(670) – DEUSES EM COLISÃO 1

1)  Iahweh libertou o povo de Israel do Egito, com pragas e pestes. Fez o mar Vermelho se abrir, e o povo atravessou a pé enxuto. Os exércitos de Faraó entraram no mar para matá-los e Iahweh fechou o mar sepultando o exército. Moisés levou o povo ao monte Sinai e lá, deu a lei escrita em tábuas de pedra, pelo dedo de Iahweh. E lá no monte, Iahweh criou o Reino de Israel. Análise do texto: Iahweh era inimigo dos egípcios e Jesus revelou um Deus, o Pai, que não tem inimigos, pois quer que todos se salvem.

2)  A lei que Iahweh deu, é contra todos os homens e Jesus deu uma lei que é a favor dos homens: “Um novo mandamento vos dou: que vos ameis uns aos outros; como eu vos amei a vós, que também vós uns aos outros vos ameis” (Jo.13:34). Iahweh disse: “Ouvistes o que foi dito: Amarás o teu próximo, e aborrecerás o teu inimigo” (Mt.5:43). Jesus falou: “Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem. Para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus” (Mt.5:44-45). A lei do amor que Jesus deu, desfaz intrigas e inimizades. Jesus ainda acrescenta: “Para que sejais filhos do Pai que está nos céus; porque faz que o seu sol se levante sobre maus e bons, e a chuva desça sobre justos e injustos. Pois, se amardes aos que vos amam, que galardão tereis? Não fazem os publicanos também o mesmo?” (Mt.5:45-46).

3)  Iahweh não manda amar os inimigos. Ele diz: “Olho por olho, dente por dente, mão por mão, pé por pé, queimadura por queimadura, ferida por ferida, golpe por golpe” (Ex.21:24-25). Iahweh ensina a lei da vingança e onde há vingança não há amor: “Falou mais Iahweh a Moisés, dizendo: Afligireis os midianitas, e os ferireis, porque eles vos afligiram a vós outros com os seus enganos, com que vos enganaram no negócio de Peor, e no negócio de Cosbi, filha do maioral dos midianitas, irmã deles” (Nm.25:16-18).

4)   Sobre o Reino que Iahweh fundou no Sinai, ele disse: “E vós me sereis reino sacerdotal e povo santo. Estas são as palavras que falarás aos filhos de Israel” (Ex.19:6). “A todos os que são chamados pelo meu nome, e os que criei para minha glória; eu os formei, sim, eu os fiz” (Is.43:7).

5)   Jesus, estando diante de Pilatos, quando foi preso, e quando Pilatos perguntou se Ele era o rei dos judeus: “Respondeu Jesus: O meu Reino não é deste mundo. Se o meu Reino fosse deste mundo, lutariam os meus servos, para que eu não fosse entregue aos judeus; mas, agora, o meu Reino não é daqui” (Jo.18:36). Com isso, Jesus declara que não era o messias de Israel. Declara também que não reconhece o Reino de Israel como Reino de Deus e que Iahweh não é Deus.

6)  bJesus foi predestinado a sentar-se no trono de Davi, segundo a carne. Mas Jesus não aceitou e a profecia de Daniel não se cumpriu. Para provar que o reino de Davi não é o Reino de Deus, e o trono de Davi era trono de Iahweh, Jesus morreu segundo a carne e quando ressuscitou, não era mais o mesmo:“Assim, meus irmãos, também vós estais mortos para a lei pelo corpo de Cristo, para que sejais doutro, daquele que ressuscitou dentre os mortos, afim de que demos fruto para Deus” (Rm.7:4). “Assim que daqui por diante a ninguém mais conhecemos segundo a carne, e, ainda que também tenhamos conhecido a Cristo segundo a carne, contudo agora já não o conhecemos mais desse modo” (2 Co.5:16).

7)  Cristo foi predestinado para ser o Messias de Israel: “E ele, respondendo, disse: Eu não fui enviado senão às ovelhas perdidas da casa de Israel” (Mt.15:24). No Getsemani, ele mudou a sua predestinação, dizendo: “Pai, se queres, passa de mim este cálice, todavia não se faça a minha vontade, mas a tua” (Lc.22:42). A vontade de Iahweh era que Cristo sentasse no trono de Davi e submetesse todas as nações do mundo pela força: “Recitarei o decreto: Iahweh me disse: Tu és meu filho, eu hoje te gerei. Pede-me, e eu te darei as nações por herança, e os fins da terra por tua possessão. Tu os esmigalharás com uma vara de ferro; tu os despedaçaras como a um vaso de oleiro” (Sl.2:7-9).

8)   A vontade de Deus Pai é que todos os homens se salvem: “Porque isto é bom e agradável diante de Deus, nosso Salvador. Que quer que todos os homens se salvem, e venham ao conhecimento da verdade” (1 Tm.2:3-4). Jesus optou para ser o salvador de todos.

 

Autoria: Pastor Olavo Silveira Pereira

Deixe uma resposta