(692) – INFERNO 2

O inferno é um abismo sem luz nenhuma; é um lugar reservado para o diabo e seus anjos: “Então, dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos” (Mt.25:41). O inferno, chamado na Bíblia de abismo, é um lugar onde Cristo desceu para salvar os piores: “Ou: Quem descerá ao abismo? (isto é, a tornar a trazer dentre os mortos a Cristo)” (Rm.10:7). Isaías diz (Satanás dizia): “E tu dizias no teu coração: Eu subirei ao céu, e, acima das estrelas de Deus, exaltarei o meu trono, e, no monte da congregação, me assentarei, da banda dos lados do norte. Subirei acima das mais altas nuvens e serei semelhante ao Altíssimo. E, contudo, levado serás ao inferno, ao mais profundo do abismo” (Is.14:13-15). Está provado que o inferno é o abismo. O inferno é onde Iahweh lança os seus desafetos: “Ao som da tua queda, fiz tremer as nações, quando o fiz descer ao inferno com os que descem a cova; e todas as árvores do Éden, e a flor e o melhor do Líbano, todas as que bebem águas se consolavam na terra mais baixa. Também estes com ele descerão ao inferno, a juntar-se aos que foram traspassados à espada; sim, aos que foram seu braço, e que estavam assentados à sombra no meio das nações” (Ez.31:16-17). Há outro que desceu ao inferno: “A quem, pois, és semelhante em glória e em grandeza entre as árvores do Éden? Todavia, descerás com as árvores do Éden à terra mais baixa;  no meio dos incircuncisos jazerás com os que foram traspassados à espada; este é Faraó e toda sua multidão, diz o Senhor Iahweh” (Ez.31:18). Então, as grandes nações da antiguidade foram lançadas no inferno: A Assíria, que é um cedro do Líbano; o Egito, que era outro cedro do Líbano; a Babilônia, que é o rio Eufrates; Canaã que é o rio Jordão, foram lançados no inferno por Iahweh. Comparar com Ez.31:1-9 e com Gn.2:9-17. Fica provado que quem lança no inferno, é Iahweh. A Bíblia revela coisas estranhas sobre Iahweh e o inferno.

1)   A sabedoria de Iahweh é mais profunda que o inferno: “Como as alturas dos céus é a sua sabedoria; que poderás tu fazer? Mais profunda é ela do que o inferno; que poderás tu saber?” (Jó.11:8).

2)   O ódio de Iahweh é mais profundo que o inferno: “Porque um fogo se acendeu na minha ira, e arderá até o mais profundo do inferno, e consumirá a terra com sua novidade, e abrasará os fundamentos dos montes” (Dt.32:22).

3)   O inferno está nu perante Iahweh: “O inferno está nu perante ele, e não há coberta para a perdição” (Jó.26:6).

4)   “Vi Iahweh, que estava em pé sobre o altar, e me disse: Fere o capitel, e estremeçam os umbrais, e faze tudo em pedaços sobre a cabeça de todos eles; e eu matarei à espada até ao último deles; o que fugir dentre eles não escapará, nem o que escapar dentre eles se salvará. Ainda que cavem até ao inferno, a minha mão os tirará dali; e, se subirem ao céu, dali os farei descer. E, se se esconderem no cume do Carmelo, buscá-los-ei, e dali os tirarei; e, se se ocultarem aos meus olhos no fundo do mar, ali darei ordem à serpente, e ela os morderá. E, se forem para o cativeiro diante de seus inimigos, ali darei ordem à espada para que os mate; e eu porei os meus olhos sobre eles para o mal, e não para o bem. Porque Iahweh, o Iahweh dos Exércitos, é o que toca a terra, e ela se derrete, e todos os que habitam nela chorarão” (Am.9:1-5).

5)   Se Iahweh tem tanta familiaridade com o inferno, é porque ele é o fundador do inferno e o próprio Iahweh declara: “Porque, como os novos céus e a terra nova, que hei de fazer, estarão diante da minha face, diz Iahweh, assim há de estar a vossa posteridade e o vosso nome. E será que, desde uma Festa da Lua Nova até à outra, e desde um sábado até ao outro, virá toda carne adorar perante mim, diz: Iahweh. E sairão, e verão os corpos mortos dos homens que prevaricaram contra mim; porque o seu verme nunca morrerá, nem o seu fogo se apagará; e serão um horror para toda a carne” (Is.66:22-24). Jesus aplica este texto ao inferno: “E qualquer que escandalizar um destes pequeninos que crêem em mim, melhor lhe fora que lhe pusessem ao pescoço uma grande pedra de moinho, e que fosse lançado no mar. E, se a tua mão te escandalizar, corta-a; melhor é para ti entrares na vida aleijado do que, tendo duas mãos, ires para o inferno, para o fogo que nunca se apaga, onde o seu bicho não morre, e o fogo nunca se apaga. E, se teu pé te escandalizar, corta-o; melhor é para ti entrares coxo na vida do que, tendo dois pés, seres lançado no inferno, onde o seu bicho não morre, e o fogo nunca se apaga. E, se o teu olho te escandalizar, lança-o fora; melhor é para ti entrares no Reino de Deus com um só olho do que, tendo dois olhos, ser lançado no fogo do inferno, onde o seu bicho não morre, e o fogo nunca se apaga” (Mc.9:42-48). “Assim também a língua é um pequeno membro, e gloria-se de grandes coisas. Vede quão grande bosque um pequeno fogo incendeia. A língua também é fogo, como mundo de iniquidade a língua está posta entre os nossos membros, e contamina todo o corpo, inflama o curso da natureza, e é inflamada pelo inferno. Porque toda natureza, tanto as bestas-feras, como de aves, tanto de répteis como de animais do mar, se amansa e foi domada pela natureza humana; mas nenhum homem pode domar a língua. É um mal que não se pode refrear, está cheia de peçonha mortal” (Tg.3:5-8).

Deixe uma resposta