(288) – A RESTAURAÇÃO DE SATANÁS

A RESTAURAÇÃO DE SATANÁS

Pela pregação evangélica, o diabo ou satanás, está falido. Tiago, na sua epístola universal, nos diz:“Sujeitai-vos pois, a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós” (Tg. 4:7). Como pode ser isso? Satanás, que é o mesmo diabo segundo Ap. 12:9, o destruidor da raça humana, que violou o Jardim do Éden sem permissão, e, pela sua astúcia e sabedoria, venceu o homem Adão, e implantou o seu reino da morte, que dura até hoje, agora foge dos cristãos covardemente? É claro que os cristãos vão argumentar que quem reduziu o diabo a esse estado de miséria foi Jesus Cristo na cruz do calvário. O apóstolo João descreve essa verdade, dizendo: “Eles o venceram pelo sangue do Cordeiro e pela palavra do seu testemunho; e não amaram as suas vidas até a morte” (Ap. 12:11).

Pelo Novo Testamento, e especialmente pelo livro do Apocalipse, satanás será destruído para sempre. João, no Apocalipse revela que haverá um tempo de mil anos, no qual um anjo, que tinha a chave do poço do abismo, e uma grande cadeia na mão, prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o diabo e satanás, e amarrou por mil anos, e lançou-o no abismo, e ali o encerrou, e pôs selo sobre ele, para que não mais engane as nações, até que os mil anos se acabem. E depois será solto por um pouco de tempo (Ap. 20:1-3).

“Acabando-se os mil anos, satanás será solto da sua prisão e sairá a enganar as nações que estão sobre os quatro cantos da terra, Gogue e Magogue, cujo número é como a areia do mar, para os ajuntar em batalha. E subiram sobre a largura da terra, e cercaram o arraial dos santos e a cidade amada; mas desceu fogo do céu e os devorou. E o diabo, que os enganava foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde está a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados para todo o sempre” (Ap. 20:7-10). O que é o lago de fogo? O mesmo João explica. “E a morte e o inferno foram lançados no lago de fogo: ESTA É A SEGUNDA MORTE” (Ap. 20:14).

Fica assim bem explicado e bem claro que Satanás vai ser tirado de circulação e condenado para sempre. Jesus Cristo, assim se expressa a respeito do destino final de satanás e os que o seguem no mal. “Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e os seus anjos” (Mt. 25:41).

O Velho Testamento descreve um destino completamente diferente para satanás. Pelo Velho Testamento, satanás será restaurado na sua antiga função. Depois de cair em pecado, Eva acusou a serpente diante de Jeová, dizendo que fora enganada (Gn. 3:13). Jeová então lançou uma maldição sobre a serpente: “Porquanto fizeste isto, maldita serás mais que toda a besta, e mais que todos os animais do campo; sobre o teu ventre andarás, e pó comerás todos os dias da tua vida” (Gn. 3:14). É claro que a serpente é satanás (Ap. 12:9; 20:2). E o pó, o que significa? Davi responde: “A minha força se secou como um caco, e a língua se me pega ao paladar, e me puseste no pó da morte”. Pó é morte, e ser pó é ser comida de satanás, pois satanás tem um império; o império da morte (Sl. 22:15). Na carta aos Hebreus, lemos: “Visto como os filhos participam da carne e do sangue, também ele participou das mesmas coisas, para que pela morte aniquilasse o que tinha império da morte, isto é, o diabo; e livrasse a todos os que, com medo da morte, estavam por toda a vida sujeitos a servidão” (Hb. 2:14-15).

O que passa despercebido pelos cristãos é que até Jesus a morte reinava, e assim reinava soberano satanás sobre todos, inclusive sobre o reino de Jeová, que é Israel. “Porque, se pela ofensa de um só, a morte reinou por esse, muito mais os que recebem a abundância da graça, e do dom da justiça, reinarão em vida por um só – Jesus Cristo” (Rm. 5:17). Os judeus estavam todos mortos. “E outro de seus discípulos disse: Senhor, permite-me que primeiramente vá sepultar o meu pai. Jesus, porém, disse-lhe: Segue-me, e deixa aos mortos sepultar os seus mortos” (Mt.8:21-22). E a vida chegou com Jesus Cristo. E Ele disse: “Na verdade, na verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação, mas passa da morte para a vida” (Jo. 5:24). Se quem crê em Jesus passa da morte para a vida, segue-se que todos estão mortos. Os judeus não creram em Cristo, antes o condenaram, logo estão mortos como o resto dos homens que não creram (Rm. 5:12). Todos são pó, comida de satanás, e membros do seu reino tenebroso.

Quando Jeová fez a promessa a Jacó, disse: “A tua semente será como o pó da terra” (Gn. 28:14). Jeová estava revelando que a descendência de Jacó seria de mortos. Basta considerar que os árabes, descendentes de Ismael, filho de Abraão, passam de um bilhão de pessoas, e os judeus, remanescentes de Isaque, irmão de Ismael, são hoje quatorze milhões. O resto morreu; todos viraram pó. Só a Alemanha, na grande guerra, matou seis milhões de judeus. Essa tragédia é chamada o grande holocausto.

Pois bem, Jeová revelou que vai criar um novo céu e uma nova terra. O texto diz assim: “Porque eis que eu crio novos céus e nova terra; e não haverá lembrança das coisas passadas, nem mais delas se recordarão. Mas vós folgareis e exultareis perpetuamente no que eu crio; porque eis que crio para Jerusalém alegria e para o seu povo gozo. E folgarei em Jerusalém, e exultarei no meu povo; e nunca mais se ouvirá nela voz de clamor. Não haverá mais nela criança de poucos dias, nem velho que não cumpra os seus dias; PORQUE O MANCEBO MORRERÁ DE CEM ANOS, MAS O PECADOR DE CEM ANOS SERÁ AMALDIÇOADO” (Is. 65:17-20).

No novo céu e na nova terra que Jeová prometeu criar vai haver maldição, e vai haver morte? E isso eternamente, pois o verso dezoito declara que esse novo céu e nova terra serão perpétuos, isto é, eternos. Incrível, mas Jeová vai estabelecer no seu reino futuro e eterno e na nova terra criada, maldição e morte, portanto, maldição e morte eterna. O texto termina com as seguintes palavras. “O lobo e o cordeiro se apascentarão juntos, e o leão comerá palha como o boi; E PÓ SERÁ A COMIDA DA SERPENTE” (Is. 65:25).

É óbvio que, havendo morte, pó será comida de satanás, pois ele se alimenta da morte, como vimos acima. Pasmem os leitores, pois satanás faz parte do reino futuro de Jeová, e comerá pó eternamente. Por este texto de Isaías ficamos sabendo que satanás não será lançado no lago de fogo, como está no livro de Apocalipse. Para Jeová, satanás será restaurado eternamente na sua antiga função no Jardim do Éden.

 

Autoria: Pastor Olavo Silveira Pereira

Deixe uma resposta