(687) – DEUS QUER QUE TODOS SE SALVEM

1) “Porque isto é bom e agradável diante de Deus, nosso Salvador, que quer que todos os homens se salvem, e venham ao conhecimento da verdade. Porque há um só Deus, e um só mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo, homem” (I Tm.2:3-5). Qual condenação é essa da qual todos os homens precisam ser salvos? Da morte! Há uns que vivem pouco e há outros que não vivem. Deus declara que todos os homens precisam ser salvos. Iahweh pensava diferente; “E viu Iahweh que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra, e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era má continuamente. Então, arrependeu-se Iahweh de haver feito o homem sobre a terra, e pesou-lhe em seu coração. E disse Iahweh: Destruirei de sobre a face da terra, o homem que criei, desde o homem até ao animal, até ao réptil, e até a ave do céu; porque me arrependo de os haver feito” (Gn.6:5-7). E Iahweh trouxe o dilúvio. Só sobrou Noé e sua família; Iahweh não quer que todos vivam. Então ele faz um pacto com Noé para não destruir novamente toda a carne (Gn.9:8-15). O juízo agora é particular.

2) “E os filhos de Arão, Nadabe e Abiu, tomaram cada um o seu incensário, e puseram fogo neles, e puseram incenso sobre ele, e trouxeram fogo estranho perante a face de Iahweh, o que lhes não ordenara. Então, saiu fogo de diante de Iahweh, e os consumiu, e morreram perante Iahweh” (Lv.10:1- 2). Morreram na frente de seu pai Arão. Fica claro que Iahweh não quer que todos se salvem.

3) Judá teve três filhos: Er, Onã e Selá; “Judá, pois, tomou uma mulher para Er, o seu primogênito, e o seu nome era Tamar. Er, porém, o primogênito de Judá, era mau aos olhos de Iahweh, pelo que Iahweh o matou” (Gn.38:6-7). “Então disse Judá a Onã: Entra à mulher do teu irmão, e casa-te com ela, e suscita semente a teu irmão. Onã, porém, soube que essa semente não havia de ser para ele, e aconteceu que, quando entrava à mulher de seu irmão, derramava-a na terra, para não dar semente a seu irmão. E o que fazia era mal aos olhos de Iahweh, pelo que também o matou” (Gn.38:8-10).

4) “Era, porém, Eli já muito velho, e ouvia tudo quanto seus filhos faziam a todo o Israel, e de como deitavam com as mulheres que em bandos se ajuntavam à porta da tenda da congregação. E disse-lhes: Por que fazeis tais coisas? Porque ouço de todo este povo os vossos malefícios. Não, filhos meus, porque não é boa fama esta que ouço; fazeis transgredir povo de Iahweh. Pecando homem contra homem, os juízes o julgarão pecando, porém, o homem contra Iahweh, quem rogará por ele? Mas não ouviram à voz de seu pai, porque Iahweh os queria matar” (I Sm.2:22-25).

5) Até agora tratamos de pessoas com conduta duvidosa. Agora vamos tratar de pessoas com conduta irrepreensível. Davi estava levando a arca de Deus para Jerusalém, num carro novo; “E Davi e toda a casa de Israel alegravam-se perante Iahweh, com toda sorte de instrumentos de madeira de faia, com harpas, com saltérios, e com tamboris, e com pandeiros, e com címbalos. E, chegando à eira de Nacom, estendeu Uzá a mão à arca de Deus, e segurou-a, porque os bois a deixavam pender. Então, a ira de Iahweh se acendeu contra Uzá, e Deus o feriu ali por esta imprudência, e morreu ali, junto a arca de Deus” (II Sm.6:5-7). Qual foi o pecado de Uzá? Foi cuidar da arca de Deus para que ela não caísse. Se ele deixasse a arca de Deus cair, seria ele o culpado por não ter cuidado dela e morreria. Então, foi um laço de Iahweh contra um homem justo. Ele morreria de qualquer maneira: cuidando da arca ou não. Iahweh não quer que todos se salvem.

6) Davi cometeu adultério com Bate-Seba. Pela lei de Moisés, Davi deveria morrer juntamente com Bate-Seba, apedrejados; “Também o homem que adulterar com a mulher de outro, havendo adulterado com a mulher do seu próximo, certamente morrerá o adúltero e a adúltera” (Lv.20:10). “E enviou Davi e perguntou por aquela mulher, e disseram: Porventura, não é esta Bate-Seba, filha de Eliã, e mulher de Urias, o heteu? Então, enviou Davi mensageiros e a mandou trazer; e, entrando ela a ele, se deitou com ela” (II Sm. 11:3-4). E Bate-Seba, mulher de Urias concebeu. Então Davi precisava se livrar de Urias para tornar legal sua união com Bate-Seba. E escreveu uma carta e a deu na mão de Urias para levá-la a Joabe, capitão do exército. E Urias inocentemente a entregou em mãos. Na carta estava escrito que Joabe deveria pôr Urias na frente da batalha, e tirar os soldados da retaguarda. E Urias morreu (II Sm. 11:14-17). Os crimes cometidos foram:

a) Davi quebrou a lei de Iahweh com seu consentimento, portanto, Iahweh participou do crime, fazendo vistas grossas para proteger Davi.

b) Iahweh mata o filho de Davi com Bate-Seba (II Sm.12;14-18). Morreram dois: Urias em lugar de Bate-Seba, a adúltera, e morreu o filhinho do adultério em lugar de Davi. Cumpriu-se a lei de Iahweh. Que crime!! Os que deveriam ser salvos, morreram e os que deveriam morrer, foram salvos. Quanta injustiça! Vejam a fome de Iahweh em matar crianças; “Preparai a matança para os filhos, por causa da maldade de seus pais, para que não se levantem, e possuam a terra, e encham o mundo de cidades” (Is.14:21). O Pai quer que todos se salvem e venham ao conhecimento da verdade; “Porque para isto trabalhamos e lutamos, pois esperamos no Deus vivo, que é o Salvador de todos os homens, principalmente dos fiéis” (I Tm.4:1O). “Porque a graça de Deus se há manifestado, trazendo salvação a todos os homens” (Tt.2: 11).

Autoria: Pastor Olavo Silveira Pereira

Deixe uma resposta