, desviando-se do mal, e que ainda retém a sua sinceridade, havendo-me tu incitado contra ele, para o consumir sem causa. Então Satanás respondeu a Jeová, e disse: Pele por pele, e tudo o que o homem tem dará pela sua vida. Estende, porém, a tua mão, e toca-lhe nos ossos e na carne, e verás se não blasfema de ti na tua face” (Jó.2:1-5). Jeová entregou novamente o seu fiel servo Jó na mão de Satanás, que o feriu de chaga maligna. E Jó se coçava com caco de telha. E Jó não pecou com seus lábios, mas sabia que Jeová o havia entregado nas mãos de Satanás, e então Jó clamou e disse: “Porque as flechas do Todo-poderoso, El Shaday, estão em mim, e o seu ardente veneno, o bebe o meu espírito; os terrores de Jeová se armam contra mim” (Jó.6:4). Porque Jó não acusou Satanás? Porque sabia que Satanás estava a serviço de Jeová. Jeová entrega a Satanás qualquer cristão, porque Jeová não guarda os seus santos.

 

Autoria: Pastor Olavo Silveira Pereira

Deixe uma resposta