(420) -CRISTÃO PECA OU NÃO PECA?

CRISTÃO PECA OU NÃO PECA?

Qual é o maior problema do homem e da humanidade em geral? É o pecado! Vejamos: Adão não foi o primeiro homem que apareceu sobre a terra, mas foi o primeiro pecador que apareceu nela. E Adão foi formado por Jeová. O texto sagrado diz: “E formou Jeová deus o homem do pó da terra, e soprou em seus narizes o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente” (Gn. 2:7). Neste texto temos duas coisas a serem consideradas:

1ª) O homem foi feito alma vivente, como também os animais (Gn. 1:24). A alma vivente é o ser feito de carne, com seus movimentos, inclinações e apetites. O que diferencia o homem dos animais, é que foi soprado em seus narizes o fôlego da vida. Este fôlego da vida no hebraico, é o espírito, o discernimento, o intelecto, enfim a razão. Este foi o homem formado por Jeová. Este homem era pecador desde o princípio, pois pecou. Paulo diz: “Pelo que, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens por isso que todos pecaram” (Rm. 5:12). Jeová mesmo declarou: “a alma que pecar, morrerá” (Ez. 18:4). A condenação do homem é a morte por causa do pecado. Paulo fala: “O salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor” (Rm. 6:23).

2ª) Depois que o homem crê em Cristo e recebe a vida eterna, continua pecando? Lembre-se que o salário do pecado é a morte. Como fica? O cristão peca ou não peca? Lembre-se também que Adão podia comer da árvore da vida enquanto não pecasse. No dia em que pecou foi proibido de comer da árvore da vida (Gn. 3:22-23). No Novo Testamento temos algumas revelações sobre a natureza do verdadeiro cristão.

* O homem, para ser salvo, tem que nascer de novo. Quem disse isso foi Jesus em João 3:3. Nicodemos perguntou: Como isso é possível? Jesus respondeu: Novo nascimento é nascer da água e do Espírito (Jo. 3:5). A água é a confissão pública pelo batismo (Rm. 6:3-6). O Espírito Santo é o que opera a regeneração (I Co. 6:10-11). Se o cristão continua pecando não nasceu de novo e continua na carne (Gl. 5:19-21).

* Paulo diz: “Quem está em Cristo, nova criatura é: as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo” (II Co. 5:17). Se o cristão continua pecando, nada se fez novo, tudo continua no mesmo vício, na mesma rotina, na mesma escravidão do diabo.

* Se continuo pecando, continuo debaixo da lei, pois é a lei que configura o pecado. Paulo diz: “Porque o pecado não terá domínio sobre vós, pois não estais debaixo da lei, mas debaixo da graça” (Rm. 6:14). Ora, João, o apóstolo amado, declara: “Quem comete o pecado é do diabo” (I Jo. 3:8). O vício do pecado é uma escravidão imposta pelo diabo, por isso Paulo diz que foi enviado por Jesus com a seguinte missão:“Para lhes abrires os olhos, e das trevas os converterdes à luz, e do poder de Satanás a Deus; afim de que recebam a remissão dos pecados” (At. 26:18). Ninguém pára de pecar porque quer, mas tem de ser libertado. Paulo diz: “E, libertados do pecado, fostes feitos servos da justiça” (Rm. 6:18). Se o cristão não foi libertado do pecado após a conversão, o Cristo que conhece é falso (Mt. 24:4-5, 24).

* Quem peca voluntariamente depois de ter tido o conhecimento da verdade, anula o sacrifício de Cristo(Hb. 10:26), pois Cristo morreu pelos nossos pecados (I Co. 15:3).

* João fala a doutrina dos celestiais novamente: “Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não peca, mas o que é gerado de Deus conserva-se a si mesmo, e o maligno não lhe toca” (I Jo. 5:18). Esta palavra: ‘CONSERVA-SE A SI MESMO’, é permanecer sem pecar, pois se voltar a pecar o maligno lhe tocará, com desgraças, doenças, maldições, pragas, desastres e vinganças, de acordo com a lei.

* Os escravos da carne e do pecado afirmam que todo homem peca, e é impossível ao homem não pecar. Usam como base I Jo. 1:8-10, e seguros no que crêem, mexeram na Bíblia. Na tradução original de Almeida, lemos: “O que é nascido de Deus não peca”. Na Bíblia atualizada puseram: “O nascido de Deus não vive na pratica do pecado”, como quem diz: ‘Peca de vez em quando’. A mesma coisa fizeram com I Jo. 5:18. Mas na epístola universal de Tiago, lemos: “Porque qualquer que guardar toda a lei, e tropeçar em um só ponto, tornou-se culpado de todos” (Tg. 2:10).

* Se continuo a pecar depois de ter nascido de novo, pratico suicídio espiritual, pois Tiago diz: “Cada um é tentado quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência. Depois, havendo a concupiscência concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte” (Tg. 1:14-15). Ora, todos estão espiritualmente mortos antes de crer em Jesus (Jo. 5:24). Se Tiago declara que ao dar à luz ao pecado morre, então não era salvo, pois antes de crer já estava morto.

* Lemos acima: “Quem comete pecado é do diabo” (I Jo.3:8). O pecado nos faz filhos do diabo (Jo. 8:44). A respeito deste assunto João diz: “Bem sabeis que Cristo se manifestou para tirar os nossos pecados; e nele não há pecado. Qualquer que permanece nele não peca; qualquer que peca não o viu nem o conheceu” (I Jo.3:5-6). É claro que Jesus não pode reconhecer como dele os que são do diabo, e que pecam.

* Os verdadeiros cristãos formam o corpo de Cristo, que é a Igreja (I Co. 12:12-13). Se o cristão faz parte do corpo espiritual de Cristo, e peca, quem peca é o corpo de Cristo, isto é, o próprio Cristo. Ora, os pecadores formam o corpo do diabo, que é o corpo do pecado. Paulo revela que o corpo do pecado é desfeito no batismo, e assim o que se batiza entra para o corpo de Cristo (Rm. 6:3-6).

* Por último, ficamos sabendo que o corpo do pecado é o corpo de Satanás. E o pecado está intimamente ligado à carne. Paulo diz: “Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem algum: e com efeito o querer está em mim, mas não consigo realizar o bem. Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero esse faço” (Rm. 7:18-19). Se pecar causasse dor ninguém pecaria, mas o pecado produz o prazer da carne, e nós somos feitos de carne, somos seduzidos pela nossa carne; de maneira que são libertados somente os que abominam a própria carne, coisa que ainda não vi. Como vai levar à cruz a carne que tanto ama? (Gl. 5:24). E se não a levar à cruz, não é de Cristo.

 

Autoria: Pastor Olavo Silveira Pereira

Deixe uma resposta