(659) – AGORA É O JUÍZO DESTE MUNDO

Iahweh disse: “De todas as famílias da terra a vós somente conheci; portanto, todas as vossas injustiças visitarei sobre vós” (Am.3:2). Iahweh não conheceu os assírios, nem os babilônicos, nem os gregos, nem os persas. Iahweh só conheceu Israel, não conheceu nem os egípcios, por isso disse: “Mas agora, assim diz o Iahweh que te criou, ó Jacó, e que te formou, ó Israel: Não temas, porque eu te remi; chamar-te-ei pelo teu nome; tu és meu. Quando passares pelas águas, estarei contigo, e quando pelos rios, eles não te submergirão; quando passares pelo fogo, não te queimarás, nem a chama arderá em ti. Porque eu sou Iahweh teu Deus, o Santo de Israel, o teu Salvador; dei o Egito por teu resgate, a Etiópia e Seba por ti. Enquanto foste precioso aos meus olhos, também foste glorificado, e eu te amei, pelo que dei os homens por ti, e os povos pela tua alma. Não temas, pois, porque estou contigo; trarei a tua semente desde o Oriente, e te ajuntarei desde o Ocidente. Direi ao norte: Dá; e ao sul: Não retenhas; trazei meus filhos de longe, e minhas filhas das extremidades da terra, a todos os que são chamados pelo meu nome, e os que criei para minha glória; eu os formei, sim, eu os fiz” (Is.43:1-7). “Vós sois as minhas testemunhas, diz Iahweh, e o meu servo, a quem escolhi; para que o saibais, e me creiais, e entendais que eu sou o mesmo, e que antes de mim deus nenhum se formou, e depois de mim nenhum haverá. Eu sou Iahweh, e fora de mim não há Salvador” (Is.43:10-11).

Iahweh vivia para Israel, e queria que Israel vivesse para ele. Mas Israel era carne, e pecou: “Porque sucedeu que, no tempo da velhice de Salomão, suas mulheres lhe perverteram o coração para seguir outros deuses; e o seu coração não era perfeito para com o Iahweh, seu Deus, como o coração de Davi, seu pai. Então, edificou Salomão um altar a Quemós, a abominação dos moabitas, sobre o monte que está diante de Jerusalém, e a Moloque, abominação dos filhos de Amom. Assim fez com todas as suas mulheres estrangeiras, as quais queimavam incenso e sacrificavam a seus deuses. Pelo que Iahweh se indignou contra Salomão, porquanto desviara o coração de Iahweh, Deus de Israel, o qual duas vezes lhe aparecera” (1 Rs.11:4-9). “Pelo que disse Iahweh a Salomão: Visto que houve isso em ti, que não guardaste o meu concerto e os meus estatutos que te mandei, certamente, rasgarei de ti este reino, e o darei a teu servo” (1 Rs.11:11). E assim, começou o fim de Israel. Iahweh disse: “E disse Iahweh: Também a Judá hei de tirar de diante da minha face, como tirei a Israel, e rejeitarei esta cidade de Jerusalém que elegi, como também a casa de que disse: Estará ali o meu nome” (2 Rs.23:27). Jesus estava na terra quando Iahweh ia dar o último golpe. Então, Jesus disse: “Agora, é o juízo deste mundo; agora, será expulso o príncipe deste mundo” (Jo.12:31).

O mundo iniciado no primeiro Adão não existe mais. Em Cristo começou uma nova criação. Cristo é o último Adão: “Assim está também escrito: O primeiro homem, Adão, foi feito em alma vivente; o último Adão em espírito vivificante” (1 Co.15:45). “Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é: as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo” (2 Co.5:17). “A lei e os profetas duraram até João; desde então, é anunciado o Reino de Deus, e todo homem emprega força para entrar nele” (Lc.16:16). Quando diz: que a lei e os profetas duraram até João, acabou a primeira criação.

A nova criação é o Reino de Deus: “Não atentando nós nas coisas que se vêem, mas nas que não se vêem; porque as que se vêem são temporais, e as que não se vêem são eternas” (2 Co.4:18). Até Cristo, vigorava o reino dos mortos, agora, vigora o reino dos vivos: “Porque, se, pela ofensa de um só, a morte reinou por esse, muito mais os que recebem a abundância da graça, e do dom da justiça, reinarão em vida por um só, Jesus Cristo” (Rm.5:17). O Velho Testamento é o ministério da morte: “O qual nos fez também capazes de ser ministros dum Novo Testamento, não da letra, mas do Espírito; porque a letra mata, e o Espírito vivifica” (2 Co.3:6). Por isso, Cristo não é mediador do velho concerto: “Mas agora alcançou ele ministério tanto mais excelente, quanto é mediador de um melhor concerto, que está confirmado em melhores promessas” (Hb.8:6).

Se Jesus não é Mediador do Velho Concerto, também não é Mediador do Velho Testamento: “E, por isso, é o Mediador de um novo testamento, para que, intervindo a morte para remissão das transgressões que havia debaixo do primeiro testamento, os chamados recebam a promessa da herança eterna” (Hb.9:15). Por isso que está escrito que o Velho Testamento foi por Cristo abolido (2 Co.3:14). Nós, os cristãos, não fazemos parte dos Reinos deste mundo: “Mas, agora, vou para ti e digo isto no mundo, para que tenham a minha alegria completa em si mesmos. Dei-lhes a tua palavra, e o mundo os odiou, porque não são do mundo, assim como eu não sou do mundo” (Jo.17:14).

Autoria: Pastor Olavo Silveira Pereira

Deixe uma resposta