(733) – IAHWEH É JESUS? 1

1)  “Assim diz Iahweh dos Exércitos: Eu sou o primeiro, e eu sou o último, e fora de mim não há Deus” (Is.44:6). Iahweh não sabia que Jesus existia, logo, Iahweh e Jesus não são a mesma pessoa.

2)  Iahweh recebe testemunho dos homens: “Vós sois as minhas testemunhas, diz Iahweh, e o meu servo, a quem escolhi; para que o saibais, e me creiais, e entendais que eu sou o mesmo, e que antes de mim deus nenhum se formou, e depois de mim nenhum haverá” (Is.43:10). Jesus não aceita testemunho de homens: “Eu, porém, não recebo testemunho de homens” (Jo.5:34). Logo, Jesus não é Iahweh.

3)  Iahweh gerava filhos na carne: “Iahweh visitou a Sara, como tinha dito; e fez Iahweh a Sara como tinha falado. E concebeu Sara, e deu a Abraão um filho na sua velhice, ao tempo determinado, que Iahweh tinha dito” (Gn.21:1-2). Jesus não gera filhos na carne: “Mas a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus; aos que crêem no seu nome, os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do varão, mas de Deus” (Jo.1:12-13). Logo, não são a mesma pessoa.

4)  Iahweh enriquece materialmente: “A bênção de Iahweh é que enriquece, e ele não acrescenta dores” (Pv.10:22). Jesus não enriquece materialmente: “Não ajunteis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem tudo consomem, e onde os ladrões minam e roubam. Mas ajuntai tesouros no céu, onde nem a traça e nem a ferrugem consomem, e onde os ladrões não minam nem roubam” (Mt.6:19-20).

5)  Iahweh veio a este mundo para ser servido: “E lhe dirás: Iahweh, o Deus dos hebreus, me tem enviado a ti, dizendo: Deixa ir o meu povo, para que me sirva no deserto; porém eis que até agora não tens ouvido” (Ex.7:16). Jesus disse: “E qualquer que dentre vós quiser ser o primeiro será servo de todos. Porque o Filho do homem também não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate de muitos” (Mc.10:44-45).

6)  Para Iahweh o castrado não entra no santuário: “O quebrado de quebradura ou castrado não entrará na congregação de Iahweh. Nenhum bastardo entrará na congregação de Iahweh; nem ainda a sua décima geração entrará na congregação de Iahweh” (Dt.23:1-2). Para Jesus, quem quiser pode entrar: “Porque há eunucos que assim nasceram do ventre da mãe; e há eunucos que foram castrados pelos homens; e há eunucos que se castraram a si mesmos por causa do Reino dos Céus. Quem pode receber isso, que o receba” (Mt.19:12).

7)  A salvação depende da obediência: “Sê tu a minha habitação forte, à qual possa recorrer continuamente; deste um mandamento que me salva, pois tu és a minha rocha e a minha fortaleza” (Sl.71:3). Para Jesus, a salvação é de graça, mediante a fé: “a saber: Se, com tua boca, confessares ao Senhor Jesus e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dos mortos, serás salvo. Visto que com o coração se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para salvação” (Rm.10:9-10).

8)  Iahweh é criador dos cegos, dos aleijados: “E disse-lhe Iahweh: Quem fez a boca do homem? Ou quem fez o mudo, ou o surdo, ou o que vê, ou o cego? Não sou eu, Iahweh?” (Ex.4:11). “E Jesus, respondendo, disse-lhes: Ide, e anunciai a João as coisas que ouvis e vedes: Os cegos vêem, e os coxos andam; os leprosos são limpos, e os surdos ouvem; os mortos são ressuscitados e aos pobres é anunciado o evangelho” (Mt.11:4-5).

9)  Iahweh contamina o seu povo: “Eu os contaminei nos seus próprios dons, nos quais faziam passar pelo fogo tudo o que abre a madre; para os assolar, para que soubessem que eu sou Iahweh” (Ez.20:26). Jesus purifica: “Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela, para a santificar, purificando-a com a lavagem da água, pela palavra, para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, e irrepreensível” (Ef.5:25-27).

10)    Iahweh formou o seu povo no Egito: “os filhos de Israel frutificaram e aumentaram muito, e multiplicaram-se, e foram fortalecidos grandemente; de maneira que a terra se encheu deles” (Ex.1:7). Jesus forma o seu povo na igreja, fora do mundo: “E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores, querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para a edificação do corpo de Cristo” (Ef.4:11-12). “Até que todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, à varão perfeito, à medida da estatura completa de Cristo” (Ef.4:13).

Autoria: Pr. Olavo Silveira Pereira

4 thoughts on “(733) – IAHWEH É JESUS? 1

    • Bom dia Natanael, no primeiro ítem quanado Jeová afirma que ele é o primeiro e o último e que fora dele não há outro ele demonstra a ignorância dele a respeito da existência de Cristo ou da futura manifestação de Cristo como único Senhor.

      (Mateus 11:27) Todas as coisas me foram entregues por meu Pai, e ninguém conhece o Filho, senão o Pai; e ninguém conhece o Pai, senão o Filho, e aquele a quem o Filho o quiser revelar.

      (Filipenses 2:5-11) De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus,
      Que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus,
      Mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens;
      E, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz.
      Por isso, também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu um nome que é sobre todo o nome;
      Para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra,
      E toda a língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai.

      (1 João 5:20) E sabemos que já o Filho de Deus é vindo, e nos deu entendimento para que conheçamos ao Verdadeiro; e no que é verdadeiro estamos, isto é, em seu Filho Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna.

    • A paz do Senhor Jesus Kim,
      O intuito do estudo é mostrar que Jeová não é Jesus através de suas obras más:

      (Mateus 7:16-19) Por seus frutos os conhecereis. Porventura colhem-se uvas dos espinheiros, ou figos dos abrolhos?
      Assim, toda a árvore boa produz bons frutos, e toda a árvore má produz frutos maus.
      Não pode a árvore boa dar maus frutos; nem a árvore má dar frutos bons.
      Toda a árvore que não dá bom fruto corta-se e lança-se no fogo.

      (João 14:8-12) Disse-lhe Filipe: Senhor, mostra-nos o Pai, o que nos basta.
      Disse-lhe Jesus: Estou há tanto tempo convosco, e não me tendes conhecido, Filipe? Quem me vê a mim vê o Pai; e como dizes tu: Mostra-nos o Pai?
      Não crês tu que eu estou no Pai, e que o Pai está em mim? As palavras que eu vos digo não as digo de mim mesmo, mas o Pai, que está em mim, é quem faz as obras.
      Crede-me que estou no Pai, e o Pai em mim; crede-me, ao menos, por causa das mesmas obras.

      (Tiago 3:11-12) Porventura deita alguma fonte de um mesmo manancial água doce e água amargosa?
      Meus irmãos, pode também a figueira produzir azeitonas, ou a videira figos? Assim tampouco pode uma fonte dar água salgada e doce.

      Jesus perdoou, abençoou e curou.
      Jeová condenou, amaldiçoou e lançou pragas e enfermidades.

      Por este estudo percebe-se que o Deus Pai que Jesus veio do céu para revelar não era Jeová o Deus dos Hebreus da lei e do velho testamento:

      (João 1:17-18) Porque a lei foi dada por Moisés; a graça e a verdade vieram por Jesus Cristo.
      Deus nunca foi visto por alguém. O Filho unigênito, que está no seio do Pai, esse o revelou.

      (João 10:30-38) Eu e o Pai somos um.
      Os judeus pegaram então outra vez em pedras para o apedrejar.
      Respondeu-lhes Jesus: Tenho-vos mostrado muitas obras boas procedentes de meu Pai; por qual destas obras me apedrejais?
      Os judeus responderam, dizendo-lhe: Não te apedrejamos por alguma obra boa, mas pela blasfêmia; porque, sendo tu homem, te fazes Deus a ti mesmo.
      Respondeu-lhes Jesus: Não está escrito na vossa lei: Eu disse: Sois deuses?
      Pois, se a lei chamou deuses àqueles a quem a palavra de Deus foi dirigida, e a Escritura não pode ser anulada,
      quele a quem o Pai santificou, e enviou ao mundo, vós dizeis: Blasfemas, porque disse: Sou Filho de Deus?
      Se não faço as obras de meu Pai, não me acrediteis.
      Mas, se as faço, e não credes em mim, crede nas obras; para que conheçais e acrediteis que o Pai está em mim e eu nele.

      Atenciosamente,
      Pr. Abner Pereira Dancuart.

Deixe uma resposta