(025) – UM SÓ ESPÍRITO

“Há um só corpo e um só Espírito, como também fostes chamados em uma só esperança da vossa vocação” (Ef.4:4). A Bíblia fala de muitos espíritos, mas um só é o Espírito de Deus Pai, cujos frutos são: “Mas o fruto do Espírito é: caridade, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, continência” (Gl.5:22). O  Espírito de Deus não produz tristeza, ódio, guerra, malignidade, ira, etc. Este Espírito só se encontra no Novo Testamento, pois no Velho havia muitos espíritos. O Espírito Santo de Jeová não era de paz. “Mas eles foram rebeldes, e contristaram o seu Espírito Santo; pelo que lhes tornou em inimigo, e ele mesmo pelejou contra eles” (Is.63:10). “…vindo o inimigo como uma corrente de águas, o Espírito de Jeová arvorará contra ele sua bandeira” (Is.59:19).

Este espírito de Jeová não é o mesmo Espírito Santo do Deus Pai, cujo fruto é a paz e a mansidão.

Passaremos a mostrar que o Espírito Santo do Pai é o oposto aos espíritos de Jeová.

1.  Jeová derramou o Espírito de ira sobre Saul, que se encheu de furor. “Então o espírito de Jeová se apoderou de Saul, ouvindo estas palavras: e acendeu-se em grande maneira a sua ira” (1 Sm.11:6)

=> O Deus Pai derrama o Espírito de amor tão forte, que afugenta a ira. “E a esperança não traz confusão, porquanto o amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado” (Rm.5:5).

2. Jeová derramou o Espírito de inimizade e contenda sobre os cidadãos de Siquém. “Enviou Jeová um mau espírito entre Abimeleque e os cidadãos de Siquém: e os cidadãos de Siquém se houveram aleivosamente contra Abimeleque” (Jz.9:23).

=> O Pai derramou o Espírito de plena comunhão sobre todos. “A graça do Senhor Jesus Cristo, e o amor de Deus, e a comunhão do Espírito Santo seja com vós todos. Amém” (2 Co.13:13)

3.  Jeová derramou no Egito um perverso espírito, para que errassem. “Jeová derramou no meio deles um perverso espírito; e eles fizeram errar o Egito com toda a sua obra como a bêbado quando se revolve no seu vômito” (Is.19:14).

=> O Pai derrama o Espírito de regeneração e santificação (1 Co.6:10-11).

4. Jeová derramou um Espírito de sono para que os profetas não entendessem. ”Porque Jeová derramou sobre vós, um espírito de profundo sono, e fechou os vossos olhos, os profetas; e vendou os vossos cabeças, os videntes” (Is.29:10).

=> O Deus Pai derramou o Espírito de revelação para que todos entendam (1 Co.2:7-10).

5. Jeová cegou Israel para não ver e crer em Jesus. “Engorda o coração deste povo, e endurece-lhe os ouvidos, e fecha-lhe os olhos; não venha ele a ver com os seus olhos e ouvir com seus ouvidos, e a entender com o seu coração, e a converter-se, e a ser sarado” (Is.6:10;  Jo.12:37-41).

=> O Espírito Santo cura a cegueira para que creiam em Cristo (Ef.1:17-19).

6.  Jeová derramou sobre Sanção o espírito de violência para matar (Jz.14:19; 15:14-15).

=> O Pai enche os cristãos de paz e gozo pela virtude do Espírito Santo. “Ora o Deus de esperança vos enche de todo gozo e paz em crença, para que abundeis em esperança pela virtude do Espírito Santo” (Rm.15:13).

7.  A unção espiritual de Jeová era para matar (1 Rs.19:15-17).

=> A unção do Pai era para curar e dar vida (At.3:1-8).

8.  Eliseu, ungido com o espírito de Jeová, matava crianças (2 Rs.2:23-24).

=> Jesus, o ungido do Pai, amava e salvava todas as crianças (Mt.19:13-15).

9. Jeová derramava o espírito da mentira. “Agora pois, eis que Jeová pôs o espírito de mentira na boca de todos estes teus profetas, e Jeová falou mal contra ti” (1 Rs.22:23).

=> Jesus derramou o Espírito de verdade (Jo.14:16-17).

Se Jeová fosse o Pai, o seu espírito não poderia operar de modo diverso do Espírito Santo do Pai e de Jesus, seu Filho unigênito. Se o espírito de Jeová opera de forma contrária, Jeová é contrário ao Pai e ao Senhor Jesus.

Autoria: Pastor Olavo S. Pereira

Deixe uma resposta