(628) – OS CONDENADOS

Abraão disse a Jeová a respeito de Sodoma e Gomorra: “Longe de ti que faças tal coisa, que mates o justo com o ímpio; que o justo seja como o ímpio, longe de ti seja. Não faria justiça o juiz de toda a terra?” (Gn.18:25). Neste tempo não havia outro juiz, Jesus Cristo só foi constituído juiz após a ressurreição: “A este ressuscitou Deus ao terceiro dia, e fez que se manifestasse, não a todo o povo, mas às testemunhas que Deus antes ordenara; a nós, que comemos e bebemos juntamente com ele, depois que ressuscitou dos mortos. E nos mandou pregar ao povo, e testificar que ele é o que por Deus foi constituído juiz dos vivos e dos mortos” (At.10:40-42).

Se Jesus foi constituído juiz dos vivos e dos mortos, Jeová foi destituído porque cometeu injustiças imperdoáveis para com um juiz divino. Querem ver? Ele matou o justo no meio dos injustos: “E veio a mim a palavra de Jeová, dizendo: Filho do homem, dirige o rosto contra Jerusalém, e derrama as tuas palavras contra os santuários, e profetiza contra a terra de Israel. E dize à terra de Israel: Assim diz Jeová: Eis que sou contra ti, e tirarei a minha espada da bainha, e exterminarei do meio de ti o justo e o ímpio” (Ez.21:1-3). “Preparai a matança para os filhos, por causa da maldade de seus pais, para que não se levantem e possuam a terra, e encham o mundo de cidades” (Is.14:21).

O Velho Testamento está repleto das injustiças de Jeová: “O rico e o pobre se encontraram; a todos os fez Jeová” (Pv.22:2). As escrituras revelam que Satanás é adversário mortal dos homens: “Sede sóbrios, vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar” (1 Pd.5:8).

Pois Jeová, o juiz de toda a terra, aceitou o conselho de Satanás para oprimir Jó, e o entregou nas mãos de Satanás. Quando se encontraram novamente, Jeová confessou que aceita conselho de demônio: “Então Jeová disse a Satanás: De onde vens? E respondeu Satanás a Jeová e disse: De rodear a terra, e passear por ela. E disse Jeová a Satanás: Observaste o meu servo Jó? Porque ninguém há na terra semelhante a ele, homem sincero e reto, temente a Deus, desviando-se do mal, e que ainda retém a sua sinceridade, havendo-me tu incitado contra ele, para o consumir sem causa” (Jó.2:2-3).

Então você vai confiar a sua vida a um juiz que é mancomunado com Satanás? “Quem comete o pecado é do diabo, porque o diabo peca desde o princípio. Para isto o Filho de Deus se manifestou: para desfazer as obras do diabo” (1 Jo.3:8). Jesus na cruz despojou os principados e potestades: “E despojando os principados e potestades, os expôs publicamente e deles triunfou em si mesmo” (Cl.2:15).

Jesus, com o seu sangue, aniquilou o poder da lei e do pecado, cravando-o na cruz (Cl.2:14). “Ora, o aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei” (I Co.15:56). “Porque o pecado não terá domínio sobre vós, pois não estais debaixo da lei, mas debaixo da graça” (Rm.6:14). “Deus que nos salvou, e chamou com uma santa vocação; não segundo as nossas obras, mas segundo o seu próprio propósito e a graça que nos foi dada em Cristo Jesus, antes dos tempos dos séculos e que é manifesta, agora, pela aparição de nosso Salvador Jesus Cristo, o qual aboliu a morte, e trouxe à luz a vida e a incorrupção, pelo evangelho” (2 Tm.1:9-10). “Agora, disse Jesus, é o juízo deste mundo; agora será expulso o príncipe deste mundo” (Jo.12:31).

Acabou a velha criação: “Mas os seus sentidos foram endurecidos; porque até hoje, o mesmo véu está por levantar, na lição do Velho Testamento, o qual foi por Cristo abolido” (2 Co.3:14).

A realidade do Velho Testamento se transformou em fábulas judaicas: “Não dando ouvidos a fábulas judaicas, nem aos mandamentos de homens que se desviam da verdade” (Tt.1:14). Os juízos de Jeová e suas condenações, foram anulados. Há um novo tribunal e um novo juiz: “Mas Deus, não tendo em conta os tempos da ignorância, anuncia agora a todos os homens, e em todo o lugar, que se arrependam, porquanto tem determinado um dia em que com justiça há de julgar o mundo, por meio do varão que destinou; e disso deu certeza a todos, ressuscitando-o dos mortos” (At.17:30-31).

“Porque, por isso, foi pregado o evangelho também aos mortos, para que, na verdade, fossem julgados segundo os homens, na carne, mas vivessem segundo Deus, em espírito” (1 Pd.4:6).

 

Autoria: Pastor Olavo Silveira Pereira

2 thoughts on “(628) – OS CONDENADOS

  1. HOJE SOMOS HERDEIROS DE DEUS E CORDEIROS DE JESUS E FILHOS PELA GRAÇA MAS LOUVO A DEUS PELOS PROFETAS QUE VIVERAM O ENGANO PELA PALAVRA DO FALSO PAI DA MENTIRA O CARRASCO JEOVÁ EM QUE HOJE OS TAIS DE TESTEMUNHAS DE JEOVÁ ESTÃO LEVANDO MUITA JENTE PARA O INFERNO PELO ENGANO

    • Graças a Deus que O Velho testamento foi por Cristo abolido e todos que foram injustiçados por Jeová terão um novo julgamento:

      (2 Coríntios 3:14-18) Mas os seus sentidos foram endurecidos; porque até hoje o mesmo véu está por levantar na lição do velho testamento, o qual foi por Cristo abolido;
      E até hoje, quando é lido Moisés, o véu está posto sobre o coração deles.
      Mas, quando se converterem ao Senhor, então o véu se tirará.
      Ora, o Senhor é o Espírito; e onde está o Espírito do Senhor, aí há liberdade.
      Mas todos nós, com rosto descoberto, refletindo como um espelho a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor.

      (Atos 17:31) Porquanto tem determinado um dia em que com justiça há de julgar o mundo, por meio do homem que destinou; e disso deu certeza a todos, ressuscitando-o dentre os mortos.

Deixe uma resposta