(203) – COINCIDÊNCIAS

COINCIDÊNCIAS

     Quando a Bíblia é traduzida dos originais hebraico e grego para outra língua, o texto traduzido reflete a visão espiritual do tradutor. Existem dezenas e dezenas de traduções, mas nenhuma é igual a outra. Nós temos uma coleção de Bíblias, e as traduções são todas diferentes. Temos a tradução brasileira, a anotada de Scofield, a Bíblia de Jerusalém, a dos monges beneditinos (Bélgica), a Bíblia da BAC (Versão crítica), a King James, a vulgata latina, a tradução do Padre Antônio Pereira de Figueiredo, a Torre de Vigia, a tradução do Padre Antônio Chabel, a dos padres capuchinhos, a versão italiana do Padre Antônio Martins e outras… Nenhuma tradução é igual a outra. Em pontos chaves há diferenças gritantes, pois as visões dos tradutores são de diferentes doutrinas. Por exemplo: na Bíblia de João Ferreira de Almeida, lemos: “Maridos, coabitai com elas com entendimento, dando honra a mulher como vaso mais fraco; como sendo vós os seus co-herdeiros da graça da vida” (I Pd.3:7). Na Bíblia Thompson, na tradução brasileira, e outras, lemos que a mulher vai herdar com o marido. O capítulo  três da 1a. carta de Pedro, trata de mulheres crentes e maridos descrentes. Neste caso, se a mulher herda com o marido, os incrédulos e infiéis é que são salvos. Absurdo. Em Isaías 30:21, a Bíblia revista e corrigida diz: “Os teus ouvidos ouvirão a palavra do que está por detrás de ti, dizendo: Este é o caminho, andai nele sem vos desviardes nem para a direita e nem para a esquerda”. Na mesma Bíblia de Almeida, porém a revista e atualizada, lemos: “Quando te desviares para a direita ou para a esquerda, os teus ouvidos ouvirão atrás de ti…” etc. Os tradutores mudam o sentido da palavra de Deus de acordo com a sua visão.

Os três Evangelhos são sinópticos, isto é, semelhantes, pois narram os eventos e fatos da vida de Jesus, ao passo que o Evangelho de João apresenta Jesus como Filho de Deus. No evangelho de Lucas, no episódio do batismo de Jesus, está escrito: “Tu és meu filho, hoje te gerei”. Os tradutores cortaram essa frase falada por Deus, como está no Salmo 2:7. E porque tiraram a frase falada por Deus? Para que  o Evangelho de Lucas não ficasse diferente. E quem autorizou os tradutores de mexerem na Bíblia? A teologia. Há uma quantidade tão grande de textos mexidos ou mudados que o leitor da Bíblia pensa que está lendo a Palavra de Deus, mas está lendo a palavra dos homens.

Visão não se discute. A revista Defesa da Fé nº 8, publicou a visão teológica do  Sr. Ezequias Soares, quando o mesmo declarou que Jeová é Jesus. Na mesma revista, dos meses seguintes, para provar que sua visão era correta publicou 18 semelhanças entre Jeová e Jesus, que são as seguintes:

 

  • Jeová é EU SOU (Ex.3:13,14). Jesus é EU SOU (Jõ 8:58). Esequias Soares deve saber que emEx.3:14 não está escrito EU SOU, mas EU SEREI.
  • Jeová é a Rocha (Is. 44:8). Jesus é a Rocha (I Co. 10:4). O Sr. Esequias deve saber que a bíblia fala de duas rochas diferentes (Dt. 32:30-31).
  • Jeová é o Senhor (Is. 45:5-6). Jesus é o Senhor (Fp. 2:11). Todos sabem que Jesus só se tornou Senhor após a ressurreição (Fp. 2:6-11). E toda a cristandade sabe que Jeová era Senhor antes, quando Jesus não era (At. 2:36).
  • Jeová é a paz (Jz. 6:24). Jesus é a nossa paz (Ef. 2:14). A paz de Jesus é para todos (Cl. 1:20).Jeová, entretanto é homem de guerra (Ex. 15:3; 17:16).
  • Jeová é o Pastor (Sl. 23:1). Jesus é o Pastor (Hb. 13:20). O problema é que Jeová entrega as ovelhas à matança (Sl. 44:11, 22; Jr. 12:3; Zc. 11:4). Jesus não entrega.
  • Jeová é nossa bandeira (Ex. 17:15). Jesus é nossa bandeira (Jo. 3:14). Jeová é bandeira para fazer guerra eterna (Ex. 17:15-16). Jesus na cruz é bandeira de salvação eterna.
  • Jeová é Senhor dos Senhores (Dt. 10:17). Jesus é Senhor dos Senhores (I Tm. 6:15). Sobre o Senhor já comentamos no ítem três desta lista.
  • Jeová é o único Salvador (Is. 43:11). Jesus é o único Salvador (At. 4:12). Jeová salva e depois mata(Jd. 5). Jesus salva e nos dá vida eterna (Jo. 3:36).
  • Jeová é Santo (Lv. 19:2). Jesus é Santo (At. 4:27). A santidade de Jeová é exterior (Lv. 21:17-22). A santidade de Jesus é interior (I Pd. 1:15; I Ts. 5:23).
  • Jeová é verdadeiro (Jr. 10:10).Jesus é verdadeiro (At. 3:14). Jeová garantiu a Abraão que não mataria o justo com o ímpio (Gn. 18:25-26). O profeta Ezequiel declarou que Jeová mata os justos com os ímpios (Ez. 21:2-4) — mentiu.
  • Jeová é justo (Sl. 7:9). Jesus é justo (At. 3:14). Jeová mata os filhos pelos pecados dos pais, e isso é injustiça (Is. 14:21; II Sm. 12:14-15; Jr. 19:7-9).
  • Jeová é vida (Dt. 30:20). Jesus é vida (Jo. 14:6). Jeová declarou que quem visse a  sua face morreria (Ex. 33:20). Quem vê Jesus e crê, tem a vida eterna (Jo. 6:40).
  • Jeová é sábio (Jr. 32:19). Jesus é sábio (I Co. 1:24). Jeová, com grande sabedoria forja males sem conta (Jr. 18:10-11). Jesus forja o bem (Jo. 14 :2-3).
  • Jeová é o primeiro e o último (Is. 44:6). Jesus é o primeiro e o último (Ap. 1:17). Jeová é o primeiro e o último da velha criação, Jesus da nova (I Co. 15:45-49).
  • Jeová é pedra de tropeço (Is. 8:13-15). Jesus é pedra de tropeço (Rm. 9:33). Jeová é pedra de tropeço para o seu povo, e Jesus é pedra de tropeço para as ovelhas de Jeová (Rm. 9:30-33) e nunca para suas ovelhas.
  • Jeová é traspassado (Zc. 12:10). Jesus foi traspassado (Jo. 19:33-34) como Jeová traspassava à espada os outros (Is. 13:13-15; Ez. 21:4-10; Is. 34:1-10).
  • Jeová é perdoador (Sl. 103:3). Jesus é perdoador (Mt. 9:5-6). Jeová nunca perdoou ninguém (Jr. 13:14; Dt. 29:20; Is. 2:9; Ez. 5:11; II Rs. 24:4).
  • Jeová virá com os santos (Zc. 14:5). Jesus virá com os santos (I Ts. 3:13). Os santos de Jesus são as novas criaturas (Ef 4:22-24). Os santos de Jeová são velhas criaturas. Os medos eram os santos de Jeová para destruir a Babilônia (Is. 13:3, 13-19; Jr. 51:28-29).

Diante de cada ítem  da visão de Ezequias Soares, colocamos textos bíblicos contrários provando com isso que uma visão, se tem falhas, pode não ser verdade. Vamos agora transcrever uma outra visão, mostrando que as comparações podem levar à  conclusões contundentes. Vejamos:

1-     O diabo é rei deste mundo (Lc. 4:5-8 ). Jeová é o rei deste mundo (Sl. 47:2-8).

2-     O diabo tenta os homens (Lc. 4:2). Jeová tenta os homens (Gn. 22:1; Dt. 8:2).

3-     O diabo atormenta com enfermidades (Lc. 13:16). Jeová atormenta com enfermidades (Dt. 28:59; Lv. 26:16).

4-     O Diabo é mentiroso (Jo. 8:44). Jeová também mente (I Rs. 22:23).

5-     O diabo vive nas trevas (At. 26:18). Jeová se oculta nas trevas (Ex. 20:21; Sl. 18:11).

6-     O diabo tem um  reino de mortos (Hb. 2:14). Jeová também (Ex. 19:6; Is. 43:15; Rm. 5:17).

7-     O diabo lança flechas inflamadas (Ef. 6:16). Jeová também (Sl. 7: 11-13).

8-     O diabo usa veneno peçonhento, pois é serpente, Jeová também (Jó 6:4; Dt. 32:23-24).

9-     O diabo cega os homens (II Co. 4:4). Jeová cega os homens (Is. 6:10).

10-O diabo tem grande ira (Ap. 12:12). Jeová tem grande ira (Dt. 29:24-25).

11-O diabo arma laços (II Tm. 2:26). Jeová arma laços (Is. 8:13-14; Ez. 12:13).

12-O diabo lança na prisão (Ap.2:10). Jeová lança na prisão (Is. 8:15).

13-O diabo ou Satanás, é adversário (I Pd. 5:8). Jeová é adversário (Lm. 2:1-5).

14-O diabo pratica o mal e é maligno (Jó 2:7). Jeová pratica o mal (Jr. 18:10-11; 21:10). Jeová envia tumores malignos (Dt. 28:35). Flechas malignas (Ez. 5:16).

 

Seguindo o método comparativo, há quem comparando Jeová e Satã,  convença-se  que são um, como Jesus e o Pai são um (Jo. 10:30).

É uma questão de visão, e as visões são muitas. Nós concluímos que, comparando as obras, Jeová e Satã andam de mãos dadas.

Autoria Pastor Olavo S. Pereira

Deixe uma resposta