(560) – A CARNE E O SANGUE

A CARNE E O SANGUE

Jeová diz na sua lei: “Qualquer homem da casa de Israel, ou dos estrangeiros que peregrinam entre eles, que comer algum sangue, contra aquela alma que comer sangue, eu porei a minha face, e a extirparei do seu povo. Porque a vida da carne está no sangue, pelo que vo-lo tenho dado sobre o altar, para fazer expiação pelas vossas almas. Portanto tenho dito aos filhos de Israel: Nenhuma alma entre vós comerá sangue” (Lv.17:10-12).

Jeová diz também: “A carne, porém, com sua vida, isto é, com seu sangue, não comereis” (Gn.9:4). É claro, pois a carne está sempre impregnada de sangue.

Mas o apóstolo Paulo diz: “E agora digo isto, irmãos: Que a carne e o sangue não podem herdar o reino de Deus, nem a corrupção herda a incorrupção” (I Co.15:50). Agora fala Jeová, dizendo: “Eis que eu sou Jeová, o deus de toda a carne” (Jr.32:27). É como se Jeová dissesse: ‘Eis que eu sou Jeová, o deus de toda a corrupção’ !!!

Por que a carne e o sangue são corrupção? Paulo responde: “Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem estas coisas não herdarão o reino de Deus” (Gl.5:19-21). E Jeová, o deus de toda a carne, é o deus de todos estes excessos vergonhosos de conduta carnal.

  • João, o apóstolo, diz: “Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele, porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo. E o mundo passa, e a sua concupiscência, mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre” (I Jo.2:15-17).
  • Jeová é o deus de toda a carne, e a carne é contra Deus. Vejamos: “Porque os que são segundo a carne inclinam-se para as coisas da carne; mas os que são segundo o Espírito, para as coisas do Espírito” (Rm.8:5). Segundo João 4:24, a carne de Jeová se opõe ao Espírito de Deus.
  • “Porque a inclinação da carne é morte; mas a inclinação do Espírito é vida e paz” (Rm.8:6).Isto casa com Rm.8:13 que diz: “Porque se viverdes segundo a carne morrereis; mas, se pelo Espírito mortificardes as obras da carne, vivereis”. Se algum doutor em teologia quiser afirmar que as obras más da carne são fruto da nossa vontade corrompida, Paulo diz o contrário emEf.2:3. Somos nós que fazemos a vontade da carne como os animais irracionais (Ec.3:18-21).
  • “Porquanto a inclinação da carne é inimizade contra Deus, pois não é sujeita à lei de Deus, nem em verdade o pode ser” (Rm.8:7). E Jeová é o deus de toda a carne? E Jeová declara que vai criar novos céus e nova terra, e então toda carne ira adorar perante a sua face? (Is.66:22-23). Está claro que Jeová se agrada da carne que não entra no reino de Deus. Para Jeová existe carnes santas. O profeta Jeremias disse a respeito de Israel: “Que tem o meu amado que fazer na minha casa, visto como muitos nela cometem grande abominação e as carnes santas se desviaram de ti?” (Jr.11:15).
  • “Portanto, os que estão na carne não podem agradar a Deus” (Rm.8:8). Se não agrada a Deus, agrada a quem? Ao deus de toda carne e ao diabo, e ao mundo, etc.
  • “Vós porém não estais na carne, mas no Espírito, se é que o Espírito de Deus habita em vós. Mas, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele” (Rm.8:9). Só pode sair da carne quem é habitado pelo Espírito Santo de Deus. Daí o Espírito Santo, depois de tirar a carne de dentro de nós, forma o Espírito de Cristo em nós, isto é, o caráter de Cristo. Como o Espírito Santo faz isto? Paulo explica: “Os que são de Cristo, crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências” (Gl.5:24).

 

Autoria: Pastor Olavo Silveira Pereira

Deixe uma resposta