(420) -CRISTÃO PECA OU NÃO PECA?

CRISTÃO PECA OU NÃO PECA?

Qual é o maior problema do homem e da humanidade em geral? É o pecado! Vejamos: Adão não foi o primeiro homem que apareceu sobre a terra, mas foi o primeiro pecador que apareceu nela. E Adão foi formado por Jeová. O texto sagrado diz: “E formou Jeová deus o homem do pó da terra, e soprou em seus narizes o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente” (Gn. 2:7). Neste texto temos duas coisas a serem consideradas:

1ª) O homem foi feito alma vivente, como também os animais (Gn. 1:24). A alma vivente é o ser feito de carne, com seus movimentos, inclinações e apetites. O que diferencia o homem dos animais, é que foi soprado em seus narizes o fôlego da vida. Este fôlego da vida no hebraico, é o espírito, o discernimento, o intelecto, enfim a razão. Este foi o homem formado por Jeová. Este homem era pecador desde o princípio, pois pecou. Paulo diz: “Pelo que, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens por isso que todos pecaram” (Rm. 5:12). Jeová mesmo declarou: “a alma que pecar, morrerá” (Ez. 18:4). A condenação do homem é a morte por causa do pecado. Paulo fala: “O salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor” (Rm. 6:23).

2ª) Depois que o homem crê em Cristo e recebe a vida eterna, continua pecando? Lembre-se que o salário do pecado é a morte. Como fica? O cristão peca ou não peca? Lembre-se também que Adão podia comer da árvore da vida enquanto não pecasse. No dia em que pecou foi proibido de comer da árvore da vida (Gn. 3:22-23). No Novo Testamento temos algumas revelações sobre a natureza do verdadeiro cristão.

* O homem, para ser salvo, tem que nascer de novo. Quem disse isso foi Jesus em João 3:3. Nicodemos perguntou: Como isso é possível? Jesus respondeu: Novo nascimento é nascer da água e do Espírito (Jo. 3:5). A água é a confissão pública pelo batismo (Rm. 6:3-6). O Espírito Santo é o que opera a regeneração (I Co. 6:10-11). Se o cristão continua pecando não nasceu de novo e continua na carne (Gl. 5:19-21).

* Paulo diz: “Quem está em Cristo, nova criatura é: as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo” (II Co. 5:17). Se o cristão continua pecando, nada se fez novo, tudo continua no mesmo vício, na mesma rotina, na mesma escravidão do diabo.

* Se continuo pecando, continuo debaixo da lei, pois é a lei que configura o pecado. Paulo diz: “Porque o pecado não terá domínio sobre vós, pois não estais debaixo da lei, mas debaixo da graça” (Rm. 6:14). Ora, João, o apóstolo amado, declara: “Quem comete o pecado é do diabo” (I Jo. 3:8). O vício do pecado é uma escravidão imposta pelo diabo, por isso Paulo diz que foi enviado por Jesus com a seguinte missão:“Para lhes abrires os olhos, e das trevas os converterdes à luz, e do poder de Satanás a Deus; afim de que recebam a remissão dos pecados” (At. 26:18). Ninguém pára de pecar porque quer, mas tem de ser libertado. Paulo diz: “E, libertados do pecado, fostes feitos servos da justiça” (Rm. 6:18). Se o cristão não foi libertado do pecado após a conversão, o Cristo que conhece é falso (Mt. 24:4-5, 24).

* Quem peca voluntariamente depois de ter tido o conhecimento da verdade, anula o sacrifício de Cristo(Hb. 10:26), pois Cristo morreu pelos nossos pecados (I Co. 15:3).

* João fala a doutrina dos celestiais novamente: “Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não peca, mas o que é gerado de Deus conserva-se a si mesmo, e o maligno não lhe toca” (I Jo. 5:18). Esta palavra: ‘CONSERVA-SE A SI MESMO’, é permanecer sem pecar, pois se voltar a pecar o maligno lhe tocará, com desgraças, doenças, maldições, pragas, desastres e vinganças, de acordo com a lei.

* Os escravos da carne e do pecado afirmam que todo homem peca, e é impossível ao homem não pecar. Usam como base I Jo. 1:8-10, e seguros no que crêem, mexeram na Bíblia. Na tradução original de Almeida, lemos: “O que é nascido de Deus não peca”. Na Bíblia atualizada puseram: “O nascido de Deus não vive na pratica do pecado”, como quem diz: ‘Peca de vez em quando’. A mesma coisa fizeram com I Jo. 5:18. Mas na epístola universal de Tiago, lemos: “Porque qualquer que guardar toda a lei, e tropeçar em um só ponto, tornou-se culpado de todos” (Tg. 2:10).

* Se continuo a pecar depois de ter nascido de novo, pratico suicídio espiritual, pois Tiago diz: “Cada um é tentado quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência. Depois, havendo a concupiscência concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte” (Tg. 1:14-15). Ora, todos estão espiritualmente mortos antes de crer em Jesus (Jo. 5:24). Se Tiago declara que ao dar à luz ao pecado morre, então não era salvo, pois antes de crer já estava morto.

* Lemos acima: “Quem comete pecado é do diabo” (I Jo.3:8). O pecado nos faz filhos do diabo (Jo. 8:44). A respeito deste assunto João diz: “Bem sabeis que Cristo se manifestou para tirar os nossos pecados; e nele não há pecado. Qualquer que permanece nele não peca; qualquer que peca não o viu nem o conheceu” (I Jo.3:5-6). É claro que Jesus não pode reconhecer como dele os que são do diabo, e que pecam.

* Os verdadeiros cristãos formam o corpo de Cristo, que é a Igreja (I Co. 12:12-13). Se o cristão faz parte do corpo espiritual de Cristo, e peca, quem peca é o corpo de Cristo, isto é, o próprio Cristo. Ora, os pecadores formam o corpo do diabo, que é o corpo do pecado. Paulo revela que o corpo do pecado é desfeito no batismo, e assim o que se batiza entra para o corpo de Cristo (Rm. 6:3-6).

* Por último, ficamos sabendo que o corpo do pecado é o corpo de Satanás. E o pecado está intimamente ligado à carne. Paulo diz: “Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem algum: e com efeito o querer está em mim, mas não consigo realizar o bem. Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero esse faço” (Rm. 7:18-19). Se pecar causasse dor ninguém pecaria, mas o pecado produz o prazer da carne, e nós somos feitos de carne, somos seduzidos pela nossa carne; de maneira que são libertados somente os que abominam a própria carne, coisa que ainda não vi. Como vai levar à cruz a carne que tanto ama? (Gl. 5:24). E se não a levar à cruz, não é de Cristo.

 

Autoria: Pastor Olavo Silveira Pereira

3 thoughts on “(420) -CRISTÃO PECA OU NÃO PECA?

  1. Olá, conheço bastante essas verdades e concordo com grande parte dos Estudos aqui revelados. Todavia gostaria de mais esclarecimentos acerca desse tópico segundo vossa visão levando em conta alguns pontos aqui não apresentados, por exemplo: 12. Não que eu já tenha alcançado tudo isso, ou seja perfeito; entretanto, vou caminhando, buscando alcançar aquilo para que também fui alcançado por Cristo Jesus.
    13. Irmãos, não penso que eu mesmo já o tenha conquistado; mas tomo a seguinte atitude: esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que estão adiante de mim,
    14. apresso-me em direção ao alvo, a fim de ganhar o prêmio da convocação celestial de Deus em Cristo Jesus.
    15. Por isso, todos nós que alcançamos a maturidade espiritual, devemos pensar dessa mesma maneira; porém, se em algum aspecto pensais de forma diferente, também quanto a isso Deus vos esclarecerá.
    16. Contudo, caminhemos na medida da perfeição que já atingimos.
    (Filipenses, 3) Paulo aqui diz que ele ainda não alcançou a perfeição, isto é, ainda é imperfeito e busca essa perfeição, então isso prova que ele querendo ou não ainda peca, como ele diz em ” 14. Porquanto é do nosso pleno conhecimento de que a Lei é espiritual; eu, entretanto, sou limitado pela carne, pois fui vendido como escravo ao pecado.
    15. Pois não compreendo meu próprio modo de agir; porquanto o que quero, isso não pratico; entretanto, o que detesto, isso me entrego a fazer.
    17. Nesse sentido, não sou mais eu quem determina o meu agir, mas sim o pecado que habita em mim.
    18. Porque sei que na minha pessoa, isto é, na minha carne, não reside bem algum; porquanto, o desejar o bem está presente em meu coração, contudo, não consigo realizá-lo.
    19. Pois o que pratico não é o bem que almejo, mas o mal que não quero realizar, esse eu sigo praticando.
    20. Ora, se faço o que não quero, já não sou eu quem o realiza, mas o pecado que reside em mim.
    21. Assim, descubro essa Lei em minha própria carne: quando quero fazer o bem, o mal está presente em mim.
    22. Pois no íntimo da minha alma tenho prazer na Lei de Deus;
    23. contudo, vejo uma outra lei agindo nos membros do meu corpo, guerreando contra a lei da minha razão, tornando-me prisioneiro da lei do pecado que atua em todos os meus membros.
    (Romanos, 7)
    O que vós afirmais sobre isso ? Levando em conta que vós falais que o Cristão não peca. No vosso estudo têm afirmações onde o Cristão depois de aceitar a Cristo não peca,
    Como isso é possível levando em conta que estamos nessa carne onde em nossos membros operam as paixões do mundo impostas sobre nós pelo próprio criador ? Acredito que chegaremos a essa perfeição quando saímos desse corpo e desse mundo, até lá vamos alcançando a perfeição assim como Paulo, todavia lutando contra nossa própria natureza que querendo ou não, às vezes nos leva a agir de modo que não aceitamos.

    O que dizes ? (Considere essa última pergunta e comentário, delete as anteriores)

    Graça e Paz

    • A paz do Senhor Jesus Cristo.
      A explicação de Romanos capítulo 7, está em Romanos capítulo 8

      Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito.
      Porque a lei do Espírito de vida, em Cristo Jesus, me livrou da lei do pecado e da morte.
      Porquanto o que era impossível à lei, visto como estava enferma pela carne, Deus, enviando o seu Filho em semelhança da carne do pecado, pelo pecado condenou o pecado na carne;
      Romanos 8:1-3

      A lei de Cristo venceu a lei do pecado, de Romanos capítulo 7 e nós como corpo de Cristo também podemos, conforme :

      Porque o pecado não terá domínio sobre vós, pois não estais debaixo da lei, mas debaixo da graça.
      Pois que? Pecaremos porque não estamos debaixo da lei, mas debaixo da graça? De modo nenhum.
      Não sabeis vós que a quem vos apresentardes por servos para lhe obedecer, sois servos daquele a quem obedeceis, ou do pecado para a morte, ou da obediência para a justiça?
      Mas graças a Deus que, tendo sido servos do pecado, obedecestes de coração à forma de doutrina a que fostes entregues.
      E, libertados do pecado, fostes feitos servos da justiça.
      Romanos 6:14-18

      O Apóstolo Paulo carregava um peso grande na consciência por ter sido perseguidor da igreja de Cristo, e para contradizer aqueles que dizem ter certeza da salvação, diz que não julgava ainda ter alcançado…
      Porém ele mesmo afirma que :

      Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a pela fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim.
      Gálatas 2:20

      A Afirmação de :
      Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e não há verdade em nós.
      Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça.
      Se dissermos que não pecamos, fazemo-lo mentiroso, e a sua palavra não está em nós.
      1 João 1:8-10

      É simples de ser respondida, só diz que não tem pecado aquele que ainda não tem o seu ego crucificado, e Jesus disse que se testificarmos de nós mesmos nosso testemunho é falso :

      Se eu testifico de mim mesmo, o meu testemunho não é verdadeiro.
      João 5:31

      Porém nota-se que na continuação do Versículo ele diz que se confessarmos, somos perdoados e PURIFICADOS ! (1Jo 1:8~10) É para o descrente, ou para o meio convertido… Fora que se estivermos crucificados com Cristo e não vivermos mais nós, segue-se que não temos como testificarmos de nós mesmos porque o “nós” está na Cruz !

      O Apóstolo Paulo, Jesus Cristo, Pedro, são categóricos ao afirmar que o início da vida Cristã é a libertação do pecado, e que o ápice é a manifestação do Caráter de Deus, que esta em (Gálatas 5:22)

      1 – Quem nega a extinção do Pecado nega a ressurreição de Jesus Cristo :

      Porque, se os mortos não ressuscitam, também Cristo não ressuscitou.
      E, se Cristo não ressuscitou, é vã a vossa fé, e ainda permaneceis nos vossos pecados.
      1 Coríntios 15:16,17

      2- Paulo afirma que reinamos com Jesus em vida, não só la no reino de Deus :

      Porque, se pela ofensa de um só, a morte reinou por esse, muito mais os que recebem a abundância da graça, e do dom da justiça, reinarão em vida por um só, Jesus Cristo.
      Romanos 5:17

      3- Paulo afirma que se vivermos segundo o Espírito não vamos obedecer a carne :

      Porque vós, irmãos, fostes chamados à liberdade. Não useis então da liberdade para dar ocasião à carne, mas servi-vos uns aos outros pelo amor.
      Gálatas 5:13

      Digo, porém: Andai em Espírito, e não cumprireis a concupiscência da carne.
      Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes opõem-se um ao outro, para que não façais o que quereis.
      Mas, se sois guiados pelo Espírito, não estais debaixo da lei.
      Gálatas 5:16-18

      Porque a inclinação da carne é morte; mas a inclinação do Espírito é vida e paz.
      Porquanto a inclinação da carne é inimizade contra Deus, pois não é sujeita à lei de Deus, nem, em verdade, o pode ser.
      Portanto, os que estão na carne não podem agradar a Deus.
      Romanos 8:6-8

      4- Pedro afirma que podemos viver sem ao menos tropeçar :

      Pelas quais ele nos tem dado grandíssimas e preciosas promessas, para que por elas fiqueis participantes da natureza divina, havendo escapado da corrupção, que pela concupiscência há no mundo.
      E vós também, pondo nisto mesmo toda a diligência, acrescentai à vossa fé a virtude, e à virtude a ciência,
      E à ciência a temperança, e à temperança a paciência, e à paciência a piedade,
      E à piedade o amor fraternal, e ao amor fraternal a caridade.
      Porque, se em vós houver e abundarem estas coisas, não vos deixarão ociosos nem estéreis no conhecimento de nosso Senhor Jesus Cristo.
      Pois aquele em quem não há estas coisas é cego, nada vendo ao longe, havendo-se esquecido da purificação dos seus antigos pecados.
      Portanto, irmãos, procurai fazer cada vez mais firme a vossa vocação e eleição; porque, fazendo isto, nunca jamais tropeçareis.
      Porque assim vos será amplamente concedida a entrada no reino eterno de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.
      2 Pedro 1:4-11

      5- Jesus afirma que se vigiarmos e orarmos podemos ter uma vida sem tentação, que dirá sem pecado !

      E quando chegou àquele lugar, disse-lhes: Orai, para que não entreis em tentação.
      Lucas 22:40

      6- Jesus afirma que podemos ser perfeito, como é perfeito o próprio Deus e ele coloca no imperativo, como um mandamento !

      Sede vós pois perfeitos, como é perfeito o vosso Pai que está nos céus.
      Mateus 5:48

      Obviamente que isto é impossível a pessoas absolutamente acomodadas a rotina religiosa semanal, é necessário Batismo nas águas(Realidade), Batismo com o Espírito Santo, Fé, Palavra, Santa Ceia(Realidade do corpo ressuscitado de Jesus Cristo) e Jejum. Quase todo o sistema religiosos da atualidade nega este princípio por causa de incredulidade !

      Ora, sem fé é impossível agradar-lhe; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam.
      Hebreus 11:6

      Só que Jesus Afirmou :

      E Jesus disse-lhe: Se tu podes crer, tudo é possível ao que crê. ( INCLUSIVE SER TOTALMENTE LIBERTO DO PECADO 100% )
      Marcos 9:23

      Porém a inconstância do homem leva ele a incredulidade :

      Então os discípulos, aproximando-se de Jesus em particular, disseram: Por que não pudemos nós expulsá-lo?
      E Jesus lhes disse: Por causa de vossa incredulidade; porque em verdade vos digo que, se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a este monte: Passa daqui para acolá, e há de passar; e nada vos será impossível.
      Mas esta casta de demônios não se expulsa senão pela oração e pelo jejum.
      Mateus 17:19-21

      E Jesus ainda afirma que :

      Jesus dizia, pois, aos judeus que criam nele: Se vós permanecerdes na minha palavra, verdadeiramente sereis meus discípulos;
      E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.
      Responderam-lhe: Somos descendência de Abraão, e nunca servimos a ninguém; como dizes tu: Sereis livres?
      Respondeu-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que todo aquele que comete pecado é servo do pecado.
      Ora o servo não fica para sempre em casa; o Filho fica para sempre.
      Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.
      João 8:31-36

      Jesus faz questão de Frisar que somos VERDADEIRAMENTE LIVRES DO PECADO ! Exemplo: Me tornei VERDADEIRAMENTE LIVRE DA COCAÍNA, mas de 3 em 3 meses eu volto a cheirar, a pergunta é, eu VERDADEIRAMENTE FUI LIBERTO ?
      De duas uma ou o próprio Jesus, Paulo e Pedro se enganaram, ou precisamos de mais fé, e eu fico com a segunda opção :

      O qual, nos dias da sua carne, oferecendo, com grande clamor e lágrimas, orações e súplicas ao que o podia livrar da morte, foi ouvido quanto ao que temia.
      Hebreus 5:7 ( Esta morte era a da concupiscência da carne, porque Jesus morreu )

      Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele.
      Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo.
      E o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre.
      1 João 2:15-17

      Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo, a nossa fé.
      Quem é que vence o mundo, senão aquele que crê que Jesus é o Filho de Deus?
      1 João 5:4,5

      Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não peca; mas o que de Deus é gerado conserva-se a si mesmo, e o maligno não lhe toca.
      1 João 5:18

      A impecabilidade é o primeiro estágio da infância de um Cristão, não o seu ápice !

      Atenciosamente,
      Pr Abner Pereira Dancuart.

Deixe uma resposta