(703) – CORRUPÇÃO 1

Iahweh proíbe que os sacerdotes se casem com prostitutas. No capítulo 21 do livro de Levíticos, trata-se das ‘leis acerca dos sacerdotes’: “Viúva, ou repudiada, ou desonrada, ou prostituta, estas não tomará, mas virgem dos seus povos tomará por mulher” (Lv.21:14).

Mas, Iahweh disse a Oséias: “Vai, toma uma mulher de prostituições e filhos de prostituição; porque a terra se prostituiu, desviando-se de Iahweh. E foi-se e tomou a Gômer, filha de Diblaim, e ela concebeu, e lhe deu um filho” (Os.1:2-3). Pela lei de Iahweh, um sacerdote não pode casar-se com prostituta, mas o profeta Oséias pôde. O sacerdote é mais santo do que o profeta? Vou provar que o sacerdote não é mais santo do que o profeta: “De sorte que, se a perfeição fosse pelo sacerdócio levítico, (porque sob ele o povo recebeu a lei), que necessidade havia logo de que outro sacerdote se levantasse, segundo a ordem de Melquisedeque, e não fosse chamado segundo a ordem de Arão? Porque, mudando-se o sacerdócio, necessariamente se faz também mudança da lei” (Hb.7:11-12).

Numa igreja, quando muda o pastor, muda a lei da igreja. Também, num reino, quando muda o Rei, muda também a legislação.

Jesus foi feito Sumo Sacerdote, mas Iahweh continua ditando as velhas leis, sendo que Jesus mudou a lei: “Um novo mandamento vos dou; que vos ameis uns aos outros; como eu vos amei a vós, que também vós uns aos outros vos ameis” (Jo.13:34).

Este mandamento não faz parte da lei de Iahweh: “A ninguém devais coisa alguma, a não ser o amor com que vos ameis uns aos outros: porque quem ama aos outros cumpriu a lei. Com efeito: Não adulterarás, não matarás, não furtarás, não darás falso testemunho, não cobiçarás, e se há algum outro mandamento, tudo nesta palavra se resume: Amarás o teu próximo como a ti mesmo” (Rm.13:8-9). “O amor não faz mal ao próximo; de sorte que o cumprimento da lei é o amor” (Rm.13:10). Jesus reina no céu; portanto, no céu caiu a lei e também o sacerdócio levítico.

É por isso que o templo de Salomão foi destruído e não vai ser reconstruído. Na carta aos Hebreus está escrito: “Porque o precedente mandamento é ab-rogado por causa da sua fraqueza e inutilidade (pois a lei nenhuma coisa aperfeiçoou), e desta sorte é introduzida uma melhor esperança, pela qual chegamos a Deus. E, visto como não é sem prestar juramento (porque certamente aqueles, sem juramento, foram feitos sacerdotes, mas este, com juramento, por aquele que lhe disse: Jurou o Senhor, e não se arrependerá: Tu és sacerdote eternamente, segundo a ordem de Melquisedeque); de tanto melhor concerto Jesus foi feito fiador” (Hb.7:18-22).

Um sacerdócio imperfeito e uma lei imperfeita, que nada aperfeiçoa, gera corrupção: “E, agora, ó sacerdotes, este mandamento vos toca a vós. Se não o ouvirdes, e se não propuserdes no vosso coração dar honra ao meu nome, diz Iahweh dos exércitos, enviarei a maldição contra vós, e amaldiçoarei as vossas bênçãos; e já as tenho amaldiçoado, porque vós não pondes isso no coração. Eis que vos corromperei a semente, e espalharei esterco sobre o vosso rosto, o esterco das vossas festas; e com eles sereis tirados” (Ml.2:1-3).

O sacerdócio levítico foi mudado para a Igreja: “Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz; vós que em outro tempo, não éreis povo, mas, agora, sois povo de Deus; que não tínheis alcançado misericórdia, mas, agora, alcançastes misericórdia” (1 Pd.2:9-10).

Autoria: Pr. Olavo Silveira Pereira

Deixe uma resposta