(319) – ALELUIA – II

ALELUIA  2

            O primeiro folheto sobre a palavra aleluia é o de número 138. Lá explicamos que aleluia é palavra hebraica que não foi traduzida. No hebraico são duas palavras: HALLEL e YAH. Hallel quer dizer LOUVAI, e YAH é uma abreviação do nome Javé ou Jeová. No Novo Testamento uniram as duas palavras formando ALELUIA. No Novo Testamento só se encontra no livro de Apocalipse 19:1, 3-4, 6.

Jeová estabeleceu os sacrifícios da lei: “Um altar de terra me farás, e sobre ele sacrificarás os teus holocaustos, e as tuas ofertas pacíficas, e as tuas ovelhas, e as tuas vacas; em todo lugar, onde eu fizer celebrar a memória do meu nome, virei a ti, e te abençoarei” (Ex. 20:24). Jeová ordenou também os sacrifícios de louvor“Esta é a lei do sacrifício pacífico que se oferecerá a Jeová: Se o oferecer por oferta de louvores, com o sacrifício de louvores, oferecerá bolos asmos amassados com azeite” (Lv. 7:11-12). Davi ensina como louvar com cânticos: “Cantai louvores a Jeová, que habita em Sião; anunciai entre os povos os seus feitos” (Sl. 9:11). Em outro Salmolemos: “Cantai louvores a Jeová, cantai louvores; cantai louvores ao nosso rei, cantai louvores. Pois Deus é o Rei de toda a terra; cantai louvores com inteligência” (Sl. 47:6-7).

Que quer dizer a palavra MARAVILHA? Ação extraordinária que causa admiração; prodígio; pessoa que por se destacar muito dos seus semelhantes se torna digna de admiração. Em geral aplica-se a palavra maravilha a grandes espetáculos, grandes eventos, grandes comemorações. Músicas belíssimas, obras literárias, grandes obras de arte, etc. Tudo o que deslumbra os olhos ou os sentidos. Tudo o que arrebata ou apaixona. A natureza tem também coisas maravilhosas. As cataratas do rio Iguaçu são maravilhosas; um pôr de sol avermelhado forma um quadro maravilhoso.

Quando se vê algo terrível, medonho, apavorante, a palavra usada nunca é maravilhoso mas sim tenebroso, ou assombroso, infernal.

Analisemos as maravilhas bíblicas“Louvai a Jeová, e invocai o seu nome; fazei conhecidas as suas obras entre os povos. Cantai-lhe, cantai-lhe salmos; falai de todas as suas maravilhas” (Sl. 105:1-2). O salmo começa com a palavras ALELUIA (Louvai a Jeová). Que maravilhas devem ser conhecidas entre os povos? São as maravilhas que proclamam a sua glória, por isso o salmista diz:“Anunciai entre as nações a sua glória; entre todos os povos as suas maravilhas” (Sl. 96:3). O próprio Jeová anuncia as maravilhas que devem ser anunciadas a todos os povos para aumentar a sua glória. Ele disse a Moisés: “Porque eu estenderei a minha mão, e ferirei o Egito com todas as minhas maravilhas” (Ex. 3:20). As maravilhas de Jeová não deslumbram os olhos e encantam os sentidos, mas apavoram e ferem. E Jeová disse mais: “Eu, porém, endurecerei o coração de Faraó, e multiplicarei no meio do Egito os meus sinais e as minhas maravilhas” (Ex. 7:3). Que maravilhas foram aquelas que justificaram o fato de endurecer o coração de Faraó? Moisés nos conta: “ENTÃO JEOVÁ FARÁ MARAVILHOSAS AS SUAS PRAGAS, E AS PRAGAS DE TUA SEMENTE, GRANDES E DURADOURAS PRAGAS, E ENFERMIDADES MÁS E DURADOURAS” (Dt. 28:59). Desde quando praga é coisa maravilhosa? Pois Jeová ensinou o seu povo a dizer aleluia quando mandava pragas para os outros. Isso é se alegrar com a desgraça alheia. Se os egípcios fossem perversos seria satânico cantar aleluia com a desgraça deles. Mas não foi assim. Os egípcios eram amigos dos hebreus pelas bênçãos recebidas através de José. Antes de mandar as pragas, Jeová mudou o coração deles para que odiassem a Israel“Então Israel entrou no Egito, e Jacó peregrinou na terra de Cão. E ele multiplicou sobremodo o seu povo, e o fez mais poderoso que os seus inimigos. Mudou o coração deles para que aborrecessem o seu povo, para que tratassem astutamente aos seus servos” (Sl. 105:23-25)Jeová forjou a maldade dos egípcios para depois mandar pragas mortíferas, e depois ensina os cristãos a cantarem ALELUIA? É o mesmo Salmo 105, onde descobrimos a obra maligna de mudar os corações bondosos dos egípcios em corações malignos, que lemos: “(Aleluia). Louvai a Jeová, e invocai o seu nome; fazei conhecidas as suas obras entre os povos. Cantai-lhe, cantai-lhe salmos; falai de todas as suas maravilhas” (Sl. 105:1-2). E como Jeová achava maravilhosas as suas pragas. Ele disse a Moisés: “Faraó vos não ouvirá, para que as minhas maravilhas se  multipliquem na terra do Egito” (Ex. 11:9). Moisés, cego diante da tragédia daquele pobre povo, e também não sabendo o que os seus irmãos iam sofrer no deserto, no seu cântico, disse: “Ó Jeová, quem é como tu entre os deuses? Quem é como tu glorificado em santidade, terrível em louvores, obrando maravilhas?” (Ex. 15:11). O tempo passou, e Moisés vendo os filhos de Jacó, seus irmãos, com fome e com sede; vendo as crianças ressequidas debaixo do sol causticante, mudou o cântico: “E disse Moisés a Jeová: Por que fizeste mal a teu servo, que puseste sobre mim o cargo de todo este povo? Concebi eu porventura todo este povo? Gerei-o eu para que me dissesses: leva-o ao teu colo?” (Nm. 11:11-12). “Se assim fazes comigo, mata-me, eu te peço, se tenho achado graça aos teus olhos, não me deixes ver o meu mal” (Nm. 11:15).

Salmo 106 é um salmo de louvor, e começa assim: “Louvai a Jeová (aleluia), louvai a Jeová (aleluia), porque ele é bom, porque a sua benignidade é para sempre (Sl. 106:1).

1- “As águas cobriram os seus adversários” (Egípcios) – Salmo 106:11 – Aleluia!

2- “Abriu-se a terra, e engoliu a Datã, e cobriu a gente de Abirão” –  Sl. 106:17 - Aleluia!

3- “Levantou a sua mão contra eles (Israel), afirmando que os faria cair no deserto” – Sl.106:26 – Aleluia!

4- “Humilharia também a sua descendência entre as nações, e os espalharia entre as terras” – Sl.106:27 – Aleluia!

5- “Provocaram-me à ira com suas ações; e a peste rebentou entre eles” – Sl.106:29 - Aleluia!

6- “Se corromperam, pelo que se acendeu a ira de Jeová contra seu povo, de modo que abominou a sua herança” – Sl.106:39-40 – Aleluia!

Primeiro, o mal veio sobre o Egito, e os israelitas cantavam aleluia (louvai a Jeová), pelas desgraças dos outros, isto é, os egípcios. No Sl. 106, os males vieram sobre Israel, e os cristãos cantam aleluia pelos males e desgraças de Israel? Tudo isto porque Jeová habitava entre os louvores (Sl. 22:3). Os cristãos que ficam cantando aleluia (louvai a Jeová), que comprem um sítio, plantem verduras e cereais, e também árvores frutíferas, para ver se estão livres das pragas de Jeová, o pulgão, a lagarta, as formigas, etc. Que esses cristãos sejam dizimistas, e não usem agrotóxicos para ver se sua plantação não será dizimada (Ml. 3:10-12).

O cristão só deve glorificar a Jesus Cristo, e, se plantar, deve usar os agrotóxicos. Jesus não veio reformar este mundo, mas salvar os que puder para levá-los para o seu reino, que não é aqui na terra(II Tm. 4:18; I Pd. 1:3-4).

 

Autoria: Pastor Olavo Silveira Pereira

Deixe uma resposta