(750) – JESUS CONTRA 2

1)  Iahweh estabeleceu uma herança para Israel: “E te darei a ti, e à tua semente depois de ti, a terra das tuas peregrinações, toda a terra de Canaã em perpétua possessão, e ser-lhes-ei o seu Deus” (Gn.17:8). “Mas os céus e a terra que agora existem, pela mesma palavra se reservam como tesouro e se guardam para o fogo, até o Dia do Juízo e da perdição dos homens ímpios” (2 Pd.3:7-8). “Mas o dia do Senhor virá como um ladrão de noite, no qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra e as obras que nela há se queimarão” (2 Pd.3:10). A herança que Iahweh deixou para o seu povo está condenada ao fogo. A herança que Jesus deixou para a Igreja e para os santo está livre do fogo: “Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que, segundo a sua grande misericórdia, nos gerou de novo para uma viva esperança, pela ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos, para uma herança incorruptível, incontaminável, e que se não pode murchar, guardada nos céus para vós” (1 Pd.1:3-4).

2)   Iahweh destruiu os herdeiros: “E disse Iahweh: Também a Judá hei de tirar de diante da minha face, como tirei a Israel, e rejeitarei esta cidade de Jerusalém que elegi, como também a casa de que disse: Estará ali o meu nome” (2 Rs.23:27). “Nos dias de Jeoiaquim, subiu Nabucodonosor, rei da babilônia, contra ele, e Jeoiaquim ficou três anos seu servo; depois se virou, e se revoltou contra ele. Deus enviou contra Jeoiaquim as tropas dos caldeus, e as tropas dos siros, e as tropas dos moabitas e as tropas dos filhos de Amom; e as enviou contra Judá, para o destruir, conforme a palavra que Iahweh falara pelo ministério de seus servos, os profetas. E, na verdade, conforme o mandamento de Iahweh, assim sucedeu a Judá, que a tirou de diante da sua face, por causa dos pecados de Manassés, conforme tudo quanto fizera” (2 Rs.24:1-3).

Jesus disse: “Mas, já vos disse que também vós me vistes e, contudo não credes. Tudo o que o Pai me dá virá a mim; e o que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora” (Jo.6:36-37).

3)   Iahweh era salvador só de Israel: “Mas quero lembrar-vos, como a quem já uma vez soube isto, que, havendo Iahweh salvo um povo, tirando-o da terra do Egito, destruiu, depois, os que não creram” (Jd.5). De um milhão e meio de pessoas, só Josué e Calebe ficaram vivos; Jesus é salvação de todos, de todas as raças, línguas e nações e povos.

4)   Os sacrifícios da lei não tiravam pecados: “Como acima diz: Sacrifício e oferta, e holocaustos e oblações pelo pecado não quiseste, nem te agradaram (os quais se oferecem segundo a lei). Então disse: Eis aqui venho, para fazer, ó Deus, a tua vontade. Tira o primeiro, para estabelecer o segundo. Na qual vontade temos sido santificados pela oblação do corpo de Jesus Cristo, feita uma vez” (Hb.10:8-10). “E sabeis que ele se manifestou para tirar os nossos pecados; e nele não há pecado. Qualquer que permanece nele não peca; qualquer que peca, não o viu e nem o conheceu” (1 Jo.3:5-6).

5)   Iahweh põe o mundo no coração do homem: “Tudo fez formoso em seu tempo; também pôs o mundo no coração deles, sem que o homem possa descobrir a obra que Deus fez desde o princípio até o fim” (Ec.3:11). Jesus é contra: “Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo. E o mundo passa, e a sua concupiscência, mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre” (1 Jo.2:15-17). Foi este o pecado de Eva: “E vendo a mulher, (concupiscência dos olhos) que aquela árvore era boa para se comer (concupiscência da carne), e árvore desejável para dar entendimento (soberba da vida), tomou do seu fruto e comeu, e deu também a seu marido, e ele comeu com ela” (Gn.3:6). Fica claro que não foi o Deus, Pai de Jesus Cristo, que fez o jardim do Éden, porque Deus, o Pai, quer que todos os homens se salvem, e Adão e Eva morreram no jardim do Éden: “Porque para isso trabalhamos e lutamos, pois esperamos no Deus vivo, que é o Salvador de todos os homens, principalmente dos fiéis” (1 Tm.4:10). Fica provado que Iahweh não é o Deus Pai.

6)   Iahweh põe espírito maligno nos homens: “E o Espírito de Iahweh se retirou de Saul, e um espírito mau o assombrava, da parte de Iahweh” (1 Sm.16:14). “Então, os criados de Saul lhe disseram: Eis que agora um espírito mau, da parte do Iahweh, te assombra” (1 Sm.16:15). Jesus é contra: “E, chegada a tarde, trouxeram-lhe muitos endemoninhados, e, ele, com a sua palavra, expulsou deles os espíritos e curou a todos os que estavam enfermos” (Mt.8:16).

7)   Iahweh põe o espírito de mentira na boca dos profetas: “Agora, pois, eis que Iahweh pôs o espírito da mentira na boca de todos estes teus profetas, e Iahweh falou mal contra ti” (1 Rs.22:23).

8)    Jesus é contra: “Porque a lei foi dada por Moisés; a graça e a verdade vieram por Jesus Cristo” (Jo.1:17).

Autoria: Pr. Olavo Silveira Pereira

Deixe uma resposta