(714) – NO PRINCÍPIO 1

As Escrituras Sagradas tratam de dois princípios: um no tempo e outro fora do tempo.

1)   “No princípio criou Deus os céus e a terra” (Gn.1:1). “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez” (Jo.1:1-3).

2)   “A terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo; e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas” (Gn.1:2). “Nele, estava a vida, e a vida era a luz dos homens; e a luz resplandeceu nas trevas, e as trevas não a compreenderam” (Jo.1:4-5).

3)   “E disse Deus: Haja luz. E houve luz. E viu Deus que era boa a luz; e fez Deus separação entre a luz e as trevas” (Gn.1:3-4). “Ali estava a luz verdadeira, que alumia a todo o homem que vem ao mundo” (Jo.1:9).

4)   “E a terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo” (Gn.1:2). Mas as trevas precedem a luz: “E a luz resplandece nas trevas” (Jo.1:5). 

5)   João Batista foi o maior profeta do Velho Testamento: “Em verdade vos digo que, entre os que de mulher têm nascido, não apareceu alguém maior do que João Batista” (Mt.11:11). João Batista foi enviado por Deus para testificar a luz: “Houve um homem enviado de Deus, cujo nome era João. Este veio para testemunho para que testificasse da luz, para que todos cressem por ele” (Jo.1:6-7). “Se eu testifico de mim mesmo, o meu testemunho não é verdadeiro. Há outro que testifica de mim, e sei que o testemunho que ele dá de mim é verdadeiro. Vós mandastes a João, e ele deu testemunho da verdade. Eu, porém, não recebo testemunho de homem; mas digo isso, para que vos salveis. Ele era a candeia que ardia e alumiava; e vós quisestes alegrar-vos por um pouco de tempo com a sua luz. Mas eu tenho maior testemunho do que o de João, porque as obras que o Pai me deu para realizar, as mesmas obras que eu faço testificam de mim, de que o Pai me enviou. E o Pai, que me enviou, ele mesmo testificou de mim. Vós nunca ouvistes a sua voz, nem vistes o seu parecer; e a sua palavra não permanece em vós, porque naquele que ele enviou não credes vós” (Jo.5:31-38).

6)   A luz do V. Testamento não iluminava ninguém: “Por isso, o juízo está longe de nós, e a justiça não nos alcança; esperamos pela luz, e eis que só há trevas; pelo resplendor, mas andamos em escuridão. Apalpamos as paredes como cegos; sim, como os que não têm olhos, andamos apalpando; tropeçamos ao meio-dia como nas trevas, e nos lugares escuros somos como mortos” (Is.59:9-10).

7)   No primeiro princípio, o homem é terra; no segundo princípio o homem é espírito: “Semeia-se corpo animal, ressuscitará corpo espiritual. Se há corpo animal, há também corpo espiritual. Assim está também escrito: O primeiro homem, Adão, foi feito em alma vivente; o último Adão em espírito vivificante. Mas não é o primeiro o espiritual, senão o animal; depois, o espiritual. O primeiro homem, da terra, é terreno; o segundo homem, o Senhor, é do céu. Qual o terreno, tais são também os terrenos; e, qual o celestial, tais também os celestiais. E, assim como trouxemos a imagem do terreno, assim traremos também a imagem do celestial” (1 Co.15:44-49).

Autoria: Pr. Olavo Silveira Pereira

One thought on “(714) – NO PRINCÍPIO 1

Deixe uma resposta