(690) – DEUSES EM COLISÃO 3

1)   “A lei de Iahweh é perfeita e refrigera a alma; e o testemunho de Iahweh é fiel e dá sabedoria aos símplices” (Sl.19:7). “A tua justiça é uma justiça eterna, e a tua lei é a verdade” (Sl.119:142). “Estai, pois, firmes na liberdade com que Cristo nos libertou, e não torneis a meter-vos debaixo do jugo da servidão. Eis que eu, Paulo, vos digo que, se vos deixardes circuncidar, Cristo de nada vos aproveitará. E, de novo, protesto a todo homem que se deixa circuncidar, que está obrigado a guardar toda a lei. Separados estais de Cristo, vós os que vos justificais pela lei: da graça tendes caído” (Gl.5:1-4).

     No Velho Testamento o espírito de Iahweh cegava: “Porque Iahweh derramou sobre vós um espírito de profundo sono e fechou os vossos olhos, os profetas; ele vendou os vossos líderes, os videntes. Pelo que toda visão vos é como a palavra de um livro selado que se dá ao que sabe ler, dizendo: Ora, lê isto; e ele dirá: Não posso porque está selado. Ou dá-se o livro ao que não sabe ler, dizendo: Ora, lê isto; e ele dirá: Não sei ler” (Is.29:10-12).

2)   No Novo Testamento o Espírito de Cristo abre os olhos do entendimento: “Para que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai da glória, vos dê em seu conhecimento o espírito de sabedoria e de revelação, tendo iluminado os olhos do vosso entendimento, para que saibais qual seja a esperança da sua vocação, e quais as riquezas da glória da sua herança nos santos” (Ef.1:17-18).

3)   No Velho Testamento os servos de Iahweh tinham o Espírito Santo, e adulteravam e matavam: “E aconteceu, à hora da tarde, que se levantou Davi do seu leito, e andava passeando no terraço da casa real, e viu do terraço a uma mulher que se estava lavando; e era esta mulher mui formosa à vista. E enviou Davi e perguntou por aquela mulher; e disseram: Porventura, não é esta Bate-Seba, filha de Eliã e mulher de Urias, o heteu? Então, enviou Davi mensageiros e a mandou trazer; e, entrando ela a ele, se deitou com ela (e já ela se tinha purificado da sua imundície); então, voltou ela para sua casa” (II Sm.11:2-4).

No Novo Testamento os frutos do Espírito são outros: “Mas o fruto do Espírito é: caridade, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança” (Gl.5:22).

4)   No Velho Testamento Iahweh Zebahote (Senhor dos exércitos), formou um exército para destruir os maus, e os pecadores: “O que sacrificar aos deuses e não só a Iahweh será morto” (Ex.22:20).

     No Novo Testamento Jesus prepara um exército para salvar: “Jesus, porém, ouvindo, disse-lhes: Não necessitam de médico os sãos, mas sim, os doentes. Ide, porém, e aprendei o que significa: Misericórdia quero e não sacrifício. Porque eu não vim para chamar os justos, mas os pecadores, ao arrependimento” (Mt.9:12-13).

5)   No Velho Testamento Iahweh casou com seu povo, Israel: “E, passando eu por ti, vi-te, e eis que o teu tempo era tempo de amores; e estendi sobre ti a ourela do meu manto, e cobri a tua nudez; e dei-te juramento, e entrei em concerto contigo, diz Iahweh, e tu ficaste sendo minha” (Ez.16:8). Depois de 500 anos Iahweh divorciou: “Assim diz Iahweh: Onde está a carta de divórcio de vossa mãe, pela qual eu a repudiei? Ou quem é o meu credor, a quem eu vos tenha vendido? Eis que por vossas maldades fostes vendidos, e por causa das vossas prevaricações vossa mãe foi repudiada” (Is.50:1).

     No Novo Testamento, Jesus não casou. Ele era noivo: “Porque estou zeloso de vós com zelo de Deus; porque vos tenho preparado para vos apresentar como uma virgem pura a um marido, a saber, a Cristo” (II Co.4:2).

6)   No Velho Testamento Iahweh instituiu pena de morte: “No suor de teu rosto, comerás o teu pão, até que te tornes à terra; porque dela foste tomado; porquanto és pó, e em pó te tornarás” (Gn.3:19).

     No Novo Testamento, Jesus aboliu a morte: “Deus que nos salvou, e chamou com uma santa vocação; não segundo as nossas obras, mas segundo o seu próprio propósito e a graça que nos foi dada em Cristo Jesus, antes dos tempos dos séculos, e que é manifesta, agora, pela aparição de nosso Salvador Jesus Cristo, o qual aboliu a morte, e trouxe à luz a vida e a incorrupção, pelo evangelho” (II Tm.1:9-10).

7)   Iahweh se oculta nas trevas, no Velho Testamento: “Fez das trevas o seu lugar oculto; o pavilhão que o cercava era a escuridão das águas e as nuvens do céu” (Sl.18:11).

No Novo Testamento o Pai se oculta na luz que é Cristo: “Disse-lhe Felipe: Mostra-nos o Pai, o que nos basta. Disse-lhe Jesus: Estou há tanto tempo convosco, e não me tendes conhecido, Felipe? Quem me vê a mim vê o Pai; e como dizes tu: Mostra-nos o Pai? Não crês tu que eu estou no Pai, e que o Pai está em mim? As palavras que eu vos digo, não as digo de mim mesmo, mas o Pai, que está em mim, é quem faz as obras. Crede-me que eu estou no Pai, e o Pai em mim; crede-me, ao menos, por causa das mesmas obras” (Jo.14:8-11).

Autoria: Pastor Olavo Silveira Pereira

Deixe uma resposta