(667) – MORTE DA ALMA

O homem divide-se em três partes: “E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vossoespírito, e alma e corpo sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo” (1 Ts.5:23).

O espírito é o entendimento: “Na verdade, há um espírito no homem, e a inspiração do Todo-poderoso os faz entendidos” (Jó.32:8). “Eu ouvi a repreensão, que me envergonha, mas o espírito do meu entendimento responderá por mim” (Jó.20:3). “Sai-lhes o espírito, e eles tornam para sua terra; naquele mesmo dia, perecem os seus pensamentos” (Sl.146:4). “E o pó volte à terra, como o era, e o espírito volte a Deus, que o deu” (Ec.12:7). O espírito é o entendimento do homem que foi dado por Deus e volta para Deus.

Agora, vamos tratar da alma. A alma é chamada alma vivente: “E formou Iahweh Deus o homem do pó da terra, e soprou em seus narizes o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente” (Gn.2:7). Os répteis são também alma vivente: “E disse Deus: Produzam as águas abundantemente répteis de alma vivente; e voem as aves sobre a face da expansão dos céus” (Gn.1:20). “E disse Deus: Produza a terra alma vivente conforme a sua espécie; gado e répteis, e bestas feras da terra conforme a sua espécie. E assim foi” (Gn.1:24). Boi é alma vivente, cachorro é alma vivente, elefante é alma vivente, jacaré é alma vivente, rato é alma vivente, passarinho é alma vivente, etc. Todo ser que é vivo que tem capacidade de se defender e se alimentar é alma vivente: “Disse eu mesmo no meu coração: É por causa dos filhos dos homens, para que deus possa prová-los, e eles possam ver que são em si mesmos como animais. Porque o que sucede aos filhos dos homens, isso também sucede aos animais; a mesma coisa lhes sucede; como morre um, assim morre o outro, todos têm o mesmo fôlego; e a vantagem dos homens sobre os animais não é nenhuma, porque todos são vaidade. Todos vão para um lugar; todos são pó, e todos ao pó tornarão. Quem adverte que o fôlego dos filhos dos homens sobe para cima, e que o fôlego dos animais desce para baixo da terra?” (Ec.3:18-21).

A diferença entre os homens e os animais, é que o homem é racional e os animais têm instinto e memória herdada. Os animais sentem ódio e afeto. Os homens também. Esses atributos são da alma vivente. As almas têm outros atributos, a seguir: ódio ou amor; orgulho ou humildade; preguiça ou diligência; audácia ou temor; alegria ou tristeza; esperança ou desespero; jactância ou modéstia, etc. Esses movimentos da alma são chamados ‘paixões da alma’. Às vezes uma pessoa normal se enfurece e bate numa criança indefesa. Um cão antipatiza-se com uma pessoa e avança para matá-la, sem motivo algum. Uma pessoa foi ao seu quintal, e um ratinho saltou de dentro de uma lata de lixo; correu uns três metros, parou e enfrentou a pessoa e ela se retraiu. O ratinho voltou para a lata, pegou o seu filhinho, que estava lá dentro, e foi embora com ele na boca. Os ratos também sentem amor e têm responsabilidade. Os ratinhos preferem a morte, a deixar seus filhinhos numa lata de lixo, à mercê da sorte.

Jesus disse: “Não temais os que matam o corpo, e não podem matar a alma; temei antes aquele que pode fazer perecer no inferno a alma como o corpo” (Mt.10:28). Expliquemos: O homem tem vida separada; no corpo e na alma. Quem mata o corpo não mata a alma. Jesus ensinou isso: que a alma pode morrer, estando o corpo vivo. Exemplo: Adão pecou, a alma morreu e o corpo ficou vivo. O que mata a alma é o pecado: “Eis que todas as almas são minhas; como a alma do pai, também a alma do filho é minha; a alma que pecar, essa morrerá” (Ez.18:4).

“Pelo que, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens, por isso que todos pecaram” (Rm.5:12). Então, desde Adão até Jesus todos estavam vivos no corpo, mas mortos na alma. Quem crê em Jesus, passa da morte para a vida: “Na verdade, na verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida” (Jo.5:24).

A alma está salva, mas o corpo não. Pedro diz: “Amados, peço-vos, como a peregrinos e forasteiros, que vos abstenhais das concupiscências carnais, que combatem contra a alma” (1 Pd.2:11). Paulo diz: “E os que são de Cristo, crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências” (Gl.5:24). Ele continua dizendo: “Mortificai pois os vossos membros, que estão sobre a terra; a prostituição, a impureza, o apetite desordenado, a vil concupiscência, e a avareza, que é idolatria” (Cl.3:5).

Por isso que Paulo fala: “E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito, e alma e corpo sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo” (1 Ts.5:23). Jesus disse: “E não temais os que matam o corpo, e não podem matar a alma, temei antes aquele que pode fazer perecer no inferno a alma e o corpo” (Mt.10:28).

Jesus salva a minha alma, mas se eu continuar na imundície com o corpo, tomando droga, bebendo cachaça e me prostituindo, eu coloco no inferno o meu corpo com a minha alma, porque a alma não vive sem o corpo. Não devo temer ao diabo, mas sim, temer à minha carne, porque sou eu que me lanço no inferno.

Autoria: Pastor Olavo Silveira Pereira

Deixe uma resposta